Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste da Fonte de Alimentação C3Tech PSN455S2 de 430 W

       
 89.274 Visualizações    Testes  
 30 comentários

Testamos mais uma fonte “nacional” de baixo custo, a C3Tech PSN455S2 de 430 W. Será que ela aguenta o tranco?

Teste da Fonte de Alimentação C3Tech PSN455S2 de 430 W
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

Testamos mais uma fonte “nacional” de baixo custo, a C3Tech PSN455S2 de 430 W e que promete entregar 455 W de pico. Será que ela aguenta o tranco?

C3Tech PSN455S2
Figura 1: Fonte de alimentação C3Tech PSN455S2.

C3Tech PSN455S2
Figura 2: Fonte de alimentação C3Tech PSN455S2.

A C3Tech PSN455S2 tem 14 cm de profundidade e usa uma ventoinha de 120 mm em sua parte inferior. Tal como outras fontes de baixo custo, ela é baseada na topologia meia-ponte, sem circuito PFC ativo.

Nenhum dos cabos possui proteção de nylon e todos eles usam fios 20 AWG, que são mais finos do que o recomendado. A fonte testada vem com os seguintes cabos e conectores:

  • Cabo principal da placa-mãe com conector de 20/24 pinos.
  • Um cabo com um conector ATX12V.
  • Um cabo para placas de vídeo com um conector de seis pinos.
  • Um cabo de alimentação SATA com três conectores.
  • Um cabo de alimentação para periféricos com três plugues padrão e um conector para unidades de disquete.

Comparada a outros produtos de baixo custo a C3Tech PSN455S2 tem como vantagem trazer um cabo de alimentação para placas de vídeo e três conectores de alimentação SATA. Os cabos, no entanto, são ridiculamente curtos, medindo apenas 30 cm entre a carcaça da fonte e o primeiro conector do cabo, tornando impossível a instalação desta fonte em gabinetes do tipo “full tower” ou gabinetes torre média onde a fonte fica na parte inferior. Cabos com mais de um conector possuem apenas 10 cm de distância entre os conectores.

C3Tech PSN455S2
Figura 3: Cabos.

Vamos agora dar uma olhada no interior desta fonte de alimentação.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários




Até que eu esperava algo pior dessa fonte.

Quase que usei uma dessas no meu pc novo.

Acabei fazendo uma dívida na época, mas comprei uma fonte um pouco melhor...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Se minhas contas não estão erradas, essa aí é a 18ª fonte nacional a receber o selo produto bomba.

Brasil é uma beleza mesmo :P

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Tem um amigo meu que colocou uma HD4670 e tem uma fonte dessas.

O computador ja deu problema de memoria ele tirou e esta funcionando.

Ja falei a ele que essa fonte é a bomba principalmente pela placa de videp puxando o pouco da energia que ela fornece. Nisso ele fala que ela é boa... vamos ver ate quando ela acabar com o computador dele o que ele vai dizer...

Se conselho valesse dinheiro eu estaria rico... mas como nao vale... procuro nao passar conselhos de graças.... nao sempre claro...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Mais uma bomba pro mercado naconal, to achando que o bin laden vai vir por aqui quando for atacar o Obana lá!

Parabens ao CdH por mais essa amostra do "poder de fogo" que tem os nossos produtos.

Agora estou esperando ansiosamente pelo teste da C3tech PUF 4050S, é uma fonte extremante popular, e há sempre muitas dúvidas do pessoal lá na área de fontes x configuração, como ninguem á conhece direito, fica mais aquele achismo mesmo, embora eu não espere muita coisa dela, mas vamos esperar pra ver.

Abraço.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Brincadeira esta fonte, além dos problemas de ruídos e oscilação, ela não possui nenhum componente no circuito de filtragem. Acho que esta é a primeira vez que vejo isso.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Poxa, quanto custa ao fabricante colocar meia dúzia de componentes de filtragem???

Não é porque é paralelo que tem que ser ruim, dá pra fazer um produto de baixo custo mais com um mínimo de qualidade....

Revoltante isso....

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Se tivessem rotulado como 300W ou até 350W e caprichado só um pouquinho para melhorar o ruído, poderia ser uma fonte recomendável.

Realmente poderia, mas os caras preferem economizar em absolutamente tudo que podem, mesmo que isso ponha em jogo a qualidade e segurança do produto, pobre pensamento desses fabricantes nacionais.

Abraço.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

TESTE MUITO BOM !!!!!!!!!!

Vejo que o CdH está tratando com mais carinho as fontes tabajaras brasileiras.

