Imprimir artigo
Nossa Metodologia de Testes de Fontes de Alimentação
24/06/2009 às 12h30min por Gabriel Torres em Artigos
101.144 visualizações
Página 7 de 8

“Problemas” Conhecidos em Nossa Metodologia

Aqui estão algumas coisas que as pessoas podem criticar em nossa metodologia, mas mesmo com essas críticas nós estamos muito confiantes que estamos usando uma boa metodologia:.

  • Nosso testador de carga é limitado em 33 A em cada entrada de +12 V, significando que só conseguimos puxar até 792 W das saídas de +12 V da fonte. Isso faz com que sejamos capazes de testar fontes de até 900 W, somente. Fontes acima de 900 W podem ser testadas, porém puxando mais corrente de +5 V e +3,3 V em vez de +12 V.
  • Nós não testaremos a fonte de alimentação instalada em um PC típico. Nós testaremos ela exclusivamente com nosso testador de carga. Nós achamos que esta é a melhor abordagem.
  • Nós não medimos o nível de ruído acústico, mas provavelmente mudaremos isso no futuro, pois compramos um decibelímetro. O principal desafio é que anular o ruído gerado pelos equipamentos de teste, especialmente do testador de carga.
  • Nós não estamos usando qualquer tipo de condicionador ou simulador de rede CA. Nós já vimos um site chegar ao extremo de simular picos em uma rede elétrica para ver como a fonte de alimentação reage. Nós achamos que isto já é demais.

A propósito se você quiser comparar nossa metodologia com a usada por outros sites, aqui está uma lista de suas metodologias:

Se você souber de qualquer outro site que usa um testador de carga para testar fontes de alimentação por favor nos avise para que possamos incluí-lo em nossa lista. Esta é pequena porque, como sempre dizemos, 99% dos testes de fontes de alimentação estão errados.

ARTIGOS RELACIONADOS
ÚLTIMOS ARTIGOS
440.508 usuários cadastrados
1.413 usuários on-line