Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Fonte de Alimentação GlacialPower GP-PS550BP

       
 45.296 Visualizações    Primeiras Impressões  
 2 comentários

Nós desmontamos completamente a GP-PS550BP, uma fonte de alimentação de 550 W com PFC passivo fabricada pela GlacialPower e vendida pela GlacialTech. Confira.

Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

A GP-PS550BP é uma fonte de alimentação de 550 W muito simples fabricada pela GlacialPower com vendas gerenciadas pela GlacialTech. Esta fonte tem PFC passivo e nenhum recurso sofisticado, sendo vendida nos EUA por apenas US$ 65. Nós desmontamos completamente esta fonte para darmos uma olhada. Será que ela é uma boa opção de compra? É o que veremos.

GlacialPower GP-PS550BP
Figura 1: GlacialPower GP-PS550BP.

GlacialPower GP-PS550BP
Figura 2: GlacialPower GP-PS550BP.

Como você pode ver nas Figuras 1 e 2 esta fonte de alimentação não vem com recursos sofisticados como sistema de cabeamento modular ou ventoinha de 120 mm, mas em compensação ela tem dois conectores de alimentação PCI Express voltados para sistemas SLI ou CrossFire e PFC passivo, como mostraremos na próxima página (fontes de alimentação com PFC passivo têm uma chave 110/220 V, como você pode ver na Figura 1).

De acordo com a GlacialPower, esta fonte tem uma eficiência de 78% em 230 V, um valor um pouco abaixo da eficiência típica de 80%-85% que as fontes de alimentação com PFC ativo possuem. Por outro lado, a GlacialPower diz que sua potência de 550 W foi rotulada a 45 ° C, o que extraordinário. Várias fontes de alimentação no mercado são rotuladas a 25 ° C, o que significa que quando a fonte de alimentação está trabalhando no mundo real sua potência máxima é menor do que a potência máxima rotulada, pois a capacidade da fonte de alimentação de fornecer potência é reduzida na medida que sua temperatura interna aumenta.

Eficiência significa menor perda de energia elétrica – uma eficiência de 80% significa que 80% da potência extraída da rede elétrica é convertida em potência nas saídas da fonte de alimentação e apenas 20% é desperdiçada, ou melhor, transformada em outro tipo de energia, como calor. Isto é traduzido em menor consumo da rede elétrica (já que menos potência é consumida de modo a gerar a mesma quantidade de potência em suas saídas), o que significa uma conta de luz mais baixa – compare aos 50% a 60% encontrados em fontes de alimentação “genéricas”.

O PFC (Fator de Correção de Potência), por outro lado, oferece uma melhor utilização da rede elétrica e permite que esta fonte de alimentação esteja de acordo com leis européias, o que permite a GlacialTech vendê-la neste continente (você pode ler mais sobre PFC em nosso tutorial Fontes de Alimentação). Existem três opções para o PFC: nenhum, ativo ou passivo. “Ativo” e “passivo” referem-se aos tipos de componentes usados para fazer o circuito PFC: semicondutores (transistores e diodos) ou somente um transformador, respectivamente.

Esta fonte tem cinco cabos de alimentação para periféricos: dois cabos de alimentação auxiliares PCI Express; um cabo de alimentação para periféricos contendo dois conectores padrão e um conector de alimentação para unidade de disquete; um cabo de alimentação para periféricos contendo três conectores padrão; e um cabo de alimentação Serial ATA contendo dois conectores de alimentação SATA. Nós achamos que esta fonte deveria ter pelo menos mais dois conectores de alimentação SATA.

Os conectores de alimentação auxiliar PCI Express usam dois fios separados que saem de dentro da fonte de alimentação Em fontes mais baratas esses dois conectores são ligados em paralelo ao mesmo conjunto de fios que saem de dentro da fonte de alimentação.

Apenas o cabo de alimentação principal usa uma proteção plástica. Este cabo usa um conector de alimentação de 24 pinos que pode ser transformado em um de 20 pinos se necessário.

A maioria dos fios usados nesta fonte de alimentação é de 18 AWG, que é bom o suficiente para esta classe de fonte de alimentação. Os fios usados nos conectores de alimentação PCI Express são de 20 AWG, e nós achamos que a GlacialPower deveria ter usado fios de 18 AWG aqui também.

Esta fonte de alimentação é realmente fabricada pela GlacialPower, já que encontramos o seu nome gravado na placa de circuito impresso da fonte.

Editado por

Compartilhar



Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Comentários de usuários


Legal o artigo, nunca tinha visto desmontarem uma fonte com PFC Passivo, alías, é um pecado não citar fontes com PFC passivo nos artigos sobre fontes. (O que li há um tempo tinha apenas fonte com PFC Ativo)

Outra dúvida que me surgiu, é que o Passivo tem chave seletora, eu tenho uma fonte com PFC Passivo mas ela não possui a chave, Isso depende do fabricante ou de outros fatores?

T+

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Esta fonte parecia uma boa fonte mas aos poucos foram aparecendo os "defeitos" e eu não compraria uma dessas. "Defeitos" como a sobrecarga em um dos barramentos de 12V é um deles e outra coisa que eu considero um defeito "defeito" foi o esquema de ventilação da fonte pois eles deveriam ter usado outra ventoinha atrás da fonte ou apenas uma de 120 mm e tenho certeza que isso não encareceria muito mais a fonte. Faz um tempinho que não tinha um artigo sobre fonte aqui foi bom ler outro artigo sobre fontes aqui, pois o CDH é um dos melhores sites do Brasil senão o melhor para fazer este tipo de artigo sobre fonte e agora só falta aquele aparelho que vocês prometeram que iam comprar para acabar com essas polémicas sobre fontes.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora