Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Visão Geral da Tecnologia Robson

       
 77.205 Visualizações    Tutoriais  
 12 comentários

A próxima geração da plataforma Centrino (Santa Rosa) terá um cache de disco integrado usando memória flash de modo a aumentar o desempenho de disco além de economizar energia. A Intel chama este recurso de tecnologia Robson. Vamos ver como esta tecnologia funciona.

Visão Geral da Tecnologia Robson
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

A próxima geração da plataforma Centrino – codinome Santa Rosa e que será lançada no próximo ano –  terá um cache de disco integrado usando memória flash de modo a aumentar o desempenho de disco e para economizar energia – o que é muito bom para aumentar a autonomia da bateria. Neste IDF Fall 2006 tivemos uma explicação mais detalhada de como esta tecnologia, chamada Robson, funcionará. Vamos dar uma olhada.

Primeiro, o que motivou a Intel a criar esta tecnologia? Se você observar um acesso a disco típico, verá que a maioria do tempo é gasto movendo partes mecânicas do disco em vez da transferência de dados propriamente dita, como você pode ver no exemplo dado na Figura 1.

Visão Geral da Tecnologia Robson
Figura 1: A maioria do tempo é desperdiçada devido à latência das partes mecânicas dentro do disco.

O segundo problema é que o processador é muito mais rápido do que o disco rígido, o que causa um “gargalo” no micro: quando o processador precisa ler algum dado do disco rígido ele tem que esperar o dado solicitado para poder processá-lo.

Nos últimos 10 anos o problema só piorou: enquanto o desempenho do processador aumentou 30 vezes, o desempenho do disco rígido aumentou apenas 1,3 vez.

Visão Geral da Tecnologia Robson
Figura 2: O desempenho do disco rígido não acompanhou o aumento de desempenho do processador nos últimos 10 anos.

O que a Intel está propondo com a tecnologia Robson é uma solução de cache usando memória flash entre o processador e o disco rígido. A idéia é fazer com que o processador acesse esta memória flash, que é muito mais rápida, em vez de acessar o disco rígido já que, como explicamos, é muito mais lento do que o processador. Com isso, esta memória flash irá basicamente armazenar os dados acessados com mais freqüência de modo a aumentar o desempenho no acesso ao disco.

A Intel nos mostrou alguns dados preliminares de desempenho (Figura 3) usando o Photoshop. No teste conduzido pelo pessoal da Intel um cache de memória flash de 1 GB aumentou a taxa de transferência do disco rígido em 463%, fazendo com que o tempo gasto para rodar o teste caísse de 24,5 segundos para 12,4 segundos.

Visão Geral da Tecnologia Robson
Figura 3: Impacto de desempenho da tecnologia Robson.

E não é apenas isto. Como o disco rígido será menos acessado, o seu consumo de energia e a produção de calor também serão menores. Claro que quanto mais acertos do cache, ou seja, quanto mais o processador acessar o cache em vez de acessar o disco rígido diretamente, maior será a economia de energia, como você pode ver na Figura 4.

Visão Geral da Tecnologia Robson
Figura 4: Economia de energia do disco rígido com a utilização da tecnologia Robson.

A tecnologia Robson também aumenta a velocidade do notebook voltando do modo de hibernação. Quando você coloca o seu notebook para hibernar, o que o sistema faz é gravar no disco rígido o conteúdo da memória RAM. Quando você o acorda, o sistema transfere de volta o conteúdo do arquivo criado para a memória RAM, restaurando todos os programas e dados que estavam carregados quando você colocou o seu micro portátil para dormir.

Com o Robson este arquivo é armazenado na memória flash em vez de no disco rígido. Dessa forma, quando você acorda o seu micro acordará mais rapidamente, já que a taxa de transferência da memória flash é muito mais rápida do que a do disco rígido.

É claro que se você tiver mais memória RAM do que memória Robson seu notebook vai continuar usando um arquivo no disco rígido para gravar o resto da memória RAM que não coube na memória flash. Mesmo assim a diferença no desempenho será bem visível.

