Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Tudo o que você precisa saber sobre o Serial ATA (SATA)

        870.200 Visualizações     31 comentários     Tutoriais   

Tudo o que você precisa saber sobre o padrão de conexão Serial ATA (SATA), utilizado na conexão de unidades de armazenamento tanto em computadores de mesa quanto em computadores portáteis.

Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

Serial ATA ou simplesmente SATA é o padrão atual para conexão de unidades de armazenamento tanto em computadores de mesa quanto em computadores portáteis. Neste tutorial explicaremos tudo o que você precisa saber sobre ele.

Antes de as portas SATA terem se tornado padrão, placas-mãe e unidades de armazenamento usavam um conector chamado ATA (Advanced Technology Attachment), popularmente conhecido como IDE (Integrated Drive Electronics), muito embora o IDE seja o nome do padrão de construção de discos rígidos e não da porta de comunicação em si. Com o lançamento das portas SATA, as portas ATA passaram a ser chamadas PATA (Parallel ATA).

A conexão ATA transferia dados de forma paralela. A vantagem da transmissão paralela é que ela é mais rápida do que a transmissão em série (caso seja utilizado o mesmo clock), pois transmite vários bits por vez. Sua grande desvantagem, porém, é em relação ao ruído. Como terão de existir muitos fios (pelo menos um para cada bit a ser transmitido por vez), um fio gera interferência no outro. É por esse motivo que os discos rígidos ATA-66 e superiores precisam de um cabo especial, de 80 vias. A diferença entre esse cabo de 80 vias e o cabo IDE comum de 40 vias é que ele possui um fio de terra entre cada fio original, funcionando como uma blindagem contra interferências. Em nosso tutorial “Tudo que você precisa saber sobre discos rígidos ATA-66, ATA-100 e ATA-133” abordamos em mais profundidade este assunto. A taxa de transferência máxima do padrão IDE é de 133 MB/s (ATA-133).

No Serial ATA, por outro lado, a transmissão dos dados é feita em série, ou seja, transmitindo um bit por vez. Muita gente pensa que a transmissão em série é necessariamente mais lenta que a transmissão em paralelo, já que apenas um único bit é transmitido por vez em vez de vários. No entanto, isto só é verdade se compararmos os dois tipos de transmissão usando a mesma taxa de clock. Se um clock muito maior for usado na transmissão em série, ela pode ser inclusive bem mais rápida do que a transmissão paralela. Isto é exatamente o que acontece com o Serial ATA. Basta ter em mente em o primeiro padrão SATA, o SATA-150, já era mais rápido que o padrão ATA mais rápido, o ATA-133 (150 MB/s vs. 133 MB/s).

O problema em aumentar a taxa de transferência na transmissão paralela é ter de aumentar o clock, já que quanto maior o clock, maiores são os problemas relacionados à interferência eletromagnética. Como a transmissão em série utiliza apenas um fio para transmitir os dados, ela sofre menos com problemas de ruído o que permite obter clocks elevados, resultando em uma taxa de transferência maior. Além disso, a transmissão em série utiliza transmissão diferencial, que ajuda na atenuação de ruídos. Em nosso tutorial “Como o Gigabit Ethernet funciona” explicamos em mais detalhes como funciona o esquema de transmissão diferencial.

É também muito importante notar que o Serial ATA implementa dois caminhos de dados separados, um para a transmissão e outro para recepção dos dados. Na transmissão paralela (IDE) apenas um caminho é usado, que é compartilhado tanto para transmissão quanto para recepção. O cabo Serial ATA é formado por dois pares de fios (um par para transmissão e outro para para recepção), utilizando transmissão diferencial, como já explicado. Além dos fios de transmissão e recepção, três fios terra são utilizados. O cabo SATA tem, portanto, sete fios.

Outra vantagem da utilização da transmissão em série é que poucos fios são necessários no cabo. Portas IDE tradicionais utilizam um conector de 40 pinos e um cabo de 80 vias. As portas Serial ATA utilizam um conector de sete pinos e um cabo com sete fios. Isto ajuda e muito no fluxo de ar dentro do micro, já que cabos mais finos não obstruem a passagem do ar.

