Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

FAT-32

       
 126.317 Visualizações    Tutoriais  
 0 comentários

FAT-32 - saiba mais.

FAT-32
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

O sistema de arquivos FAT-32, presente no Windows 95 OSR2 ("Windows 95 B") e Windows 98 permite romper algumas limitações do tradicional sistema FAT-16. As duas principais são o limite de 2 GB por partição existente no sistema FAT-16 (no sistema FAT-32 cada partição pode ser de até 2 Terabytes) e a diminuição de desperdício em disco.

O desperdício em disco - também conhecido como slack space - são áreas marcadas como sendo usadas porém fisicamente estão vazias. Isso ocorre porque o sistema FAT armazena arquivos em unidades lógicas chamadas clusters (ou aglomerados). Caso o arquivo não tenha um tamanho múltiplo do tamanho do cluster que estiver sendo utilizado, o arquivo ocupa mais espaço em disco do que é necessário.

Por exemplo, se o disco rígido estiver utilizando clusters de 32 KB, um arquivo de 100 KB obrigatoriamente ocupará 128 KB (4 clusters de 32 KB), pois não é possível alocar "metades" de cluster, somente o cluster inteiro. Nesse nosso exemplo, 28 KB seriam desperdiçados.

O tamanho do cluster utilizado pelo disco rígido é decidido pelo sistema operacional na hora da formatação do disco, conforme as tabelas. Por exemplo, um disco rígido de 1,6 GB formatado em FAT-16 utilizará clusters de 32 KB. Esse mesmo disco formatado no sistema FAT-32 utilizará clusters de 4 KB, diminuindo consideravelmente o desperdício.

FAT-16

Tamanho do Cluster Capacidade Máxima de Armazenamento
2 KB 128 MB
4 KB 256 MB
8 KB 512 MB
16 KB 1 GB
32 KB 2 GB

FAT-32

Tamanho do Cluster Capacidade Máxima de Armazenamento
512 bytes 512 bytes
4 KB 8 GB
8 KB 16 GB
16 KB 32 GB
32 KB 2 TB

Para comprovarmos a eficiência do sistema FAT-32, fizemos um pequeno teste em laboratório. Com um disco rígido de 3,2 GB com o Windows 98 e aplicativos mais comuns instalados, utilizamos inicialmente o sistema FAT-16 (Figura 1). Depois, convertemos o disco rígido para o sistema FAT-32 (Figura 2). Como você pode observar, o espaço ocupado por arquivos diminuiu, aumentando o espaço livre. Em nosso exemplo, conseguimos recuperar cerca de 100 MB de espaço que estava sendo desperdiçado.

É importante notar que, embora o disco rígido testado fosse de 3,2 GB, tivemos que formatá-lo em duas partições, uma de 2 GB e outra com cerca de 1 GB, uma vez que o sistema FAT-16 não enxerga partições maiores que 2 GB. No sistema FAT-32, mantivemos essa mesma configuração para que pudéssemos comparar os resultados.

 FAT-32

Figura 1: Disco rígido com o sistema FAT-16.

 FAT-32
Figura 2: Mesmo disco rígido com o sistema FAT-32.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Artigos similares


Comentários de usuários


Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×