Embora dê muito mais trabalho, a metotologia empregada pra avaliar essa fonte não deixou dúvidas quanto a real potência máxima dessa fonte.

Ví que esse fabricante:

Induz os ignorantes, desabercebidos, honestos, serios.........a achar que essa fonte é uma fonte de 430W

Ví que o fabricante:

Possívelmente antevendo o teste do CDH correu e colocou a potência máxima fornecida por essa fonte no Site como meio de escorregar de um possível teste negativo.

Ví que essa fonte:

Embora forneça o que está especificado no site ela não tem qualidade em sua linha de 12V, daí adeus capacitores da placa mãe e circuitos dos HDs.

Ví que:

Essa fonte sem primário + estabilizador = drástica redução da vida útil do PC.

Daí perguanto?

Se o fabricante colocar um bom primário nessa fonte e passar a vender ela como uma fonte de 300W faria dessa fonte digna de nossa recomendação dessa fonte pra PCs simpres equipados com VGAs simples como 9500gt e HD4670?

Acho que esse fabricante não entendeu ainda. Temos um enorme mercado de fontes com grande potêncial de crescimento e ele não aproveita nem a pau essa oportunidade de se consolidar como o melhor e maior fabricante de fontes do Brasil, em vez disso fica fazendo economia porca e se queimando no mercado.

Digo a esse fabricante para se espelhar na história da Gigabyte, que estava queimada na praça, estava repleta de produtos de péssima qualidade, daí um engenheiro assumiu a empresa e a transformou em empresa de ponta, sempre inovando em qualidade e fazendo as outras fabricantes correr atrás do prejuízo, vide capacitores todos sólidaos, sistema de economia de energia, tecnologia ultra durável, uso de o dobro de cobre na confecção das trilhas das placas, uso de duas bios físicas.

C3Tech!!!

Aprenda!!

Dá pra ser honesta, fazer produtos de qualidade, trabalhar com preço justo.

Isso só vai te ajudar a Crescer!!

Mude sua estratégia de marketing, reformule seus produtos, peça consultoria pro GT, FALLER, Ughadoo....

Você se tronará referência no Brasil, hoje os brasileiros dão valor aos produtos fabricados no Brasil, principalmente por ter acesso a assistência têcnica(coisa que a pouco tempo era impossível de imaginar).

Já conhecia essa fonte. A peguei na minha mão e de cara olhei pelo ventilador que ela não tinha primário, daí infelizmente nosso mercado esteja carante de uma fonte de até R$100,00 que suporte configuraçãoes mais modestas, eu não pude recomendar essa fonte.

Observe os testes:

O que vejo nos testes é que ela é uma linda fonte genérica que se tivessse um bom primário e fosse vendida como uma fonte de 300W reais, seria extremamente indicada pra configuraçãoes simples.

Observe vocês que pelo teste puxando 300W dela ela pode fornecer 12A+12A, nas linhas de 12V o que na prática significa 288W nas linahs de 12V o que daria pra ligar tranquilamente um X4 ou C2Q + 2Hds + 2Grav + VAGs como 9500gt/9600gt/8800gt/HD4830/HD4770/HD5750....

Se vocês acham que o povo é ignorante, então torne o povo mais instruido, passe a colocar nas especificalções da fontes, exeplos de comfigurações suportadas e comsumo de cada componente do PC, porque daí o consumidaor vai se sentir seguro comprando uma fonte de 300W, sabendo que ela é melhor que uma fonte de 500W tabajara.

Coloque nas especificações da fonte dizeres exaltando a qualidade e existência de um primário que proteje o PC, mostre que a fonte usa cabos com bitolas recomendadas e de padrão internacional...............Diga que existem várias fontes que não prestão porque não tem as vantagens que sua fonte apresenta frente a elas.

Você C3Tch tem tudo pra crescer e tá se queimando nom mercado, justamente na hora em que o Brasil esta vivemendo um momento muito bom em sua economia e o povo comprando computadores que nem Água.

Queria dizer boa sorte pra vocês, mas não adiante nada eu desejar boa sorte se vocês estão buscando com as mãos má sorte sobre vocês mesmos.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

mais uma porcaria para colecao nacional!

coitado do encauto que entra numa dessas lojinhas e o vendedor que sabe menos ainda ou "sabe muito" enfia no encauto uma fonte dessa e tem coragem de cobrar um preco que ela nao vale

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O fabricante sabe que dificilmente alguém fará algo a respeito, se a fonte danificar os componentes do pc, e como dito em outros artigos, o inmetro só certifica os cabos usados na fonte e não ela propriamente dita...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Pai da Chiquinha,

Essa indignação é a mesma que eu tenho.