Após essa introdução história, vamos falar das portas SATA em si.

Editado por

Compartilhar



Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Comentários de usuários




:-BEER

Beleza... Mas a pergunta é: VALE A PENA?

Hoje montei um PC com placa ECS quer veio com S.ATA... Mas o preço do HD é maior que o IDE 133... E pelo desempenho que eu vi em alguns testes desanima...

Que vocês acham?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eu troquei o meu HD IDE da Seagate por um SATA da Seagate e eu tive um ganho sim, embora eu tb tenha trocado a placa mãe tb.

Eu estava usando uma placa ASUS P4S800 e agora estou usando uma ABIT IC7G.

Claro q tive um ganho maior ainda mais agora q estou usando uma placa mãe melhor do q a q eu tinha, q usava o chipset da SIS. Minha nova placa da ABIT usa chipset da Intel, q não tem nem comparação cara.

Um detalhe do SATA q eu quero deixar registrado e quanto ao barulho da criança. O cara fala alto viu. Um outro detalhe é q não precisei instalar o driver para SATA, minha placa reconheceu bacana.

Abraços,

Christian

:priv:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Gostaria que fosse esclarecido o fator velocidade entre um SATA e uma HD Ide, uma vez que em teoria o IDE deveria ser mais rápido por utilizar transmissão paralela.

A questão é: O que faz com que o SATA seja mais rápido mesmo utilizando transmissão serial ?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

:D Pessoal, recomendo o uso do sata, pois estava usando um IDE convencional e troquei por um sata. A diferença foi muito grande.

Gostaria de dizer também que, não troquei a minha placa(P4P800-VM) pois a mesma já possuia a conexão sata.

Também quero dizer que fiz um teste com dois HD's, um Segate e um Samsung. O Samgung é mais rápido e faz menos ruido, apesar do Segate ser bem silencioso em comparação com um IDE.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

:wacko: Uma pergunta galera. Sata necessita de um outro tipo de alimentação?

porque as fontes tem um conector para 2 Sata?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Pessoal

O SATA vai trabalhar legal em conjunto com o meu HD IDE? Vão se enxergar? O SATA precisa ser "master"?

Valeu!

DKB

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por dankb@02 de agosto de 2005, 18:53

Pessoal

O SATA vai trabalhar legal em conjunto com o meu HD IDE? Vão se enxergar? O SATA precisa ser "master"?

Valeu!

DKB

O SATA trabalha muito bem com outro HD IDE. Não existe problema algum, pois eu utilizo um HD SATA de 120 Gb e um outro de 40 Gb IDE.

Pode ligar tranquilo.

Valeu :palmas: :palmas: :palmas:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ao contrário do que ocorre na porta IDE tradicional, na porta Serial ATA só podemos instalar um dispositivo Serial ATA.

Bem eu tenho uma ASUS K8V-X com duas portas Serial ATA e um samsung 160 Gb instalado. Pelo que sei nada impede que eu instale outro HD serial na outra porta certo? Mas afinal eles irão funcionar como um único HD ou, como nos IDE's cada um vai ser independente do outro??

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

BOM DIA COMPREI UM HD SATA SAMSUNG 80GB, É A PRIMEIRA VEZ QUE INSTALO UM HD SATA NO MICRO O QUE EU ACHEI ESTRANHO É QUE ELE NÃO FAZ BARULHO NENHUM COMO SE ESTIVE FORA DO CONECTOR DE FORÇA E TAMBÉM não ESQUENTA, ISSO É NORAL EM HD'S SATA?

falou <_<

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Olá fkisner,

pelo que li na matéria do Gabriel, é isso mesmo, e essa é uma vantagem do HD SATA, pelo fato de o seu cabo ser blindado ele não emite ruídos e nem ao menos interferencia.

Agora quanto ao aquecimento eu não sei bem o que rola que ele não esquenta mas isso é uma bela de uma vantagem, desde que ele esteja funcionando perfeitamente.

Pablo leonardo

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ué pessoal... eu não entendi... :wacko:

Não tavam dizendo que PATA é mais rápido que SATA?

Mas lá tá escrito q o máx da tx de transf da IDE é de 133 Mb/s.

