Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste da Fonte de Alimentação Apevia Turbolink ATX-TL450W-BK

       
 31.714 Visualizações    Testes  
 16 comentários

Uma análise detalhada desta fonte de alimentação com potência fantasiosa que está sendo vendida nos EUA.

Teste da Fonte de Alimentação Apevia Turbolink ATX-TL450W-BK
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

Hoje nós testaremos a Turbolink ATX-TL450W-BK, uma fonte de alimentação de “450 W” da Apevia que está sendo vendida na Newegg.com (nos EUA) por apenas US$ 20. Esta fonte é idêntica à Coletek LC-8460BTX S, que também é rotulada como sendo de 450 W. Ou seja...

A primeira coisa que nos chamou atenção foi o fato de que nesta fonte não há nenhuma informação escrita dizendo que ela é de 450 W. Esta é a técnica mais antiga que existe para enganar os usuários, e inclusive a gente achava que ninguém mais a usava: o fabricante pode simplesmente dizer que “450 W” é parte do nome do produto, não sua potência.

Essa fonte é fabricada pela Solytech.

Apevia Turbolink ATX-TL450W-BK
Figura 1: Fonte de alimentação Apevia Turbolink ATX-TL450W-BK

Apevia Turbolink ATX-TL450W-BK
Figura 2: Fonte de alimentação Apevia Turbolink ATX-TL450W-BK

A Apevia Turbolink ATX-TL450W-BK mede 14 cm de profundidade e tem uma ventoinha de 80 mm com rolamento de mancal em sua parte traseira (Apevia DFS8025). Esta fonte não possui circuito PFC e é baseada na obsoleta topologia meia-ponte.

Os cabos inclusos são:

  • Cabo principal da placa-mãe com um conector de 20/24 pinos, 46 cm de comprimento
  • Um cabo com um conector ATX12V, 47 cm de comprimento
  • Um cabo com um conector de alimentação SATA, 45 cm de comprimento
  • Um cabo com três conectores de alimentação para periféricos e um conector de alimentação para a unidade de disquete, 33 cm até o primeiro conector, 15 cm entre os conectores

A configuração de cabos é ridícula. Esta fonte tem apenas um conector de alimentação SATA, que não é suficiente nem mesmo para um micro simples, já que os computadores básicos requerem dois conectores de alimentação SATA, um para a unidade óptica e um para o disco rígido. Sem falar que esta fonte não tem um conector de alimentação para placa de vídeo. Todos os fios são 20 AWG, ou seja, são mais finos do que o mínimo recomendado.

Apevia Turbolink ATX-TL450W-BK
Figura 3: Cabos

Vamos agora dar uma olhada no interior desta fonte de alimentação.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


é evidente que elas sao um perigo para nosso pcs...

Aqui em casa temos um pc com uma fonte genérica, nem lembro a marca, mas custou perto de 50 reais, ou seja, com certeza é lixo. Esse pc é meio antigo (semprom s.462 2200+, 1 gb ram, fx5200) mas é extremamente lento e volta e meia da problema com drivers de impressora e afins. No lugar dele coloquei um Athlon XP 2400+, 2gb ram, geforce 6800xtreme... mas com uma fonte thermaltake w0009r (tem 420W e PFC ativo), o pc é estupidamente mais rápido que o semprom, sei que o athon é mais forte como processador, mas a diferença é gritante.

Sim, sei que essa minha fonte da thermaltake é horrível para os dias de hoje, a eficiencia dela nao deve ser muito alta. Na época essa fonte custou pouco mais que o dobro de uma comum... mas o pc ficou uma beleza.

A solitech faz fontes boas, tipo a SL-8600 EPS, ganhou até certificado de produto recomendado aqui e tem certificacao 80plus (comum).

O que está na hora é de alguem regulamentar a venda de fontes de computador por aqui, o consumidor é enganado, tem gente que acaba comprando gato por lebre sem ter a minima ideia do que vai ocorrer com o computador.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Se até nos EUA vendem isso, imaginem aqui, só não vendem mais graças ao CDH e seus testes e aos usuários espertos que consultam aqui.