Mas você está dizendo para o cara que revende as fontes fazer uma fonte melhor. O problema aqui é que essa fonte é feita fora do Brasil e simplesmente é colocada na carcaça a etiqueta da marca e potencia, e com isso vendida.

Na realidade, é até possivel personalizar a fonte, mas mesmo para empresas brasileiras nas quais estão dispostas a pagar 20 dolares em fontes, as empresas que personalizam certamente devem cobrar algo em torno de 30 dolares para ter componentes de proteção e uma fonte no minimo decente. Não é a toa os componentes utilizados são chineses.

Isso é simples, além de mais baratos serve apenas como um estabilizador vagabundo sem estagios de proteção. Com isso o que eles podem fazer para vender a um preço minimo, é o que os revendores gananciosos do Brasil fazem.

Pior de tudo, é que nem material feito com coisas reciclaveis, quando melhoram botam o preço tanto qto a melhor fonte do mercado. Ou seja, sempre errando na questoa de custos para ganancia.

Foi como eu disse, gostaria muito que um dia o GT se possivel criasse na "mão" e claro se não for tão trabalhoso, uma fonte de verdade com todos os componentes sendo uma fonte de qualidade porém simples. Dai diria o qto gastou na produção da fonte e veriamos de forma unitaria o valor gasto. (mesmo em dolares)

Dai pensando em varias unidades, vemos o qto o custo é gerado para fazer uma fonte decente em varias unidades.

Mas é isso.

Abraços

Edson

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Alakazan,

Me desculpe.... mas mesmo dizer que COM componentes de fitragem seria uma boa fonte. É ruim e pronto... não vai ter nenhuma fonte de 350w como esperado e portanto é horrivel.

E sim é muito ruim SIM.

Abraços

Edson

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Olá pessoal,

Obrigado pelos comentários e pelos elogios em relação à melhoria dos nossos testes das fontes nacionais, realmente resolvi testá-las mais à fundo indo de 25 W em 25 W, assim não resta dúvida da sua real capacidade e características.

O curioso é que seria fácil transformar esta fonte em um produto aceitável: rotulá-la como sendo de 300 W, trocar os fios por fios 18 AWG e adicionar um circuito de filtragem. Mas do jeito que ela é vendida não tem como.

PS: O teste da PUF sairá, não se preocupem.

Abraços,

Gabriel Torres

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Olá pessoal,

Obrigado pelos comentários e pelos elogios em relação à melhoria dos nossos testes das fontes nacionais, realmente resolvi testá-las mais à fundo indo de 25 W em 25 W, assim não resta dúvida da sua real capacidade e características.

O curioso é que seria fácil transformar esta fonte em um produto aceitável: rotulá-la como sendo de 300 W, trocar os fios por fios 18 AWG e adicionar um circuito de filtragem. Mas do jeito que ela é vendida não tem como.

PS: O teste da PUF sairá, não se preocupem.

Abraços,

Gabriel Torres

Realmente os testes agora ficaram impecáveis, creio que não vai ter mais daquelas reclamações sobre as parcelas de potencia em que a fonte foi testada, como ouve na DSA5060.

Realmente é incrível, como não investem 1 centavo a mais para melhorar o produto, parace que fazem um produto ruim de propósito, vamos ver até quando isso vai durar, embora acredito que por aqui essa porcarias ainda tenham um bom tempo de vida, aqui o que é ruim dura muito.

Falei da PUF porque vi que ela já está na agulha pra ser testada, isso vai nos ajudar muito, porque há uma grande dúvida sobre seu capacidade de potencia, qualidade de componentes, estabilidade de tensões, e tudo mais, depois do teste dela, o pessoal vai ddecidir se recomenda ela ou não, já que ela apresenta um bom preço, acessivel a maioria que procura uma fonte de 350W (acho que ela não passa muito disso).

Realmente vocês estão de parabens, tenho visto uma nítida evolução nos testes, isso só faz fortalecer o velho ditado:

A prática leva a perfeição.

Abraço.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Olá pessoal,

Obrigado pelos comentários e pelos elogios em relação à melhoria dos nossos testes das fontes nacionais, realmente resolvi testá-las mais à fundo indo de 25 W em 25 W, assim não resta dúvida da sua real capacidade e características.

O curioso é que seria fácil transformar esta fonte em um produto aceitável: rotulá-la como sendo de 300 W, trocar os fios por fios 18 AWG e adicionar um circuito de filtragem. Mas do jeito que ela é vendida não tem como.