Já a SATA é de 150 Mb/s e a SATA II de até 300 Mb/s.

Como é que fica?! :blink:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Po galera, mas ta difícil vocês entenderem heiN? hehehe!

Seguinte...

SATA é mais rápido que "PATA" porque por ter menos "fios", diminui a interferencia eletromagnetica e sendo assim, possibilita o aumento da velocidade de transferencia. A mesma coisa acontece com a interface PCI-Express que passou a transmitir dados em uma interface serial, ao contrário do barramento AGP, que era transmitido paralelamente. Neste caso, quanto mais voce aumenta a velocidade de transmissao, maior é a interferencia eletromagnetica. E nas interfaces paralelas, essa interferencia é bem maior que na interface serial. Entenderam agora?!?!?!

E não resta duvida de que SATA é SIM mais rápido que IDE. não precisam ficar perguntando!!!

DUVIDA:

Porque na descrição de motherboards da Asus, que suportam SATA II, eles informam assim:

4 x Serial ATA 3 Gb/s

Porque 3Gb/s ?? não seria 300 MB/s ???

Lembrando que 3000 MB (3Gb) / 8 = 375, o que seria maior que 300 MB

Isso eu realmente não entendi... alguem sabe?

Daniel

Editado por Evandro

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por paiva.daniel@29 de abril de 2006, 15:35

DUVIDA:

Porque na descrição de motherboards da Asus, que suportam SATA II, eles informam assim:

4 x Serial ATA 3 Gb/s

Porque 3Gb/s ?? não seria 300 MB/s ???

Lembrando que 3000 MB (3Gb) / 8 = 375, o que seria maior que 300 MB

Isso eu realmente não entendi... alguem sabe?

Daniel

Os 75MB/s a mais são os bits de paridade.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Outra coisa que não foi esclarecida é o seguinte... voce pode ligar vários dispositivos sata numa mesma placa mãe, a diferença do sata é que para cada entrada na placa mãe você só pode ligar 1 hd, diferentemente do PATA que você liga 2 hds no mesmo cabo na mesmo porta IDE...

Portanto, se a placa mãe tiver 2 entradas sata você pode ligar dois dispositivos sata, se a placa-mãe tiver 3, você pode ligar 3, e por ai vai...

Acredito que não vale a pena você comprar um adaptador para transformar o seu hd pata em um sata a não ser que você já tenha o hd pata e queira ligar ele em uma placa-mãe onde não existe conector pata, apenas sata. e vice versa... como o hd foi projetado para um tecnologia eu acredito q ele não vai obter ganho usando adaptadores...

Quanto a eles fazerem menos ruido... bom, o ruido que vocês leram no texto não era ruido de barulho, e sim ruido de interferencia...

é possivel que os hds sata façam menos barulho por que eles utilizam tecnologias mais novas, mais que devem estar disponiveis em outros hds pata novos também... pois a transmição de dados nada tem haver com o hd fazer barulho...

Agora quanto a eskentar, é possivel que eskentem menos... como uma das coisas que mais esquenta é a placa logica, e o sata utiliza uma lógica diferente, pode ser que eskente menos mesmo, mais esses dados eu não tenho certeza...

abraços

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

:muro:

Pessoal, me ajudem!

Comprei uma placa Assus AV600-X (com suporte SATA) e um HD Sata Maxton 80GB. Ta tudo montado direitinho, a placa reconhece o HD, só que, ao tentar instalar o tal Win XP SP1 tenho a mensagem: "nenhum dispositivo de armazenamento foi encontrado..."

Como fazer para resolver isso? Um versão do XP com SP2 resolve?

Tenho que instalar algum drive antes de iniciar a instalação do XP? Como?

Valeu!

JCJ.

:muro:

:wacko:

Estou com o mesmo problema, só que com uma ASUS K8U-X. Alguém poderia responder o amigo e eu ao mesmo tempo? :cry:

Ou será que eu que sou lerda? :bravo:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Quanta dúvida em gente... ;)

Vou tentar responder usando o mesmo artigo que você leram, pra mostrar que as vezes é só ter um pouco mais de atenção!

Beleza... Mas a pergunta é: VALE A PENA?

