Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste da Fonte de Alimentação BFG 800 W

       
 36.274 Visualizações    Testes  
 13 comentários

A BFG, tradicional fabricante de placas de vídeo, recentemente entrou no mercado de fontes. Nós desmontamos completamente o modelo de 800 W deste fabricante e o testamos para se ele realmente pode fornecer 800 W.

Teste da Fonte de Alimentação BFG 800 W
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

A BFG, tradicional fabricante de placas de vídeo, recentemente entrou no mercado de fontes de alimentação. O modelo deles de 800 W tem duas ventoinhas de 80 mm para refrigerar a fonte e o micro e tem dois (BFGR800WPSU) ou quatro (BFGR800WPSULE) conectores de alimentação auxiliar PCI Express para alimentar duas (BFGR800WPSU) ou quatro (BFGR800WPSULE) quatro placas de vídeo na configuração SLI ou CrossFire. Vamos dar uma olhada a fundo nesta fonte de alimentação e ver se ela realmente pode fornecer os 800 W rotulados. Confira.

Atualmente existem duas versões desta fonte de alimentação. A primeira versão, chamada BFGR800WPSU, possui dois conectores para placas de vídeo e logo após o seu lançamento a BFG descobriu que os cabos para a alimentação de placas de vídeo eram curtos demais. Por isso eles lançaram uma segunda versão, chamada BFGR800WPSULE, com quatro conectores para placas de vídeo e cabos mais longos. A caixa do produto é a mesma, com o modelo mais novo trazendo uma etiqueta dizendo "NEW Limited Edition - Features Four PCI Express Power Connectors".

BFG 800 W
Figura 1: Fonte de alimentação BFG 800 W.

BFG 800 W
Figura 2: Fonte de alimentação BFG 800 W.

Como você pode ver nas Figuras 1 e 2 esta fonte não tem nenhum recurso sofisticado como sistema de cabeamento modular e seu visual é muito simples. Como mencionamos, esta fonte tem duas ventoinhas de 80 mm, uma localizada na parte traseira e outra na parte frontal da fonte.

Esta fonte tem PFC ativo (Fator de Correção de Potência), um recurso padrão em fontes de alimentação topo de linha (você pode isto não só através da etiqueta na Figura 1, mas também pela ausência de uma chave 110V/220V, que não está presente em fontes de alimentação com este recurso). O circuito de PFC ativo oferece uma melhor utilização da rede elétrica e permite que esta fonte de alimentação esteja de acordo com leis européias, o que permite à BFG vendê-la neste continente (você pode ler mais sobre PFC em nosso tutorial Fontes de Alimentação).

A BFG, no entanto, não menciona nada em relação à eficiência na caixa do produto ou em seu site na Internet. Isto é algo que devemos verificar cuidadosamente durante nossos testes.

Quanto maior a eficiência melhor – uma eficiência de 80% significa que 80% da potência extraída da rede elétrica é convertida em potência nas saídas da fonte de alimentação e apenas 20% é desperdiçada, o que significa uma conta de luz mais baixa – só para você ter uma ideia, fontes de alimentação convencionais possuem uma eficiência inferior a 70%.

Esta fonte de alimentação vem com sete (BFGR800WPSU) ou nove (BFGR800WPSULE) cabos de alimentação para periféricos: dois (BFGR800WPSU) ou quatro (BFGR800WPSULE) cabos de alimentação auxiliar PCI Express para placas de vídeo com conectores de seis pinos, dois cabos contendo três conectores de alimentação padrão para periféricos e um conector de alimentação para unidade de disquetes cada, um cabo contendo dois conectores de alimentação padrão para periféricos e dois cabos contendo três conectores de alimentação Serial ATA cada.

A primeira versão desta fonte tem o problema de ter apenas dois conectores de alimentação para placas de vídeo. Se você precisar de quatro conectores, escolha o modelo "Edição Limitada", que traz todos os quatro conectores. Note que a primeira versão é mais barata do que a segunda justamente por conta disso.

Como dissemos, após o lançamento da primeira versão desta fonte de alimentação a BFG descobriu que os cabos de alimentação para as placas de vídeo não eram longos o suficiente para algumas configurações SLI e CrossFire e por isso eles lançaram um plugue extensor que custa nos EUA US$ 5 cada (ou de graça caso você ligue para o suporte deles e forneça o número de série da sua fonte). Este plugue extensor usa um conector de 6/8 pinos e, portanto se você tem uma placa de vídeo que requer um conector de oito pinos você também precisará comprar este extensor.