PS: O teste da PUF sairá, não se preocupem.

Abraços,

Gabriel Torres

Gabriel,

Não teria como pegar uma fonte vagabunda dessa e mostrar com componentes adequados o que aconteceria com os estagios de proteção adequados? seria mais ou menos para mostrar que daria para ficar bom, porém por ganancia e pessoal sem escrupulos tenho certeza que fazendo isso o valor nao seria absurdo das peças.

Se puder responder ficaria agradecido.

Abraços

Edson

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Realmente os testes agora ficaram impecáveis, creio que não vai ter mais daquelas reclamações sobre as parcelas de potencia em que a fonte foi testada, como ouve na DSA5060.

Estou ciente desta falha e por isso pretendo re-testar a DSA-5060 desta vez indo de "mansinho", ficará um teste mais completo, só não tenho como prometer uma data ainda... ;)

Obrigado pela paciência e pela força.

Gabriel,

Não teria como pegar uma fonte vagabunda dessa e mostrar com componentes adequados o que aconteceria com os estagios de proteção adequados? seria mais ou menos para mostrar que daria para ficar bom, porém por ganancia e pessoal sem escrupulos tenho certeza que fazendo isso o valor nao seria absurdo das peças.

Se puder responder ficaria agradecido.

Abraços

Edson

Oi Edson,

Eu já havia pensado em algo similar, algo como o que o usuário poderia fazer para melhorar uma fonte vagabunda. Eu cheguei a fazer alguns testes por aqui. Encontrei dois problemas:

1. Encontrar as peças necessárias no Brasil. Uma alternativa seria comprar pela Internet, como o valor é baixo, é isento de imposto. O problema é que o custo total sai maior do que simplesmente pegar logo uma fonte melhor. Isso ocorre porque peças no mercado de varejo são muito mais caras do que o valor pago pelos fabricantes (centavos de dólar). Além disso há o custo do frete, que é muito maior do que o das peças.

2. Eu cheguei a trocar peças em uma fonte e o desempenho não melhorou. Com isso não é somente problema das peças separadas em si, mas do projeto como um todo.

Abraços,

Gabriel.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

è pacabaaaa..

como de imaginar cada vez mais os produtos C3Tech me desaponta.

Pensei que das marcas brasileiras fosse a mais "honesta" kkk

Uso aqui uma puf4050 e nao posso reclamar dela pois ta segurando bem a configuração fora o preço dela ser muito atraente, Na faixa de 95 reais aqui no brasil.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Também fico indignado como uma empresa dessa é capaz rotular uma fonte, além da sua capacidade! E ainda por cima no site colocar outro valor!

é muita picaretagem mesmo....:mad:

O pior de tudo é que estas fontes da C3tech estão sendo vendidas a rodo por todo o Brasil.

Lamentável.

Considerando a mesma faixa de preço, uma fonte mais honesta,que mesmo sem pfc ativo e projeto + antigo, mas que pelo menos entrega a potencia rotulada é a Xtream 450W, como já analisada pelo CdH.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Também fico indignado como uma empresa dessa é capaz rotular uma fonte, além da sua capacidade! E ainda por cima no site colocar outro valor!

é muita picaretagem mesmo....:mad:

O pior de tudo é que estas fontes da C3tech estão sendo vendidas a rodo por todo o Brasil.

Lamentável.

Considerando a mesma faixa de preço, uma fonte mais honesta,que mesmo sem pfc ativo e projeto + antigo, mas que pelo menos entrega a potencia rotulada é a Xtream 450W, como já analisada pelo CdH.

Bom, o que dizer ? :rolleyes:

Mais uma bomba, e nenhuma surpresa. hehehe

E em relação a Xtream 450w já não dá pra comparar muito tb, pois ela é bem mais cara que esse modelo, que já vi vendendo até por 60~~80 reais, e o da xtream varia de 150 a 200 reais.

Agora como todos já disseram, a empresa se queima por migalhas de lucros. Se acrescentarem alguns componentes que não são tão caros, mesmo que aumente um pouco o preço do produto e as rotulassem corretamente, não taria essa desgraça toda de fontes bombas nacionais.

Editado por RodrigoFerrSS

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
TESTE MUITO BOM !!!!!!!!!!

Ví que:

Essa fonte sem primário + estabilizador = drástica redução da vida útil do PC.

Daí perguanto?

Se o fabricante colocar um bom primário nessa fonte e passar a vender ela como uma fonte de 300W faria dessa fonte digna de nossa recomendação dessa fonte pra PCs simpres equipados com VGAs simples como 9500gt e HD4670?

