Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste da Fonte de Alimentação AZZA Platinum 750 W

       
 16.290 Visualizações    Testes  
 9 comentários

Vamos ver como este modelo de 750 W da AZZA, que vem com certificação 80 Plus Platinum, sistema de cabeamento modular e barramento único de +12 V, se saiu nos nossos testes.

Teste da Fonte de Alimentação AZZA Platinum 750 W
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

A AZZA oferece três modelos de fonte de alimentação dentro da sua série Platinum: 750 W, 850 W e 1.000 W. Hoje nós daremos uma olhada na versão de 750 W.

As fontes de alimentação da AZZA são fabricadas pela Super Flower, e a Platinum 750 W nada mais é que uma Super Flower SF-750P14PE com outro nome. Esta fonte também é internamente idêntica à Kingwin Lazer Platinum 750 W (o modelo original da Super Flower e o modelo da Kingwin utilizam conectores no sistema de cabeamento modular com LEDs que acendem quando a fonte está em operação).

AZZA Platinum 750 W
Figura 1: Fonte de alimentação AZZA Platinum 750 W

AZZA Platinum 750 W
Figura 2: Fonte de alimentação AZZA Platinum 750 W

A AZZA Platinum 750 W mede 180 mm de profundidade e tem uma ventoinha de 140 mm com rolamento de esferas em sua parte inferior (Hong Hua HA1425M12B-Z). Esta fonte apresenta um interruptor na sua parte traseira para você escolher o modo em que você quer que a ventoinha trabalhe. No modo “normal”, a ventoinha aumenta sua velocidade com a temperatura. No modo “ECO”, a ventoinha ficará desligada até que a temperatura interna da fonte de alimentação alcance entre 65° C e 70° C. Dessa maneira a fonte não emitirá ruído algum enquanto estiver “fria”.

AZZA Platinum 750 W
Figura 3: Ventoinha

O sistema de cabeamento modular desta fonte apresenta seis conectores. Diferentemente da maioria das fontes de alimentação com sistema de cabeamento modular, nesta fonte você pode instalar qualquer cabo em qualquer um dos conectores, ou seja, não há um conector específico para cabos de alimentação para placas de vídeo ou para cabos de alimentação para periféricos e SATA. A fonte vem com o cabo principal da placa-mãe, um cabo ATX12V/EPS12V e dois cabos de alimentação para placas de vídeo permanentemente conectados à fonte. Esses cabos estão protegidos por acabamentos de nylon que saem de dentro da fonte. Esta fonte vem com os seguintes cabos:

  • Cabo principal da placa-mãe com um conector de 20/24 pinos, 55 cm de comprimento, permanentemente conectado à fonte
  • Um cabo com dois conectores ATX12V que juntos formam um conector EPS12V, 62 cm de comprimento, permanentemente conectado à fonte
  • Dois cabos, cada um com um conector de seis/oito pinos para placas de vídeo, 53 cm de comprimento, permanentemente conectado à fonte
  • Dois cabos, cada um com um conector de seis/oito pinos para placas de vídeo, 48 cm de comprimento, sistema de cabeamento modular
  • Dois cabos, cada um com quatro conectores de alimentação SATA, 50 cm até o primeiro conector, 13 cm entre os conectores, sistema de cabeamento modular
  • Um cabo com três conectores de alimentação para periféricos, 50 cm até o primeiro conector, 13 cm entre os conectores, sistema de cabeamento modular
  • Um cabo com dois conectores de alimentação para periféricos e um conector de alimentação para unidades de disquete, 50 cm até o primeiro conector, 13 cm entre os conectores, sistema de cabeamento modular

Os fios dos cabos ATX12V/EPS12V e para placas de vídeo que estão permanentemente conectados à fonte de alimentação são mais grossos que o mínimo recomendado (16 AWG). Os demais fios são 18 AWG.

Apesar de o número de conectores ser satisfatório, nós acreditamos que uma fonte topo de linha com certificação 80 Plus Platinum deveria ter mais conectores SATA.

AZZA Platinum 750 W
Figura 4: Cabos

Vamos agora dar uma olhada no interior desta fonte de alimentação.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Uma Super Flower Golden King é melhor eletricamente que o projeto interno da Silverstone Strider Evolution e teria melhor eficiência em baixas cargas que aquelas duas fontes, se o teste a 60, 80W de carga fosse mostrado. A fonte merecia um selo de recomendação pelo seu desempenho elétrico que é muito bom se não excelente.

Alias, queria fazer mais uma crítica aqui sobre o selo de recomendação, pois lá no Hardware Secrets a AZZA Platinum sequer recebeu selo de recomendação e a Corsair HX850 V2 que é uma fonte inferior e mais cara recebe selo Golden.

Editado por NyanDere

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Realmente seria excelente colocar selos de recomendação como bronze, pois quando você entra para ver a qualidade desta fonte, sem o selo de aprovação tem-se a primeira impressão de uma fonte péssima.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Até porque a Leadership 600W testada agora pouco também não tem nenhum selo, o que pode levar o usuario mais leigo a achar que as duas estão num mesmo patamar de qualidade, o que não é verdade.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Terceira vez que esquecem de colocar o selo de produto recomendado, alguem por falor mande uma PM para o gabriel torres

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A fonte ganhou o selo Silver no Hardware Secrets, o que ainda discordo pois a fonte é melhor que a Corsair HX850 V2. Mas aqui a fonte não tem o selo ainda, o que leva a pensar que Iceage é melhor que esta fonte aí, o que é um tremendo engano.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
A fonte ganhou o selo Silver no Hardware Secrets, o que ainda discordo pois a fonte é melhor que a Corsair HX850 V2. Mas aqui a fonte não tem o selo ainda, o que leva a pensar que Iceage é melhor que esta fonte aí, o que é um tremendo engano.

Sem querer ofender ou causar discórdia, mas aproveitando a oportunidade para fazer uma piadinha...

O Hardware Secrets é a versão americana (e principal) do Clube do Hardware. Mas aquí é Brasil, e como sempre, a versão brasileira de tudo tem que ser menos completa :bandeira:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Considerando o mnprojeto utilizado nessa fonte, que é o mesmo usado nas Super Flower Golden King, e considerando-se outros testes de fontes da mesma plataforma, parece-me que a eficiẽncia mais baixa deriva mesmo da produção em escala. Isso é bastante comum de ocorrer, tendo fontes que as vezes com eficiência abaixo da esperada pelo próprio fabricante.

No momento ela está em 165 dólares na Newegg, mais barata do que a Kingwin LZP-750.

Só vou discordar de que o projeto dela seja melhopr do que a da Corsair HX Gold, nesse ponto acho que há um empate técnico.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×