Imprimir artigo
Descobrindo o Tipo de Memória Instalada no Micro
05/09/2001 às 1h00min por Gabriel Torres em Tutoriais
340.090 visualizações

Você pode detectar qual é o tipo de memória que está instalada em seu micro sem mesmo abri-lo e sem mesmo ter qualquer conhecimento de hardware. Para isso, basta utilizar o excelente programa Hwinfo, que pode ser baixado gratuitamente em http://www.hwinfo.com.

Através desse programa você poderá facilmente identificar se a memória do seu micro é do tipo FPM, EDO, SDRAM, DDR-SDRAM ou RDRAM (Rambus). Além de identificar a memória do micro, esse programa identifica também a marca e o modelo da placa-mãe do micro, o que é sempre uma boa pedida.

Além do tipo, você poderá ainda descobrir detalhes sobre os circuitos de memória em si. Atualmente, o grande dilema de todos os técnicos e usuários é identificar corretamente memórias do tipo SDRAM. Há três características muito importantes que todos nós queremos saber: a freqüência máxima teórica de operação da memória, a freqüência máxima prática de operação da memória (PC66, PC100 ou PC133) e a latência do CAS (CL, CAS Latency).

A freqüência de operação máxima teórica é o valor que vem estampado sobre a memória RAM, de acordo com a tabela a seguir. Entretanto, como as memórias de altas freqüências de operação foram lançadas antes de os processadores que precisariam delas estivessem disponíveis, houve problemas de compatibilidade. Por exemplo, os primeiros módulos -10, apesar de teoricamente conseguirem trabalhar a 100 MHz, faziam com que o micro travasse quando usados com os primeiros processadores lançados com barramento externo de 100 MHz (Pentium II-350 e K6-2-300). Daí surgiu a especificação PC66, PC100 e PC133. Essa especificação diz que a memória é certificada a operar corretamente com processadores de barramento externo de 66 MHz, 100 MHz e 133 MHz, respectivamente.

Valor estampado Freqüência de operação máxima teórica
-15 66 MHz
-12 83 MHz
-10 100 MHz
-8 125 MHz
-75 133 MHz
-7 143 MHz
.

Já a Latência do CAS (CL) é o tempo que a memória demora para armazenar um dado ou entregar um dado solicitado. Essa característica é medida em pulsos de clock. Quanto menor a latência do CAS, mais rápida é a memória. As memórias SDRAM trabalham com uma latência de CAS de 2 ou 3 pulsos de clock, sendo as memórias com CL=3 as mais comuns no mercado.

Usar o programa Hwinfo para identificar a memória do seu micro é fácil. Basta escolher a opção Main Board Info do menu Info e, em seguida, selecionar Extended Memory Size. O programa irá mostrar uma lista de todos os módulos de memória instalados em seu micro, como mostra a Figura 1. Querendo informações mais detalhadas sobre algum dos módulos, basta selecioná-lo, como mostra a Figura 2.

Descobrindo o Tipo de Memória Instalada no Micro
Figura 1: Programa Hwinfo identificando as memórias instaladas no micro.

Descobrindo o Tipo de Memória Instalada no Micro
Figura 2: Programa Hwinfo identificando uma memória PC-133 com CL=3.

AUTOR
Gabriel Torres
Gabriel Torres
Editor-Chefe

Gabriel Torres criou o Clube do Hardware em maio de 1996, onde escreve artigos e coordena o trabalho dos nosso diversos colaboradores. É também autor de 24 livros sobre hardware, redes e eletrônica. Foi, de 1996 a 2007, colunista do suplemento de informática do jornal O DIA (RJ). Mora atualmente nos Estados Unidos.

ARTIGOS RELACIONADOS
Identificando Memórias PC-100 Falsificadas
22/12/1999 às 11h59min por Gabriel Torres em Memória
Memórias PC-100
13/11/1998 às 1h00min por Gabriel Torres em Memória
ÚLTIMOS ARTIGOS
440.728 usuários cadastrados
2.054 usuários on-line