Imprimir artigo
Lançamento do Novo Pentium 4 de 64 bits
01/03/2005 às 11h54min por Gabriel Torres em Artigos
107.551 visualizações
Página 1 de 2

Pentium 4 de 64 bits

Na semana passada a Intel finalmente lançou o seu Pentium 4 de 64 bits para concorrer de igual para igual com o Athlon 64 da AMD. Foram lançados os seguintes modelos: 630 (3 GHz), 640 (3,2 GHz), 650 (3,4 GHz), 660 (3,6 GHz) e 670 (3,8 GHz). As principais características desses processadores são:

  • Extensões de 64 bits (EM64T)
  • Soquete LGA775
  • Barramento externo de 800 MHz (200 MHz x 4)
  • Tecnologia Hyper-Threading
  • Tecnologia SpeedStep
  • Tecnologia XD (eXecute Disable)
  • Cache de memória L1 de 16 KB para dado e de 150 KB para instruções
  • Cache de memória L2 de 2 MB

Além desses processadores, a Intel lançou ainda o Pentium 4 Extreme Edition de 3,73 GHz com o novo barramento externo de 1.066 MHz e 2 MB de memória cache L2, que promete ser o mais rápido da Intel hoje. Mas não é para qualquer bico: o preço do novo Pentium 4 Extreme Edition para distribuidores nos EUA é de US$ 999, em lotes de mil unidades.

Potência

Os processadores Pentium 4 630, 640 e 650 dissipam uma potência máxima de 84 W, enquanto os modelos 660 e 670 esse número pula para impressionantes 115 W.

Nomenclatura

Como você pode reparar, os processadores Pentium 4 com tecnologia de 64 bits possuem sua numeração começando por "6", enquanto os processadores sem esta característica começam por "5". Assim, fica fácil saber se o Pentium 4 tem ou não esta característica. Por exemplo, tanto o Pentium 4 540 quanto o 640 rodam a 3,2 GHz, mas o 640 tem a tecnologia de 64 bits e as demais características não presentes em outros Pentium 4 – em especial a tecnologia SpeedStep e a memória cache L2 de 2 MB.

A Tecnologia de 64 bits da Intel (EM64T)

Para usar a tecnologia de 64 bits é necessário ter um sistema de 64 bits compatível com esta tecnologia instalado na máquina. Por enquanto, temos somente algumas versões de Linux capazes de reconhecer esta tecnologia (SuSE SL9.1 e SLES9; a versão Red Hat Enterprise Linux 3 update 2 trará suporte a esta tecnologia mas será lançado somente em maio). Os usuários Windows terão de esperar até o Windows 64 ser lançado. Você pode ler mais sobre esta tecnologia em http://www.intel.com/technology/64bitextensions.

Importante notar que esta tecnologia não tem nada a ver com a tecnologia de 64 bits usada pelos processadores Itanium (IA-64), e que programas de 32 bits rodam sem problema neste processador.

A principal vantagem desta tecnologia é fazer com que o processador consiga acessar mais memória RAM. Os processadores sem esta tecnologia acessam a até 4 GB de memória RAM. Já os processadores Pentium 4 série 6 são capazes de acessar até 32 TB de memória RAM. É claro que a quantidade máxima de memória que você pode ter no micro é limitada pelo chipset usado pela placa-mãe (já que é no chipset que está o circuito controlador de memória) e também pela quantidade de soquetes que a placa-mãe possui.

Clique aqui para ler tutorial completo sobre esta tecnologia.

ARTIGOS RELACIONADOS
ÚLTIMOS ARTIGOS
451.746 usuários cadastrados
323 usuários on-line