Hoje montei um PC com placa ECS quer veio com S.ATA... Mas o preço do HD é maior que o IDE 133... E pelo desempenho que eu vi em alguns testes desanima...

Que vocês acham?

Olha, eu digo que vale a pena.. Primeiro, tem um desempenho superior sim, eu comprovei isso testando dois HD's aqui da Samsung, mesmas características, porém um Ata e o outro Sata. Sobre o preço, a diferença está na casa do R$ 30,00 no máximo, compensa pagar um pouco mais para você ter um produto mais atualizado e com certeza com o desempenho superior.

Um detalhe do SATA q eu quero deixar registrado e quanto ao barulho da criança. O cara fala alto viu. Um outro detalhe é q não precisei instalar o driver para SATA, minha placa reconheceu bacana.

Engraçado que o meu é super silencioso...

Gostaria que fosse esclarecido o fator velocidade entre um SATA e uma HD Ide, uma vez que em teoria o IDE deveria ser mais rápido por utilizar transmissão paralela.

A questão é: O que faz com que o SATA seja mais rápido mesmo utilizando transmissão serial ?

Está descrito na Introdução ( página 1 ) leia com um pouco mais de atenção, caso venha a continuar com a dúvida, pergunte novamente.

Uma pergunta galera. Sata necessita de um outro tipo de alimentação?

porque as fontes tem um conector para 2 Sata?

a tecnologia Sata usa um conector diferente do padrão ATA, está no texto. Não entendi a segunda questão.

O SATA vai trabalhar legal em conjunto com o meu HD IDE? Vão se enxergar? O SATA precisa ser "master"?

Não existe problemas de compatibilidade! Se você observar, os HD's Sata não usam master ou slave, mesmo porque tirando o caso do multiplicador de portas, cada HD Sata uma porta exclusiva, não sendo compartilhada como no caso da Ata, onde você pode ligar dois dispositivos em uma única porta.

Pessoal, me ajudem!

Comprei uma placa Assus AV600-X (com suporte SATA) e um HD Sata Maxton 80GB. Ta tudo montado direitinho, a placa reconhece o HD, só que, ao tentar instalar o tal Win XP SP1 tenho a mensagem: "nenhum dispositivo de armazenamento foi encontrado..."

Como fazer para resolver isso? Um versão do XP com SP2 resolve?

Tenho que instalar algum drive antes de iniciar a instalação do XP? Como?

Quando o Windows começar a carregar os arquivos necessários para a instalação, bem no começo, aparece a opção para você apertar F6, que é para específicar o driver Sata, ou SCSI, ou outro relacionado a armazenamento... Depois disso, aparecerá a opção para você instalar o tal driver Sata, pois o Windows não reconhece esse dispositivo na hora da instalação. Com certeza na caixa da sua placa mãe tem um disquete escrito Sata, é só você inserir e dar Enter, que ele será instalado. Caso não tenha procure no site da Asus p driver, na parte relacionada a sua placa mãe, e crie um disquete.

Bem eu tenho uma ASUS K8V-X com duas portas Serial ATA e um samsung 160 Gb instalado. Pelo que sei nada impede que eu instale outro HD serial na outra porta certo? Mas afinal eles irão funcionar como um único HD ou, como nos IDE's cada um vai ser independente do outro??

Serão independentes. Você pode configura-los com o recurso RAID ( para otimização, ou segurança, ou ...)

Caso queira configura-los com RAID, tem um tutorial aqui no Clube do Hardware, procure em Tutoriais.

Uma dúvida

Tenho uma Placa Intel com dois HD´s ATA Seagate ST340015A e ST380020A, conectados normalmente pela IDE 1 e 2.

A questão é: vi no artigo a demonstração de um adaptador, compensa instalar esse adaptador ou deixar como está?

Primeiro, estão conectados pela porta SATA 1 e SATA 2. Segundo, não há necessidade desse adptador, mesmo porque isso iria resultar numa perda de desempenho, pois a banda seria dividida entre esses dois HD's. Seria interessante você trablhar com RAID.