Já conhecia essa fonte. A peguei na minha mão e de cara olhei pelo ventilador que ela não tinha primário, daí infelizmente nosso mercado esteja carante de uma fonte de até R$100,00 que suporte configuraçãoes mais modestas, eu não pude recomendar essa fonte.

Observe os testes:

O que vejo nos testes é que ela é uma linda fonte genérica que se tivessse um bom primário e fosse vendida como uma fonte de 300W reais, seria extremamente indicada pra configuraçãoes simples.

Coloque nas especificações da fonte dizeres exaltando a qualidade e existência de um primário que proteje o PC, mostre que a fonte usa cabos com bitolas recomendadas e de padrão internacional...............Diga que existem várias fontes que não prestão porque não tem as vantagens que sua fonte apresenta frente a elas.

Amigo, de onde você tirou essa de que a fonte não possui primário? Não existe fonte sem primário.

O maior problema dessa fonte não está no primário e sim no secundário. O projeto meia-ponte e os fios de bitola menor certamente são os maiores responsáveis pelo baixo desempenho dessa fonte. A ausência da filtragem de transientes não influi tão diretamente nas saídas da fonte, mas servem principalmente para atuar diretamente nos componentes do primário apenas, aumentando a vida útil desses componentes, principalmente capacitores.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Amigo, de onde você tirou essa de que a fonte não possui primário? Não existe fonte sem primário.

O maior problema dessa fonte não está no primário e sim no secundário. O projeto meia-ponte e os fios de bitola menor certamente são os maiores responsáveis pelo baixo desempenho dessa fonte. A ausência da filtragem de transientes não influi tão diretamente nas saídas da fonte, mas servem principalmente para atuar diretamente nos componentes do primário apenas, aumentando a vida útil desses componentes, principalmente capacitores.

Falo e disse.

Muitas vezes ate fico um pouco indignado que o Gabriel reclama da parte da filtragem exigindo muito sobre isso "nao quero tirar a razao dele" . EU concordo que se é pra corta o custo numa fonte que seja somente ai mesmo pois depois na parte do secundario, e retificaçao eu cobro componente bom, Capacitores chineses nem todos sao ruim, apesar que ate agora as fontes bem xilingues fazem gosto de ja fazer o capacitor furado que é pra vazar mesmo.

Volto a falar que nao vejo a hora de o gabriel mostra a potencia da Puf 4050 pois é uma fonte que promete 500W de pico mais segundo o site é de 400W real.

O seu valor é muito em conta sendo menor que 95 reais achado fácil fácil em mercado livre e lojas.

Espero que nao seja eleita mais uma fonte bomba.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Amigo, de onde você tirou essa de que a fonte não possui primário? Não existe fonte sem primário.

O maior problema dessa fonte não está no primário e sim no secundário. O projeto meia-ponte e os fios de bitola menor certamente são os maiores responsáveis pelo baixo desempenho dessa fonte. A ausência da filtragem de transientes não influi tão diretamente nas saídas da fonte, mas servem principalmente para atuar diretamente nos componentes do primário apenas, aumentando a vida útil desses componentes, principalmente capacitores.

Colega,

O curioso é que seria fácil transformar esta fonte em um produto aceitável: rotulá-la como sendo de 300 W, trocar os fios por fios 18 AWG e adicionar um circuito de filtragem. Mas do jeito que ela é vendida não tem como.

Palavras de GT.

Onde é que fica o circuito de filtragem?

Um bom prímario protege até mesmo sua placa mãe. Dê uma olhada no que o FALLER diz a respeito de estabilizador e verá a falta que uma bom primário faz.

Observe que um bom filtro de linha usado pra protejer seu PC num faz mais nada do qeu fazer o papel de um bom primário que segura variações de tensão e ruidos elétricos. Ruidos esses que são de maneira indireta refletidos nas linhas de saida de energia que vão pro PC.

Com isso acredito que se essa fonte tivesse um bom primário teria de forma considerável menos chances de ser reprovadas em suas saidas de energia, ficando apenas limitada pela real potência que esta oferece.

Quanto aos fios de bitolas finas(se os conectores forem bons de contato) não penso que possam trazer prejuizos significativos à configurações modestas em que são usados um E7500 + GF9500gt.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Se a bitola do fio é inferior, a chance de haver resistencia por parte da fonte em relação ao computador é inferior mesmo que em configuraçoes modestas.

E também, tudo depende não somente dos conectores, afinal o pico de potencia mesmo em um estouro com a falta de um estagio de proteção poderia sim afetar o computador.

Abraços

Edson

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×