Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste da Base Para Instalação de Discos Rígidos Thermaltake BlacX

       
 30.047 Visualizações    Testes  
 1 comentário

O BlacX é uma base externa que permite a você conectar discos rígidos no micro através de uma porta USB 2.0.

Teste da Base Para Instalação de Discos Rígidos Thermaltake BlacX
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

O BlacX é uma espécie de “base” com interface USB 2.0 para a instalação de um disco rígido SATA do lado de fora do micro. Tudo bem que já vimos centenas de gabinetes externos para discos rígidos antes, mas o que faz deste produto da Thermaltake único é o fato de você não precisar instalar o disco rígido dentro de um gabinete, basta inserir o disco rígido em um slot disponível na base. Na verdade a instalação de um disco rígido no BlacX lembra muito a instalação de um cartucho de jogo em videogames antigos. Parece interessante? Continue lendo.

Thermaltake BlacX
Figura 1: Thermaltake BlacX.

Como você pode ver na Figura 1, ao contrário de outros gabinetes externos para discos rígidos, o BlacX é aberto, o que significa que você pode instalar seu disco rígido apenas colocando-o em um slot disponível – imagine instalando um cartucho de jogo em um videogame antigo, é a mesma coisa. Este slot permite tanto a instalação de discos rígidos de 3,5” quanto de 2,5”, já que ele tem uma tampa retrátil para permitir a instalação de discos rígidos de 2,5” no slot. O BlacX aceita apenas discos rígidos SATA.

Thermaltake BlacX
Figura 2: Os conectores dentro do slot.

Thermaltake BlacX
Figura 3: O BlacX com um disco rígido instalado.

Como o disco rígido fica exposto este dispositivo não precisa de uma solução de refrigeração para o disco rígido.

Na Figura 4 você ver a parte traseira da base e na Figura 5 você ver os cabos de alimentação e USB A/B que vêm com o produto.

Thermaltake BlacX
Figura 4: Parte traseira.

Thermaltake BlacX
Figura 5: Cabos de alimentação e USB A/B.

O BlacX suporta o recurso hot swap (troca quente), o que significa que você pode instalar e remover discos rígidos com o micro ligado (não esqueça que você precisa removê-lo primeiro no Windows clicando com o botão direito sobre o ícone do disco em Meu Computador e escolhendo a opção “Ejetar”; uma outra maneira de fazer isto é usar o assiste para “Remover Hardware com Segurança” que aprece próximo ao relógio do Windows).

O único problema com este aparelho é que ele usa interface USB 2.0, o que limita a taxa de transferência até 60 MB/s (480 Mbps). Para usuário que precisam copiar grandes quantidades de dados uma interface eSATA é uma opção muito melhor, já que o disco rígido atinge o mesmo nível de desempenho como se estivesse instalado dentro do micro.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Tenho uma "dock Station"igual a essa só que de outra marca.

Funciona muito bem , com a vantagem de não precisar de ventilação por deixar o hd descoberto, só acho ruim o fato da tampa dela ser cortada do tamanho dos discos 2,5, coisa que faz com que entre bstante poeira o que a longo prazo pode danificar os contatos.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×