Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste da Fonte de Alimentação ASUS P-50GA 500 W

       
 38.476 Visualizações    Testes  
 8 comentários

Sim, a ASUS também vende fontes de alimentação. Vejamos se o modelo de 500 W deles é uma boa opção de compra.

Teste da Fonte de Alimentação ASUS P-50GA 500 W
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

A ASUS é o maior fabricante de placas-mães do mundo, mas há algum tempo eles vêm expandindo seus negócios para outros segmentos de mercado e recentemente eles começaram a vender fontes de alimentação. As fontes da ASUS são fabricadas pela Delta Electronics e podem ser encontradas facilmente no Brasil. Hoje nós testaremos o modelo de 500 W e veremos se ele tem a mesma qualidade de outros produtos da ASUS. Confira.

Fonte de alimentação ASUS P-50GA 500 W
Figura 1: Fonte de alimentação ASUS P-50GA 500 W.

Fonte de alimentação ASUS P-50GA 500 W
Figura 2: Fonte de alimentação ASUS P-50GA 500 W.

A P-50GA é uma fonte de alimentação pequena (14 cm), tem uma ventoinha de 120 mm em sua parte inferior, circuito PFC ativo e não tem sistema de cabeamento modular.

Todos os cabos possuem uma proteção de nylon, mas esta proteção não sai de dentro da fonte, como você pode ver na Figura 2. Os cabos inclusos na P-50GA são:

  • Cabo principal da placa-mãe com um conector de 20/24 pinos.
  • Um cabo com um conector EPS12V e um conector ATX12V.
  • Um cabo com dois conectores de alimentação auxiliar de seis/oito pinos para placas de vídeo.
  • Dois cabos de alimentação SATA com dois plugues cada.
  • Um cabo de alimentação para periféricos com três plugues de alimentação padrão e um conector de alimentação para a unidade de disquete.
  • Um cabo de alimentação para periféricos com três plugues de alimentação padrões.

Os cabos são relativamente curtos, medindo 44 cm entre a carcaça da fonte e o primeiro conector no cabo e 14 cm entre os conectores nos cabos com mais de um conector. O comprimento dos cabos pode dificultar o uso desta fonte em gabinete “full-tower” ou até mesmo em gabinetes torre m&eacture;dia onde a fonte de alimentação é instalada na parte inferior do gabinete.

Quase todos os fios são 18 AWG. O cabo ATX12V/EPS12V utiliza fios 20 AWG, que são mais finos do que gostaríamos de ver em um produto de 500 W.

A quantidade de conectores disponíveis é suficiente para você montar um micro simples ou intermediário, mas seria legal ver pelo menos seis plugues de alimentação SATA. Os dois conectores de alimentação para placas de vídeo disponíveis estão instalados no mesmo cabo, o que não é a melhor configuração: é sempre melhor vê-los em cabos individuais.

Fonte de alimentação ASUS P-50GA 500 W
Figura 3: Cabos.

Vamos agora da uma olhada no interior desta fonte de alimentação.

Editado por

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Eu esperava mais por ser Asus, não que ame a marca, mas eles por serem grandes criam certas expectativas.

Pelo preço que é vendida, tem coisa melhor e que se paga ao longo do tempo de uso.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Também esperava...Juro que quando vi para vender, até pensei que era uma fonte fabricada pela FSP...

Pagar esse valor por uma fonte dessas, melhor optar por Corsair 400W ou Zalman 360W...

É tanta "marca" de fonte hoje e poucas que realmente chegam a altura de Corsair, Seventeam, Zalman e etc...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Não é uma fonte ruim, afinal entregou a potência especificada com bons níveis de ruído e tem proteções que funcionam. A saída +12V porém tem apenas 30A combinados, então seria considerada como uma fonte de apenas 420 ou 430W nos micros atuais.

O fabricante original, a Delta, tem fontes excelentes. Creio que esta é um projeto algo antigo e por isso a menor eficiência e menor corrente nos +12V.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Fonte "+ ou -". Mas a Asus não deveria colocar seu nome em produtos como esse.

Mas acho que foi a fonte que mais conseguiu fornecer potência além do que rotula... Tô certo ou é impressão?

Mas como dito no teste, potência não é tudo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Há um erro na página 4:

Esta fonte usa duas pontes de retificação GBJ8J em seu primário conectadas em paralelo e instaladas em um dissipador de calor. Cada ponte pode fornecer até 8 A a 100º C ou 6 A a 45º C se um dissipador de calor for usado, que é o caso. Portanto este estágio suporta até 16 A
Pelo preço que é vendida, tem coisa melhor e que se paga ao longo do tempo de uso.

Concordo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ughadoo,

Não é uma fonte ruim, mas na faixa de preço você pode comprar uma fonte onde pode lhe fornecer todo mes uma conta de luz mais baixa. Inclusive com 20 a 30 reais a mais você compra uma Corsair 450w VX que é muito mais negocio.

Se a grande questão é ter uma fonte onde você pode "forçar" muito alem do rotulado ela pode ser boa, mas todo mundo sabe que fazer isso estará comprometendo o tempo util da fonte. Portanto pelo preço ela não se torna uma fonte viavel para compra e por ostentar a marca ASUS que é muito difundida, deveria ter sido muito superior do que o que foi mostrado no CDH.

Abraços,

Edson

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Ughadoo,

Não é uma fonte ruim, mas na faixa de preço você pode comprar uma fonte onde pode lhe fornecer todo mes uma conta de luz mais baixa. Inclusive com 20 a 30 reais a mais você compra uma Corsair 450w VX que é muito mais negocio.

Se a grande questão é ter uma fonte onde você pode "forçar" muito alem do rotulado ela pode ser boa, mas todo mundo sabe que fazer isso estará comprometendo o tempo util da fonte. Portanto pelo preço ela não se torna uma fonte viavel para compra e por ostentar a marca ASUS que é muito difundida, deveria ter sido muito superior do que o que foi mostrado no CDH.

Eu concordo. O que quis dizer é que apesar de não levar o selo de recomendada essa fonte cumpre o que promete, e é uma fonte decente e honesta.

Ela é um pouco mais barata que a Corsair 400CX e oferece uns 20...30W a mais. Pessoalmente iria preferir a Corsair nesse caso, mas a ASUS não seria uma má opção.

Peguei uma única loja para comparar alguns preços:

=> R$ 217,55 PowerStrike "650W"

=> R$ 236,55 Asus P-50GA

=> R$ 246,05 Corsair 400CX

=> R$ 255,55 eXtream "550W"

Se comparada com a Corsair ela até deixa a desejar, mas é muito mais fonte que as outras duas. Quem comprou uma PowerStrike tem muito mais a lamentar que quem comprou uma Asus, mesmo tendo pago menos.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×