Vamos agora dar uma olhada mais aprofundada de como a tecnologia Robson será implementada.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


essa nova função para a memória flash já não é cumprida pela memória ram?

onde ela ficará no diagrama novo da intel?

a informação segue:

hd>ram>cache>núcleo

certo, errado? não entendi.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

é a ram também faz um "cache" do hd...mas quando você desliga o pc adeus cache da ram...e quando você liga ele todos os dados tem q ser lidos do hd e jogados na ram...acho q a ideia da intel é usar a memoria flash pra fazer um cache do hd sem precisar que as coisas sejam lidas do hd para a ram no boot e sim da memoria flash para a ram...coisa q a gigabyte faz com a plaquinha irão deles...=D

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

+ uma coisa q não é novidade

a algum tempo atrás a giga-byte lançou no mercado algo parecido como esse cartão de chip so q ao invés de usar flash usava memoria ram mesmo e era possivel colocar ate 8 GB de ram o windows xp pro com todos os updates e patches carregava em menos de 12 segundos nun p4 de 2GHz ou seja se isso era bom imaginen agora como ficaria conectado na interface PC Xpress

tem coisas do passado que vem para o presente fala sério q decepção

abraços

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

foi o que eu disse no post anterior....essa placa q fazia com q você pudesse utilizar memoria ram para armazenar dados permanentemente é a irão fabricada pela gigabyte...e creio que usar ela seja até mais rápido que essa solução da intel...já q n temos informação se a solução da intel vai permitir que instalemos qlq coisa diretamente nesta memoria flash, ou se ela só serve de cache mesmo...

porém a solução da intel é mais economica em energia, em custo e mais confiável...já q a irão precisava ficar sendo alimentada se não seus dados já eram....mas n acho uma decepção...apesar da tecnologia já existir de forma "diferente" ela veio para ajudar, afinal um aumento de 463% no desempenho n é todo dia q se consegue...

falou

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
é a ram também faz um "cache" do hd...mas quando você desliga o pc adeus cache da ram...e quando você liga ele todos os dados tem q ser lidos do hd e jogados na ram...acho q a ideia da intel é usar a memoria flash pra fazer um cache do hd sem precisar que as coisas sejam lidas do hd para a ram no boot e sim da memoria flash para a ram...coisa q a gigabyte faz com a plaquinha irão deles...=D

Apesar da tecnologia Robson não ser exatamente isso, testes da Intel mostram que o notebook sai do modo de hibernação mais rapidamente. O que acontece é que quando você coloca o notebook em modo de hibernação, ele normalmente grava o conteúdo da RAM em um arquivo no HD.

Então com um notebook com 1 GB de Robson, dá e sobra para gravar o conteúdo da RAM (desde que você tenha até 1 GB é claro).

Lembro que as memórias são flash então quando o micro é desligado os dados não são perdidos e alimentação não é necessária.

Abraços,

Gabriel.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Agora sim to vendo vantagem desculpe caso tenha falhado no meu entendimento, mas se formos analisar o que temos hoje no mercado se os hds forem fabricados somente com chips de irão ou mesmo ram a velocidade o desempenho será muito maior pena que o custo desse brinquedo iria ser caro mas imaginem você ter o prazer de ter um pc carregando em apenas alguns segundos

valeu

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Bom acho que este método de usar um armazenamento híbrido de mídia digital e magnética veio também do estudo da Samsung. Se não me engano, ela foi uma das primeiras a implantar um disco com estes dois meios de armazenamento com o ituito de reduzir a latência e maximizar a transferência de arquivos.

A vantagem das memória é sua linearidade, tanto na latência quanto na taxa de transferência coisa que no HD não é possível de se realizar.

Eu acredito que não possa ser um "cache" porque memórias flash possuem uma certa vida útil para as atividades de leitura e escrita e sim apenas um armazenamento mais rápido.

Quanto ao i-Ram ele é um bom conjunto, mas necessita de alimentação contínua para que os dados sejam armazenados e no flash não é necessário como já foi citado.

Agora fiquei feliz pela "tecnologia" utilizar uma controladora PCI-E, facilitando a implantação futura em desktops.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Olá,

Só para avisar que adicionei três novos parágrafos ao artigo explicando melhor a história do que acontece quando a gente coloca um notebook com esta tecnologia em modo de hibernação.

Abraços,

Gabriel.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Minha Placa-Mãe (Gigabyte GA-P35C-DS3R) possui a tecnologia “Intel Turbo Memory”, nome comercial da Tecnologia Robson, que é uma tecnologia de cache de disco usando memórias flash, disponível através da instalação de uma placa PCI Express x1.

Vale a pena comprar uma memória dessas? Qual é o custo? Onde achá-las pra comprar?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

comprei um notebook que tem essa tecnologia opcional, na bios tem a opção de ativar o robson mais nao sei se tem, depois de ativado o everest detecta ele?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×