Imprimir artigo
A latência da memória interfere no desempenho do vídeo integrado?
por em Testes
Última atualização:
19.294 visualizações
Página 1 de 6

Introdução

Usuários mais exigentes muitas vezes optam por gastar um pouco mais ao comprar módulos de memória, adquirindo modelos com temporizações (latências) mais baixas que, em teoria, oferecem maior desempenho. Mas será que o uso destas memórias é capaz de extrair um maior desempenho do vídeo integrado? Vamos conferir!.

Recentemente, nós verificamos se a latência da memória interferia no desempenho do computador. Porém, nós lembramos que, embora o uso de memória dois canais em dois canais utilizando uma placa de vídeo avulsa não traga uma diferença significativa de desempenho, quando nós testamos o impacto da memória em dois canais no desempenho do vídeo integrado, o resultado foi bem diferente. Assim, nós decidimos testar se a latência da memória teria um impacto diferente com o uso do vídeo integrado em um processador A10-7870K da AMD, que é um processador com vídeo integrado com desempenho comparável ao de uma placa de vídeo básica.

Caso você não esteja familiarizado com o significado das temporizações das memórias RAM, é importante ler nosso tutorial “Tudo o que você precisa saber sobre as temporizações das memórias RAM”, que explica detalhadamente o assunto.

Em resumo, as latências ou temporizações das memórias representam o número de ciclos de clock que a memória demora a entregar um dado. Os diferentes valores (CL, tRCD, tRP e tRAS) representam os tempos de espera em situações determinadas, com trocas de linha ou coluna dos dados (já que os dados na memória ficam organizados na forma de uma matriz) ou entre diferentes comandos.

Nós decidimos utilizar memórias DDR3 rodando a 1.600 MHz, por ser esta uma das configurações mais comuns atualmente. Para o nosso comparativo, configuramos inicialmente no setup da placa-mãe a memória com as temporizações 9-9-9-24, que é um valor típico para memórias DDR3-1600 topo de linha (embora existam modelos especiais com latências ainda mais baixas) e, posteriormente, com as temporizações 11-11-11-28, que são valores tipicamente encontrados em memórias DDR3-1600 de baixo custo.

Em cada configuração, nós rodamos o 3DMark, que tem diversos testes de medição de desempenho 3D, e rodamos alguns jogos atuais, sempre utilizando apenas o vídeo integrado do processador.

A Figura 1 mostra a configuração de memória nos dois testes, verificada pelo programa CPU-Z.

A latência da memória interfere no desempenho do vídeo integrado?

Figura 1: latências utilizadas em nossos testes

Vamos listar a configuração utilizada nos testes na próxima página.

ARTIGOS RELACIONADOS
ÚLTIMOS ARTIGOS
517.984 usuários cadastrados
389 usuários on-line