BFG 800 W
Figura 3: Plugues extensores para a BFG 800 W.

Já na segunda versão da fonte ("Limited Edition") a BFG manteve esses dois cabos (que medem aproximadamente 40 cm e usam conectores em azul claro) e adicionou mais dois cabos PCI Express medindo aproximadamente 51 cm cada (com conectores em azul escuro).

No que diz respeito à estética o acabamento plástico usado pelos cabos parte de dentro da fonte (veja na Figura 2), o que é excelente.

Esta fonte vem com cinco prendedores de cabos de Velcro e dois de nylon para ajudá-lo a organizar os cabos dentro do seu micro, ajudando assim no fluxo de ar interno.

BFG 800 W
Figura 4: Prendedores de cabos que vêm com o produto.

Os fios usados no cabo de alimentação principal da placa-mãe desta fonte possuem bitola 16 AWG, o que é excelente, mas os fios usados em todos os outros conectores possuem bitola 18 AWG sendo, portanto, um pouco mais finos. Seria interessante ver todos os fios com bitola 16 AWG. No modelo "Edição Limitada", os dois cabos de alimentação adicionais (conectores em azul escuro) usam apenas dois fios (em vez de seis), porém mais grossos, usando fio bitola 14 AWG, que são divididos em seis fios 18 AWG em cada conector.

Esta fonte de alimentação é na verdade fabricada pela Topower.

Editado por

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Não foi por causa dos cabos, mas está bom demais,

o recomendado daqui é um super-hyper-ultra-infra recomendado, só passa isso aqui

por isso aqui é bom

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Não foi por causa dos cabos, mas está bom demais,

o recomendado daqui é um super-hyper-ultra-infra recomendado, só passa isso aqui

por isso aqui é bom

Só por causa dos cabos não, mas também porque o circuito de proteção não funcionou e a fonte queimou.

Agora que eles compraram o aparelho de teste de fonte ele vão "brincar" de testar fonte, muito bom para nós que vamos saber com certeza se a fonte de nossos sonhos é realmente boa ou não.

Agora eu só estou vendo teste de fonte topo de linha... nada contra mas seria legal eles testarem uma fonte genérica só para mostrar o embuste e compara-la com uma fonte de poder real mais em conta, tipo uma de 350W.

inté+

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ma calma, primeiro a diversão, depois a obrigação :D

É começo e acho melhor que testem os mini-reatores nucleares antes pra ganharem experiência.. e também quando uma Leadership achar que é festa junina eles já vão saber manusear bem o extintor de incêndio heheheheehhe

Uma pena mesmo uma fonte desse porte queimar assim, espero que a BFG responda e/ou mande outra pra testar..

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Deveriam testar fontes de potencia menor, na faixa entre 150 e 400 reais. Quase ninguem compra fontes acima disso aqui no Brasil, e as fontes mais caras já tem vários reviews na internet. Principalmente, deveriam fazer um artigo indicando como medir a potencia necessaria para dimensionar a fonte que será usada no PC e fazer testes comparativos, como por exemplo: qual a melhor fonte a venda no brasil (indicar um site ou distribuidor) por até XXX reais? qual a melhor fonte (custo/benefício) na faixa entre 400 e 500w? Revistas de carros vendem por causa disso, comparativos.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A fonte que hoje em dia pode ser encontrada facilmente no Brasil e tem um excelente preço é a Huntkey de 450 e 550 Watts.

Essa sim merecia um teste.

Essa marca é inclusive utilizada pela Dell.

450Watts reais é mais do que suficiente pra qualquer sistema "comum" com apenas 1 placa de vídeo e 1HD.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Oi pessoal,

A BFG lançou uma nova versão "Edição Limitada" da sua fonte de 800 W corrigindo os problemas dos cabos de alimentação para placas de vídeo, que eram curtos demais, adicionando mais dois cabos de alimentação para placas de vídeo mais longos. Com isso esta nova versão passa a ter quatro cabos para placas de vídeo, em vez de "apenas" dois. Por conta do lançamento desta nova versão, nós atualizamos o texto do teste.

Quanto às sugestões de testes com fontes mais "normais", é só acompanhar os últimos testes que estamos publicando.

Abraços,

Gabriel Torres

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×