Estou com o mesmo problema, só que com uma ASUS K8U-X. Alguém poderia responder o amigo e eu ao mesmo tempo? cry2.gif

Ou será que eu que sou lerda? bravo.gif

Já foi respondido acima..

-

Espero ter ajudado, qualquer erro avisem ok?

Cheers,

gugaZ-

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Alguns detalhes que devem ser levados em conta:- A HD SATA não funciona bem na maioria das Distos LINUX não existe Drivers para Linux das HDs SATA por isso quem estiver interessado em adquirir uma SATA, precisa levar em consideração, que os fabricantes não oferecem os drivers para LINUX e os desenvolvedores ainda não resolveram todos os problemas com esses hardwares moderno.

HD SATA, PLACAS MÃE com PCI Express, Duplo Processadores ou Dual Core 64Bits, PLACAS DE VIDEO são enormes dores de cabeça pra quem quer ou precisa usar LINUX.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Fala sério viu!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!. Um tutorial desses e a galera perguntando, sem comentários, o pior nisso tudo é q a maioria vai na Santa Efigenia compra hd SATA pro pc e não pede explicação pro vendedor se não tivessemos um amigo igual esse ai q respondeu quase todas as duvidas estariamos lascados.

Enfim

O SATA realmente é + rápido sim e ate possivel fazer um overclock na sua transmissão, estranho né? mas acreditem se vocês possuem um HD SATA a sua transmissão pode ser elevada, o seu meio de comunicação apesar de ser em serie possui uma largura de freqüência maior possibilitando uma transmissão mais rapida, ate poderiamos pensar em algo do tipo mas quanto maior a freqüência dentro do cabo maior não será o ruido? Tendo isso em vista ate pode ocorrer mas pra q isso não ocorra use um cabo com blindagem interna de malha e blindagem externa, mas como o SATA "ainda esta chegando no mercado", o cabo q vem junto com a placa-mãe pode ser utilizado, e com relação ao barulho e porque o hd tem uma rotação de 7,200 RPM se não for +, Caso queiram ver algo diferente procurem pelos HD Opticcos o Site da seagate tem esse produto e sinceramente os HDS lá atigem ate 12 RPM senao +

Editado por Evandro
removendo parte não relacionada ao tema do artigo

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

E a instalação do Windows em um HD serial-ATA. Onde posso conseguir informação em português?

Caro amigo a instalação do SATA no windows XP necessita de um disquete com a controladora SATA de sua placa mãe, o q posso lhe recomendar é entrar no site do fabricante de sua placa-mãe e baixar o utilitário ele cabe certinho nesse disquete, e durante o inicio da instalação pressione o """"F6""" do teclado e logo em seguida coloque o disquete e aponte para a instalação o driver da controladora SATA, espero ter lhe ajudado abraços

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Este artigo ficou muito bom.

Mais uma cousa que eu não seu e sobre SATA-I e SATA-II, eles tem tacha de transferência diferentes, mais para suportar o SATA-II tem que ter um HD com esta tecnologia e a placa-Mãe também quem ter suporte a SATA-II ou qualquer placa com entrada SATA suporta SATA-II.

ATE+++

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Faz uns 3~4 anos já que só uso o padrão SATA nos HDs, inclusive no drive de DVD-rw :D

Interessante aquele Multiplicador de Porta

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Carvalhoso,

Eu gostaria de agradecê-lo, pois foi graças aos seus comentários nos testes de HD/controladora que eu fiz recentemente que eu me dei conta que esta informação estava faltando. Eu ainda vou corrigir o teste da controladora RAID, peço só paciência... Muita coisa para fazer por aqui... ;)

Abraços,

Gabriel Torres.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Muito legal as informações sobre o SATA, mas ainda sinto muita falta de um suporte sobre instalação de Sistemas Operacionais em HD's SATA, eu acabo connseguindo, mas essa coisa de "desligar a interface SERIAL ATA" na BIOS de alguns Notebooks para poder instalar o XP em um HD SATA me deixa louco! Por que "desligar" a interface e depois usar algo instalado nela? E os drivers que precisam ser instalados em placas mais antigas e são copiados para um dispositivo controlado pelo próprio driver? Na prática tudo funciona e eu sempre consigo, mas nunca entendi o porquê...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora