Imprimir artigo
Placa-Mãe Phitronics K8V800-M
08/02/2006 às 18h20min por Gabriel Torres em Testes
181.053 visualizações
Página 1 de 11

Introdução

A Phitronics (http://www.phitronics.com.br) é o mais novo fabricante de placas-mães instalado no Brasil na Zona Franca de Manaus, montada pelo mesmo grupo do distribuidor MIC (Micro Informatica) de Miami (http://www.micmiami.com). As placas-mães fabricadas por eles usam a sua própria marca, mas são na realidade modelos da ECS/PCChips.

Este novo fabricante está dando garantia de 3 anos em seus produtos, mas esta garantia só é válida para placas de sua própria marca, podendo ser esse um dos motivos que eles decidiram usar uma marca própria, isto é, para diferenciar as placas que eles fabricaram das que não foram fabricadas por eles.

Nós recebemos para testes uma placa-mãe soquete 754 com vídeo on-board baseada no chipset VIA K8M800 que eles chamam de K8V800-M, que na realidade é a PCChips M861G, como veremos em detalhes na próxima página.

Desta forma, o presente teste também serve como um teste da placa-mãe M861G da PCChips.

Neste teste estaremos comparando o desempenho da Phitronics K8V800-M / PCChips M861G com outras placas-mães soquete 754 com vídeo on-board usando chipsets concorrentes, como o SiS 760GX e o GeForce 6100.

Ela tem um slot AGP 8x, permitindo que você desabilite o vídeo on-board e instale uma placa de vídeo de verdade nela, caso queira.

Phitronics K8V800-M / PCChips M861G
Figura 1: Phitronics K8V800-M, clone da PCChips M861G.

Esta placa-mãe tem “tudo on-board: vídeo, áudio, rede e modem (opcional, disponível através de seu slot CNR). O modelo que recebemos para testes veio com um modem 56 Kbps CNR. Ela tem ainda duas portas Serial ATA, controladas pela ponte sul VIA VT8237R; dois soquetes DDR-DIMM, aceitando até 2 GB de memória DDR400/PC3200; seu áudio on-board é controlado pela ponte sul VIA VT8237R em conjunto com o codec Realtek ALC655, que traz seis canais e relação sinal/ruído de 90 dB, que é excelente; sua rede é controlada por sua ponte sul usando o chip VIA VT6103L para fazer a interface com a camada física; oito portas USB 2.0, quatro soldadas diretamente sobre a placa-mãe e quatro disponíveis através de um adaptador, que não vem com a placa-mãe.

Phitronics K8V800-M / PCChips M861G
Figura 2: Duas portas Serial ATA e ponte sul VIA VT8237R.

Como você pode ver na Figura 2, esta placa-mãe usa conectores do painel frontal coloridos, facilitando a identificação dos pinos.

Phitronics K8V800-M / PCChips M861G
Figura 3: Modem CNR que veio com a placa testada (este item é opcional).

Gostaríamos de falar agora sobre alguns detalhes interessantes sobre esta placa-mãe. Primeiro, a Phitronics fez questão de editar o BIOS para conter o seu nome como sendo fabricante da placa-mãe. Isso é um detalhe interessante e que mostra que ela está realmente interessada em estabelecer sua marca no mercado.

Phitronics K8V800-M / PCChips M861G
Figura 4: Detalhe da tela do POST contendo o nome Phitronics como fabricante da placa.

ARTIGOS RELACIONADOS
Dicas de Upgrade Para PCs um Pouco Mais Antigos
10/01/2005 às 10h29min por Gabriel Torres em Upgrade, Montagem e Manutenção
Processadores On-Board
25/02/2004 às 1h00min por Gabriel Torres em Processadores
ÚLTIMOS ARTIGOS
454.673 usuários cadastrados
1.550 usuários on-line