Imprimir artigo
Teste da Câmera Digital Canon Rebel T1
31/05/2010 às 23h51min por Sandy Berger em Testes
41.429 visualizações
Página 1 de 7

Introdução

A série Rebel de câmeras digitais SLR tem sido um grande sucesso da Canon. A nova Rebel T1i acrescentou a capacidade de gravar vídeos,  juntamente com diversos avanços na função de fotografia da Rebel. Esta câmera é apontada por alguns como sendo uma SLR digital de entrada, básica, mas a câmera possui tantas funcionalidades que não nos convencemos de que seu manuseio seja fácil o suficiente para um iniciante. Decidimos dar uma olhada para determinar a qualidade da câmera e das fotos, bem como a que nível de fotógrafo digital a Rebel melhor se ajusta..

Conforme mostrado na Figura 1, a Rebel vem em uma caixa azul e preta com a palavra "REBEL" escrita em vermelho, com fonte grande e informal.

Figura 1: A Rebel em sua caixa.
Figura 1: A Rebel em sua caixa.

O conteúdo da caixa é mostrado nas Figuras 2 e 3: o corpo da Rebel T1i, uma lente EF-S 18-55mm f/3.5-5.6 IS e sua tampa, uma alça preta e larga, onde está escrito "Canon EOS Digital", um cabo de interface USB, um cabo AV, a bateria e o carregador de bateria. Três discos de software também estão incluídos: o EOS Digital Solution Disk, um disco com os manuais de instrução e um disco chamado "Step Up Photography." Também está incluído um pequeno manual de instruções, um pequeno Guia de Bolso e dois livretos intitulados: "Great Photography is Easy" (algo como "Fotografia de Qualidade é Fácil") e "Do More with Macro" ("Faça Mais com Macro"). Todos os programas vêm em versões para PC e Mac e funcionam bem tanto no Windows 7 como nas versões anteriores do Windows.

A documentação sobre como usar a câmera é boa. O Guia de Bolso dá as noções básicas para começarmos e Manual do Usuário é bem definido, com bons desenhos e explicações. No entanto, gostaríamos de ter visto uma explicação sobre o software incluída na documentação escrita. O software é abrangente, incluindo edição de fotografia, stitching, e muito mais. Mas, infelizmente, você deve procurar em cada programa para ver o que ele faz e como você vai querer usá-lo. Algumas funcionalidades, como o controle remoto que vamos falar mais tarde neste teste, podem ser facilmente negligenciadas.

Figura 2: A câmera e a lente.
Figura 2: A câmera e a lente.

Figura 3: Os outros itens da caixa.
Figura 3: Os outros itens da caixa.

Embora na caixa leia-se "Rebel", também está escrito que esta é uma câmera EOS. De fato, em alguns países, a Rebel T1i é vendida como uma EOS 500D. A correia para o pescoço, mostrada na Figura 4, também confirma a ligação com a EOS. Alguns usuários acham isso um pouco confuso.

Figura 4: A alça para pendurar no pescoço.
Figura 4: A alça para pendurar no pescoço.

EOS, entretanto, é simplesmente o nome da Canon para um certo tipo de câmera SLR. Dizem que o nome vem de Eos, a deusa do amanhecer da mitologia Grega, ou de Electro-Optical System, que representa a comunicação eletrônica de dados entre a câmera e a lente.

Há momentos em que você deve se lembrar que a Rebel T1i é uma câmera EOS. Por exemplo, quando você usa o software incluído para conectar a câmera ao computador, se você escolher "Connect to Camera" (Conectar à Câmera), o software não vai encontrar a Rebel. Você deve escolher "Connect to EOS camera" (Conectar à câmera EOS) para que o software reconheça a câmera Rebel conectada.

Isso também é importante na escolha de lentes adicionais. Qualquer lente Canon EF (Electro-Focus) funcionará com qualquer corpo de Canon EOS.

ARTIGOS RELACIONADOS
ÚLTIMOS ARTIGOS
451.841 usuários cadastrados
2.507 usuários on-line