Imprimir artigo
Teste do Cooler V10 da Cooler Master
28/07/2009 às 17h18min por Rafael Otto Coelho em Testes
115.866 visualizações
Página 1 de 7

Introdução

Produto Recomendado Clube do Hardware

Hoje nós testamos o Cooler Master V10, um gigante que além de ser um cooler a ar com 10 heatpipes, também usa um TEC (Thermo-Eletric Cooler), também chamado de placa Peltier. Será que essa placa vai realmente fazer a diferença em termos de refrigeração? Veja a resposta ao longo desse teste..

O Design do V10 é realmente muito diferente de qualquer coisa que já vimos antes. Vendo-o da primeira vez, fica até difícil ter uma ideia de como ele é realmente, pois ele não se parece com nenhum outro cooler. Vamos dissecá-lo para entender sua anatomia.

Sua caixa é grande, firme e chamativa, com um belo visual preto e vermelho, com o logotipo do modelo e um anúncio de compatibilidade com o soquete LGA1366.

Cooler Master V10
Figura 1: Embalagem.

O V10 vem bem preso dentro de espuma. Na verdade preso até demais, é difícil de retirá-lo da caixa.

Cooler Master V10
Figura 2: O V10 dentro da caixa.

Dentro da caixa encontramos o cooler propriamente dito, manuais, ferragens para fixação e uma amostra de pasta térmica da Cooler Master ThermalFusion 400.

Cooler Master V10
Figura 3: Conteúdo da embalagem.

Na Figura 4 você pode ver o cooler propriamente dito. Como dissemos, à primeira vista fica até difícil de entender como ele se posiciona sobre o processador. Parace que em nenhuma posição ele vai se encaixar direito sobre a placa-mãe, principalmente dentro de um gabinete.

Cooler Master V10
Figura 4: O Cooler Master V10.

Sua base é bem polida, em cobre anodizado. Na Figura 5 você pode ver o reflexo de um parafuso nessa superfície.
Cooler Master V10
Figura 5: Base do cooler.
ARTIGOS RELACIONADOS
ÚLTIMOS ARTIGOS
443.705 usuários cadastrados
367 usuários on-line
";