Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste do Headset Black Naja 7.1 da Dazz

       
 62.479 Visualizações    Testes  
 1 comentário

Periférico digital tem alto-falantes de 40 mm, som surround e visual estiloso até no cabo e na unidade de controle. Confira a avaliação.

Teste do Headset Black Naja 7.1 da Dazz

Introdução

Depois do modelo portátil Blue Krait, a Dazz coloca no mercado um headset mais parrudo e estiloso, com aparência sólida e agressiva. O Black Naja apresenta um visual bem interessante, que descreveremos a seguir, antes de analisarmos seu desempenho.

Black Naja

Figura 1: Black Naka 7.1

O Black Naja é um headset grande, porém com alto-falantes de apenas 40 mm (pelo mesmo tamanho, outros concorrentes contam com alto-falantes de 50 mm). As conchas acolchoadas são de courino e encobrem toda a orelha. Elas não giram sobre o próprio eixo, nem são dobráveis; só sobem e descem em relação à haste para ajustar a altura na cabeça do usuário.

Black Naja
Figura 2: Auriculares e alto-falantes

De plástico fosco no exterior, a haste é acolchoada no interior com almofadas de courino preto e debrum vermelho. O contraste rubro-negro dá o tom visual em todo o Black Naja. Há detalhes vermelhos também em cada concha, que acendem quando o headset está plugado, e no interior da malha que protege os alto-falantes. Para quem não gostar dessa combinação de cores em especial, há um modelo verde com os mesmos detalhes vermelhos.

Black Naja
Figura 3: Haste

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Artigos similares


Comentários de usuários


Em termos de preço ele está bom. Paguei mais de 300 reais no meu da GAMDIAS. Acho que é uma porta de entrada para quem faz questão de um áudio um pouco melhor que duas caixas de som e subwoofer.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×