Imprimir artigo
Processador AMD Duron
31/05/2000 às 10h45min por Gabriel Torres em Artigos
80.301 visualizações

Duron é o nome do novo processador da AMD que será oficialmente lançado no próximo dia 5 de junho. Anteriormente conhecido por seu nome-código Spitfire (ou Athlon Select), ele é um processador Athlon destinado a micros baratos, concorrendo diretamente com o Celeron da Intel.

Assim como o Celeron, possui um cache L2 integrado dentro do processador (trabalhando na mesma freqüência de operação interna do processador), mas de apenas 64 KB (no Celeron esse circuito é de 128 KB e, no Athlon e no Pentium III, de 512 KB). Mas é bem provável que mesmo assim o Duron seja muito mais rápido do que o Celeron, já que o cache L1 do Celeron é de apenas 32 KB, enquanto que esse circuito do Duron é de 128 KB. Em outras palavras, apesar de o cache L2 do Duron ser menor que o do Celeron, o cache L1 é maior.

Mas a grande característica que diferencia o Duron de todos os demais processadores existentes hoje no mercado é o uso de um novo padrão de pinagem, chamado soquete A, que é um soquete de 462 pinos parecido com o usado pelo Celeron (que tem 370 pinos e, logo, incompatível). Isso significa que o Duron necessita de placas-mães que usem esse novo tipo de soquete, sendo totalmente incompatível com as placas-mães hoje existentes no mercado. Isto é, não dá para fazer upgrade de qualquer outro processador para o Duron trocando-se apenas o processador, mesmo que seu processador atual seja da AMD.

Processador AMD Duron
Figura 1: Processador Duron, da AMD.

Como você pode reparar, a AMD está usando a mesma estratégia da Intel para reduzir o custo de produção de seus processadores, passando a usar soquetes convencionais em vez de cartuchos (para quem não sabe, a Intel passou a produzir processadores Pentium III em forma de soquete em vez de cartucho para baratear o seu custo). Parece que isso dará resultado. O modelo de 550 MHz do Duron será lançado (nos Estados Unidos) a US$ 79,00, menos da metade do preço do processador Athlon de mesma freqüência, que custa U$ 169,00.

Ainda não tivemos contato com esse processador e, portanto, não temos como dizer se ele é ou não realmente mais rápido que os processadores da Intel e também como é o seu desempenho comparado aos demais processadores da própria AMD (K6-2, K6-III e Athlon), mas prometemos esse teste para assim que esse processador for lançado no Brasil.

AUTOR
Gabriel Torres
Gabriel Torres
Editor-Chefe

Gabriel Torres criou o Clube do Hardware em maio de 1996, onde escreve artigos e coordena o trabalho dos nossos diversos colaboradores. É também autor de 24 livros sobre hardware, redes e eletrônica. Foi, de 1996 a 2007, colunista do suplemento de informática do jornal O DIA (RJ). Mora atualmente nos Estados Unidos.

ARTIGOS RELACIONADOS
Dicas de Upgrade Para PCs um Pouco Mais Antigos
10/01/2005 às 10h29min por Gabriel Torres em Upgrade, Montagem e Manutenção
ÚLTIMOS ARTIGOS
449.319 usuários cadastrados
2.643 usuários on-line