Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste da Fonte de Alimentação 3R System AK6-600M

       
 20.925 Visualizações    Testes  
 11 comentários

Vamos testar a versão de 600 W da nova série AK6 de fontes de alimentação da sul-coreana 3R System, que vem com sistema de cabeamento modular e certificação 80 Plus Bronze.

Teste da Fonte de Alimentação 3R System AK6-600M
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

A AK6 é a mais nova série de fontes de alimentação da 3R System, disponível em duas versões, 500 W e 600 W, com (modelos terminados em “M”) ou sem sistema de cabeamento modular. Essas fontes têm certificação 80 Plus Bronze. Nós já testamos o modelo de 500 W, que mereceu a nossa recomendação. Vamos testar hoje o modelo de 600 W com sistema de cabeamento modular, que o fabricante diz ter potência de pico de 700 W.

3R System AK6-600M
Figura 1: Fonte de alimentação 3R System AK6-600M

3R System AK6-600M
Figura 2: Fonte de alimentação 3R System AK6-600M

A 3R System AK6-600M mede 16 cm de profundidade e tem uma ventoinha de 120 mm com rolamento de mancal em sua parte inferior (Yate Loon D12SM-12).

O sistema de cabeamento modular desta fonte de alimentação tem seis conectores e o produto vem com apenas quatro cabos para serem instalados nesses conectores, portanto dois conectores não são utilizados. Diferentemente da maioria dos sistemas de cabeamento modular, os conectores podem ser usados por qualquer tipo de cabo; a fonte não tem conectores especiais para os cabos de alimentação para placas de vídeo. Os cabos da placa-mãe estão permanentemente instalados na fonte, e eles são protegidos por acabamentos em nylon que saem de dentro da fonte. Esta fonte vem com os seguintes cabos:

Cabo principal da placa-mãe com um conector de 20/24 pinos, 50 cm de comprimento, permanentemente instalado na fonte de alimentação

  • Um cabo com dois conectores ATX12V que juntos formam um conector EPS12V, 60 cm de comprimento, permanentemente instalado na fonte de alimentação
  • Dois cabos com um conector de seis/oito pinos cada, 45 cm de comprimento, sistema de cabeamento modular
  • Um cabo com três conectores de alimentação SATA, 45 cm até o primeiro conector, 15 cm entre os conectores, sistema de cabeamento modular
  • Um cabo com três conectores de alimentação para periféricos e um conector de alimentação para a unidade de disquete, 50 cm até o primeiro conector, 15 cm entre os conectores, sistema de cabeamento modular

Todos os fios são 18 AWG, que é o mínimo recomendado.

A configuração de cabos é idêntica à usada no modelo de 500 W. Nós achamos que esta fonte deveria vir com pelo menos mais um cabo com três conectores de alimentação SATA, já que a quantidade de conectores SATA é baixa para uma fonte de 600 W.

3R System AK6-600M
Figura 3: Cabos

Vamos agora dar uma olhada no interior desta fonte de alimentação.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Na primeira pagina logo no começo ta escrito "A AK6 é a mais nova série de fontes de alimentação com (modelos terminados em “M”) ou sem sistema de cabeamento modular"

Ta estranha a frase, não ta faltando alguma coisa?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

É, a mesma coisa de antes, regulação de tensão excelente mas capacitores bem capengas e ripple um tanto desanimador. Pelo menos gostei da conclusão, pois foi bem o que pensei.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Onde está a tabela com as tensões aferidas?

:mad:

Só postam quando boa parte das tensões sai da faixa de 3%. Sinceramente não dá para entender a razão. Todo mundo posta esses valores (JonnyGuru,, HardOCP, KitGuru, Hardware Heaven, TechPowerup, X-bit Labs, PC Perspective, The Lab, ITO CP, Sweclockers, AnandTech, e por aí) , menos o Clube do Hardware.

Se alguém acha essa razão plausível

http://forum.clubedohardware.com.br/showpost.php?p=5481004&postcount=5

Edit: de novo postaram isso na sala errada. Era para estar em Fontes e Energia -> Testes do Clube do Hardware.

Editado por ignacho

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
É, a mesma coisa de antes, regulação de tensão excelente mas capacitores bem capengas e ripple um tanto desanimador. Pelo menos gostei da conclusão, pois foi bem o que pensei.

Existe nada de excelente numa regulação de 3%, apenas o esperado para uma fonte mediana. O que não faltam são fontes com regulação inferior a 2%. Isso sim é excelente, em especial numa fonte com regulação independente. Por outro lado considero a regulação de tensão muito boa sim, tomando por base os testes do site Playwares (já o CdH não mostra nada). Mas a fonte conseguiu ripple ainda mais alto que o modelo de 500W. Não dá para recomendar.

