Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

HighPoint RocketMate 1000

       
 42.097 Visualizações    Testes  
 0 comentários

O RocketMate 1000 da HighPoint é um gabinete para se colocar um disco rígido IDE do lado de fora do micro.

HighPoint RocketMate 1000
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

Uma solução bastante conhecida para quem precisa transportar um disco rígido para lá e para cá é o uso de gavetas para disco rígido. Para quem não conhece, uma gaveta para disco rígido é literalmente uma gaveta, instalada em uma baia de 5 1/4" e que permite que você instale o disco rígido dentro dela. Para trocar o disco rígido de micro (por exemplo, levar o disco de casa para o trabalho), basta remover a gaveta e instalá-la no outro micro (o outro micro precisará ter a baia onde a gaveta é encaixada instalada).

O problema dessas gavetas é que você não pode colocar e tirar o disco rígido com o micro ligado (aliás, algumas pessoas já queimaram discos rígidos dessa forma) e também há a necessidade de se reconfigurar o setup do micro (a não ser que você configure o setup a detectar automaticamente o disco rígido a cada boot, opção que é padrão hoje em dia). Outra desvantagem é que os micros para receberem a gaveta precisam ter a baia (receptáculo) da gaveta instalada no gabinete, o que pode tomar bastante tempo.

Outras três soluções mais modernas para ter um HD removível no micro são usando as portas USB, FireWire (IEEE 1394) e Serial ATA. O problema das portas USB e FireWire é o desempenho. Embora o padrão USB 2.0 transfira a 480 Mbps e o FireWire a 400 Mbps, isso equivale a transmissões a 60 MB/s e a 50 MB/s, respectivamente (a taxa de transferência do disco rígido é listada em MB/s, pois a transmissão é paralela, enquanto as taxas dessas portas são listadas em Mbps, pois as transmissões são seriais; para converter Mbps em MB/s, dividimos por oito). Na prática as taxas obtidas são ainda menores, pois a taxa divulgada é a máxima, que inclui informações de controle, além dos dados. Podemos dizer que, na prática, a taxa do USB 2.0 é na faixa de 48 MB/s e a do FireWire é na faixa de 40 MB/s. Por outro lado, as portas USB 2.0 e FireWire traz como grande vantagem o fato do periférico (no caso, o disco rígido) poder ser instalado mesmo com o micro ligado.

Com discos rígidos topo de linha na casa dos 133 MB/s, é patente a queda de desempenho quando usamos portas USB 2.0 ou FireWire para conectar um disco rígido ao micro.

O padrão Serial ATA aparece como a melhor solução para o uso de um disco rígido removível no micro, mantendo o alto desempenho, já que a taxa de transferência dessa porta é de 1.500 Mbps ou 150 MB/s - maior, portanto, que as portas IDE ATA-133. Além de trazer como grande vantagem a possibilidade de conectarmos o disco rígido ao micro mesmo com ele ligado.

As placas-mães topo de linha hoje já vêm com portas Serial ATA. O problema, a um primeiro olhar, está no fato de as portas Serial ATA estarem presentes do lado de dentro do micro, e não do lado de fora, o que impede de conectarmos com facilidade um disco rígido "de transporte". Entretanto, se você tem acompanhado nossos testes, várias placas-mães têm vindo com conectores que colocam as portas Serial ATA do micro do lado de fora, como é o caso da Gigabyte GA-7VAXP Ultra e da Gigabyte GA-8KNXP.

Se há como colocarmos as portas Serial ATA do lado de fora do micro, então só fica faltando uma coisa: um gabinete para proteger o disco rígido. Afinal, você não vai querer ver o seu disco rígido "pendurado" do lado de fora do micro de qualquer maneira, com o risco de ele escorregar, bater em uma parte metálica qualquer do gabinete e dar um curto em sua placa lógica. Além disso, esse tipo de gabinete serve para proteger o disco rígido durante o seu transporte.

O RocketMate 1000 da HighPoint é justamente isso: um gabinete para colocarmos um disco rígido do lado de fora do micro.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Artigos similares


Comentários de usuários


Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×