Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Maxtor 5000XT

       
 57.089 Visualizações    Testes  
 1 comentário

Nossos testes com o Maxtor 5000XT, disco rígido externo de 250 GB que pode ser ligado ao micro através da porta USB ou da porta Firewire.

Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

O Maxtor 5000XT é um disco rígido externo de 250 GB que pode ser ligado ao micro através de uma porta USB 2.0 ou uma porta FireWire. Ele é destinado a backups e também para aqueles que necessitam armazenar arquivos muito grandes e precisam transportá-los de um micro para o outro, como é o caso de profissionais que trabalham com edição de áudio e vídeo. Como funciona tanto em PCs quanto em Macs, este equipamento é ainda mais versátil do que outras soluções existentes no mercado.

Maxtor 5000XT
Figura 1: Maxtor 5000XT.

Podendo ser instalado e removido mesmo com o micro ligado, o Maxtor 5000XT torna as famosas "gavetas" de discos rígidos - que é a solução que muitos usam para o transporte de discos rígidos - em dispositivos completamente obsoletos.

O 5000XT possui um recurso realmente fantástico, que é um botão em seu painel frontal que permite que o backup do seu disco rígido seja feito com apenas um toque. Pressionando-se este botão, o software de backup que acompanha o produto, chamado Retrospect, é ativado. Quando pressionamos o botão pela primeira vez, devemos configurar os parâmetros do backup (arquivos ou diretórios de origem, por exemplo). Da segunda vez em diante, o programa executará a mesma opção que executou da última vez, fechando o programa ao final do backup. Este programa é realmente uma mão na roda.

O HD vem com um cabo USB, um cabo FireWire e uma fonte de alimentação. Seu design permite que ele seja empilhado. Se você usar a porta FireWire, como o HD tem duas portas FireWire em sua parte traseira, é possível conectar vários HDs em cascata, com apenas um cabo ligando os discos rígidos ao micro. Ou, se você preferir, você pode usar o HD em pé, usando o apoio que acompanha o produto, fazendo com que ele ocupe menos espaço em sua mesa.

Maxtor 5000XT
Figura 2: Maxtor 5000XT, vista traseira.

Maxtor 5000XT
Figura 3: Fonte de alimentação, cabos, CD e apoio para colocar o 5000XT em pé.

Achamos o produto realmente prático. A nossa grande dúvida, porém, era em relação ao seu desempenho. Embora o padrão USB 2.0 transfira dados a 480 Mbps e o FireWire a 400 Mbps, isso equivale a transmissões a 60 MB/s e a 50 MB/s, respectivamente (a taxa de transferência do disco rígido é listada em MB/s, pois a transmissão é paralela, enquanto as taxas dessas portas são listadas em Mbps, pois as transmissões são seriais; para converter Mbps em MB/s, dividimos por oito). Na prática as taxas obtidas são ainda menores, pois a taxa divulgada é a máxima, que inclui informações de controle, além dos dados. Podemos dizer que, na prática, a taxa do USB 2.0 é na faixa de 48 MB/s e a do FireWire é na faixa de 40 MB/s. Por outro lado, as portas USB 2.0 e FireWire trazem como grande vantagem o fato do periférico (no caso, o disco rígido) poder ser instalado mesmo com o micro ligado.

Abrindo o aparelho, verificamos que ele internamente usa um disco rígido DiamondMax 16, que é ATA-133 e roda a 5.400 rpm. Ou seja, é pouco provável que este disco obtenha a mesma taxa que obteria se estivesse conectado diretamente à porta IDE do micro. Mas em contrapartida, não poderíamos desconectá-lo de um micro e conectá-lo a outro estando os PCs ligados.

Uma solução para resolver o problema do desempenho seria usar o barramento Serial ATA, como o RocketMate 1000 da HighPoint, que já testamos. A desvantagem ao nosso ver é que somente os micros mais novos e topo de linha têm portas Serial ATA, e caso esta interface fosse usada, seria necessário instalar uma placa Serial ATA no micro. Embora portas FireWire não sejam encontradas em todos os PCs, as portas USB 2.0 são padrão hoje em dia (e mais rápidas até do que as portas FireWire), mesmo para micros mais baratos.

A série 5000 de HDs externos da Maxtor consiste atualmente dos seguintes modelos: 5000XT, com disco rígido de 250 GB e portas FireWire e USB 2.0, que foi o modelo que testamos; 5000DV, com disco de 200 GB e portas FireWire e USB 2.0; e 5000LE, com disco de 80 GB e portas USB 2.0.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Parece ser uma ferramenta muito interessante, mas não passa de uma gaveta mais sofisticada. Então fica a pergunta: Será que se for colocado um HD com uma capacidade maior e uma velocidade maior, ele iria funcionar normalmente ? :huh:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário







Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×