O Tigre Asiático está dominando o mundo pessoal, fazem produtos bons e muita porcaria, vai da exigência do consumidor, mas até na industria militar já copiaram o F22 Raptor, só falta vender ele aqui para o Brasil pela metade do preço dos caças franceses, hihi.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Credo que lixo tecnológico , o que não adimito é de até nos EUA venderem um lixo tecnológico desse , simplesmente eles pegaram aquelas fontes genéricas de cor prata e pintaram de preto & desabilitaram aquele cabo para monitor da parte traseira da fonte ... Até quando meu Deus isso vai circular até nos EUA ?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Que lixo , se vocês olharem no site do frabricante vocês podem notar que eles possuem muitas linhas de fonte de alimentação , se olharem na aba dos modelos de 500W você pode ver 1fonte parecida com a leardship 500W com acrílico & duas ventoinhas com Leds azuis e cabos com nylon verde florescente , que lixo tecnológico , realmente a Leardship deve patrocionar esse fabricante hssuhshusuhshu .

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Pelo visto teremos diversas outras bombas pela frente, já que foram adquiridas diversas fontes baratas na NewEgg. Mas é bom não deixar de lado também as bombas brasileiras. Não me refiro a essas de 30 ou 40 reais, que todo mundo já sabe que são bombas, mas aquelas outras que são mais caras e se disfarçam de produtos de qualidade. E quase sempre com promessa "de 500W", artifício que atrai os leigos como a luz atrai as mariposas.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Salve a todos !

Aqui vemos claramente o efeito que uma crise financeira causa em um país.

Por causa da queda gritante do poder aquisitivo da população americana "produtos lixo" estão ganhando espaço no mercado.

Se alguém compra é um mistério mas se esta em um site conceituado como o Newegg.com é porque tem mercado.

Por aqui ... com certeza vai "pegar" pois o mote será o famoso custo x benefício.

Lamentavel

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Salve a todos !

Aqui vemos claramente o efeito que uma crise financeira causa em um país.

Por causa da queda gritante do poder aquisitivo da população americana "produtos lixo" estão ganhando espaço no mercado.

Se alguém compra é um mistério mas se esta em um site conceituado como o Newegg.com é porque tem mercado.

Por aqui ... com certeza vai "pegar" pois o mote será o famoso custo x benefício.

Lamentavel

Você não deixa de ter razão, mas mesmo assim o que aqui é regra, lá é exceção. A NewEgg por exemplo tem apenas 94 fontes sem PFC ativo à venda contra 305 fontes com PFC ativo. Fonte lá não precisa seguir a norma IEC 61000-3-2 que obriga ao uso do PFC na Europa e no Japão, mas o mercado se regula automaticamente. Eu acho que a presença de tais fontes péssimas está mais para descuido da NewEgg do que para a crise americana. Por outro lado, a boa vendagem de modelos simples e ruins da Thermaltake e da Cooler Master, dentre algumas outras, já podem ser efeito da crise em parte da população. Triste é ver que mais de 300 compradores já foram enganados pela Logysis PS550ABK.

Editado por Kayke

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Gabriel,

já reparou que as fontes genéricas vendidas nos EUA que vocês testaram, tem se saído piores do que boa parte das fontes genéricas daqui? Essa TL-450W-BK conseguiu ser reprovada em todos os testes por conta de ruido alto e os componentes são de quinta elevado ao cubo!!! Uma boa parte das fontes brasileiras pelo menos costumam passar nos primeiros testes e quando se exige mais de 170W, começam a ter problema de ruido e oscilação, e assim, servem para micros celeron onboard basicos que mal puxam 120W, agora essa fonte aí do teste não serve nem pra ligar um cooler!

EUA, até tú, brutus?

Bom trabalho!

Editado por WMoreira

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

WMoreira mas o pior é que você têm razão , aqui no Brasil tudo bêm que existêm fontes bombas mas que pelo menos nos 84W elas passam no teste , agora um lixo desse vendido nos EUA ? uma país tão avançado com as tecnologias & um lixo deste circulando por lá ..... Até aonde isso irá parar ?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Mais um lixo tecnológico dos países Asiáticos, parabéns Clube do Hardware por desmascarar essas empresas que fica enganando o consumidor leigo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Tenho raiva dessas coisas. Passei dois anos usando uma fonte da Clone, que não pude trocar por questões financeiras (na época, meu pai me deu um pc maravilhoso, mas se recusou a comprar uma fonte melhor, ignorância é uma m.... mesmo).

Foi só eu me tornar independente (de mera estudante de Engenharia a servidora pública, /o/) para pesquisar algo top e me livrar do lixo que eu fui obrigada a usar.

Nunca aconselho quem me procura a comprar esses lixos, digo para ter paciência, juntar mais uma graninha e comprar algo confiável.

E os testes do Clube do Hardware são uma ótima forma de saber as marcas que merecem confiança, parabéns.

:angry:NO XING-LING!:angry:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×