Imprimir artigo
Tudo o Que Você Precisa Saber Sobre Chipsets
02/08/2012 às 12h33min por Gabriel Torres em Tutoriais
319.145 visualizações
Página 4 de 4

Conexão Entre as Pontes

Quando o conceito de pontes começou ser usado, a comunicação entre a ponte norte e a ponte sul era feita através do barramento PCI, como mostramos na Figura 7. O problema é que a largura de banda do barramento PCI (132 MB/s) será compartilhada por todos dispositivos PCI do sistema e todos dispositivos conectados à ponte sul, em especial os discos rígidos..


Figura 7: Comunicação entre a ponte norte e a ponte sul usando o barramento PCI

Quando placas de vídeo topo de linha (até então as placas de vídeo eram PCI) e discos rígidos de alto desempenho foram lançados, foi criado um “gargalo” no barramento PCI. Para placas de vídeo de alto desempenho, a solução foi a criação de um novo barramento conectado diretamente à ponte norte, chamado AGP (Accelerated Graphics Port, Porta Gráfica Acelerada). Deste modo, a placa de vídeo passou a não ficar mais conectada ao barramento PCI, não prejudicando o desempenho.

A solução final veio quando os fabricantes de chipsets começaram a usar uma nova abordagem: eles criaram uma conexão dedicada de alto desempenho entre a ponte norte e a ponte sul, e conectaram os dispositivos PCI na ponte sul. Esta é a arquitetura usada atualmente. Slots PCI padrão, se disponíveis, são conectados à ponte sul. Pistas PCI Express podem estar disponíveis tanto na ponte norte quanto na ponte sul. Geralmente, pistas PCI Express disponíveis no chip ponte norte são usadas para placas de vídeo, enquanto que as pistas disponíveis no chip ponte sul são usadas para conectar slots mais lentos e dispositivos on-board como controladores USB, SATA e de rede adicionais.


Figura 8: Comunicação entre a ponte norte e a ponte sul usando uma conexão dedicada

A configuração desta conexão dedicada dependerá do modelo do chipset. Os primeiros chipsets da Intel a usarem esta arquitetura apresentavam um canal dedicado de 266 MB/s. Este canal era half-duplex, o que significa que a ponte norte e a ponte sul não podiam “falar” ao mesmo tempo. Apenas um chip podia transmitir dados de cada vez.

Atualmente, a Intel utiliza uma conexão dedicada chamada DMI (Direct Media Interface ou Interface de Mídia Direta), que usa uma arquitetura semelhante à do PCI Express, com pistas usando comunicação em série e canais distintos para transmissão e recepção de dados (ou seja, comunicação full-duplex). A primeira versão da DMI utiliza quatro pistas e é capaz de atingir uma taxa de transferência de dados de 1 GB/s (2,5 Gbps por pista) em cada direção, enquanto que a segunda versão da DMI atinge o dobro, 2 GB/s. Alguns chipsets para computadores móveis usam duas pistas em vez de quatro, reduzindo a taxa de transferência à metade.

A AMD utiliza um caminho de dados dedicado chamado “A-Link” que nada mais é que uma conexão PCI Express com um nome diferente. A “A-Link” e a “A-Link II” usam quatro pistas PCI Express 1.1 e, portanto, atingem uma taxa de transferência de 1 GB/s. A conexão “A-Link III” utiliza quatro pistas PCI Express 2.0, atingindo uma taxa de transferência de 2 GB/s.

Se você quiser saber mais detalhes sobre um determinado chipset, vá à página do seu fabricante. Aqui você pode encontrar uma lista completa dos fabricantes de chipsets e seus respectivos endereços na internet.

AUTOR
Gabriel Torres
Gabriel Torres
Editor-Chefe

Gabriel Torres criou o Clube do Hardware em maio de 1996, onde escreve artigos e coordena o trabalho dos nossos diversos colaboradores. É também autor de 24 livros sobre hardware, redes e eletrônica. Foi, de 1996 a 2007, colunista do suplemento de informática do jornal O DIA (RJ). Mora atualmente nos Estados Unidos.

ARTIGOS RELACIONADOS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS EM CHIPSETS
ÚLTIMOS ARTIGOS
446.742 usuários cadastrados
318 usuários on-line