Curioso que em outra review a fonte tem capacitor SamXon no primário:

http://translate.google.com/translate?hl=es&rurl=translate.google.com&sl=auto&tl=en&u=http://www.bodnara.co.kr/bbs/article.html%3FD%3D7%26cate%3D8%26d_category%3D6%26num%3D88094

A Golden Tiger também é a OEM de muitos dos modelos de fontes atuais da Spire.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

É verdade. Sem uma tabela como aquela feita antes e sem dizer quais são os valores exatos de regulação de tensão abaixo dos 3%, fica difícil dizer o quanto uma fonte é boa em regulação de tensão. Pelo que aprendi lendo testes desde muito tempo, é que uma oscilação menor implica em melhor estabilidade e consequentemente melhor aproveitamento do sistema e alegria para os overclockers.

Veja que colocando as tensões em "abaixo de 3%", você está colocando uma Seasonic Platinum 1000 e uma fonte como esta 3RSystem no mesmo patamar em regulação de tensão, pois oculta a real oscilação da regulação nas duas fontes. Só para situar, a Seasonic Platinum 1000 em termos de regulação de tensão, é a melhor fonte existente no mercado.

Seria importante fazer o que o Crmaris, o Jonny e o Oklahoma Wolf fazem por exemplo, de mostrar os valores para ver um desempenho mais preciso da regulação de tensão. Sei que é difícil ter tempo para modificar o processo e colocar novas metodologias de testes, mas é algo que já daria uma credibilidade ainda maior ao CDH.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
É, a mesma coisa de antes, regulação de tensão excelente mas capacitores bem capengas e ripple um tanto desanimador. Pelo menos gostei da conclusão, pois foi bem o que pensei.

É, eu ia dizer algo assim sobre esses capacitores.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

E continuam os Asia'x no secundário. Deve ter sido só para não ter que parar a produção.

Seria importante fazer o que o Crmaris, o Jonny e o Oklahoma Wolf fazem por exemplo, de mostrar os valores para ver um desempenho mais preciso da regulação de tensão. Sei que é difícil ter tempo para modificar o processo e colocar novas metodologias de testes, mas é algo que já daria uma credibilidade ainda maior ao CDH.

Para fazer isso nem precisa mudar a metodologia. É quiestão de apenas publicar os valores obtidos. O problema é superar a resistência de quem os publica. Há inclusive vários testes onde o assunto regulação de tensão nem chega a ser cometnado. Imagine autor um dia chegar ao ponto de publicar os valores obtidos! Deveria ser simples...

Agora mudar a metodologia já vira uma coisa mais complicada ainda. Eu particularmente já estou desgastado com iso. Tive praticamente que gritar para que lessem (quer dizer, se é que vão ler) que o teste da Huntkey Win7 6600 estava com informações divergentes sobre as cargas aplicadas na linha de +12 V mostra o quanto já me desgatei por causa dessas coisas. É dar murro em ponta de faca. Temos outras fontes para não fazer mais queixas, o restante é só avisar que não é tão bom quanto parece ser (o chato é que isso dá um trabalho descomunal).

Editado por ignacho

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Edit: de novo postaram isso na sala errada. Era para estar em Fontes e Energia -> Testes do Clube do Hardware.

Todos os tópicos de artigos e testes são criados automaticamente no setor de Comentários de artigos, veja quando foi que a conta "Equipe Clube do Hardware" se logou no forum pela última vez..

Os tópicos são depois movidos manualmente pros setores corretos, geralmente eu faço isso e às vezes demora.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Repare essa declaração ai:

"A saída do circuito PFC ativo é filtrada por um capacitor eletrolítico de 330 µF x 400 V da Asia’x, rotulado a 105º C. O modelo de 500 W usa um capacitor eletrolítico de 270 µF x 400 V aqui"

Definitivamente, 270 uF para uma fonte de 500 Watts e 330 uF para uma fonte de 600 Watts é pouco, muito pouco. Não passará na especificação ATX de Hold up time superior ou igual a 16 ms..

O problema é que ninguém testa isso dai..

Na prática, no campo, mais tarde o resultado pode ser seu PC resetar ao se ligar o refrigerador, ou o ar condicionado, ou num vale de tensão provocado na rede elétrica..

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Repare essa declaração ai:

"A saída do circuito PFC ativo é filtrada por um capacitor eletrolítico de 330 µF x 400 V da Asia’x, rotulado a 105º C. O modelo de 500 W usa um capacitor eletrolítico de 270 µF x 400 V aqui"

Definitivamente, 270 uF para uma fonte de 500 Watts e 330 uF para uma fonte de 600 Watts é pouco, muito pouco. Não passará na especificação ATX de Hold up time superior ou igual a 16 ms..

O problema é que ninguém testa isso dai..

Na prática, no campo, mais tarde o resultado pode ser seu PC resetar ao se ligar o refrigerador, ou o ar condicionado, ou num vale de tensão provocado na rede elétrica..

Perfeito, Faller, suas colocações só acrescentaram!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×