Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste da Fonte de Alimentação Casemall Powerex 400 W

       
 55.751 Visualizações    Testes  
 45 comentários

Colocamos mais uma fonte “nacional” de baixo custo para “fritar”, a Powerex 400 W da Casemall. Será que ela sobrevive aos nossos testes?

Teste da Fonte de Alimentação Casemall Powerex 400 W
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

Colocamos mais uma fonte “nacional” de baixo custo para “fritar”, a Powerex 400 W da Casemall. Será que ela sobrevive aos nossos testes?

A primeira coisa que nos chamou a atenção nesta fonte foi a presença da logomarca do Inmetro na etiqueta desta fonte, no local onde fabricantes normalmente colocam logomarcas representando certificações que a fonte possui. Isto é uma pouca-vergonha, pois o Inmetro NÃO certifica fontes de alimentação e, portanto, a Casemall NÃO poderia usar a logomarca deste sério instituto na etiqueta das suas fontes de alimentação. A única coisa que o Inmetro certifica é o cabo de alimentação e, portanto, o cabo é o único componente que poderia ter este selo decalcado.

Casemall Powerex de 400 W
Figura 1: Fonte de alimentação Casemall Powerex de 400 W.

Casemall Powerex de 400 W
Figura 2: Fonte de alimentação Casemall Powerex de 400 W.

A Powerex de 400 W tem 14 cm de profundidade e usa uma ventoinha de 120 mm em sua parte inferior. Ela vem com circuito PFC passivo, diferentemente de outras fontes de baixo custo.

Apenas o cabo principal da placa-mãe possui proteção de nylon (que parte de dentro da fonte). Infelizmente apenas este cabo usa fios com a bitola correta (18 AWG). Todos os demais cabos usam fios mais finos do que o recomendado (20 AWG). A fonte testada vem com os seguintes cabos e conectores:

  • Cabo principal da placa-mãe com conector de 20/24 pinos.
  • Um cabo com dois conectores ATX12V que, juntos, formam um conector EPS12V.
  • Um cabo de alimentação para placas de vídeo com um conector de seis pinos.
  • Dois cabos de alimentação SATA com dois conectores cada.
  • Um cabo de alimentação para periféricos com três plugues padrão.
  • Um cabo de alimentação para periféricos com dois plugues padrão e um conector para unidades de disquete.

Até que a configuração de cabos não é ruim para um produto de baixo custo, só que além dos fios serem mais finos do que o recomendado, eles são extremamente curtos, medindo 32 cm entre a carcaça da fonte e o primeiro conector do cabo (35 cm no cabo ATX12V/EPS12V), 30 cm entre conectores SATA e 15 cm entre conectores para periféricos.

Casemall Powerex de 400 W
Figura 3: Cabos.

Vamos agora dar uma olhada no interior desta fonte de alimentação.

Editado por

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários




Toda vez que vejo "fonte nacional" ja imagino "produto bomba".

=/

Esse mercado de fontes no Brasil me deixa com uma p*** raiva...

Mas eu acho legal quando explode XD

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

minha nossa (pareciam fogos de artificio)

Eu penso assim ja que vão fazer a fonte,gastar material,tempo,eTc...

porque raios que nao fasem uma coisa de boa qualidade.Bom depois de ter visto o que a Braview(industria brasileira :bravo:)faz nada mais me surpreende

o negocio mesmo é thermaltake,ocz,corsair,zalman

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

clima de natal e mais fogos de artificio aparecem

pelo que notei até agora, as C3Tech são as menos ruins, pois não algumas proteções E tem a potencia rotulada acima da real

enquanto as outras marcas...

só tenho visto fogos

obs.: curti o video da corsair

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
clima de natal e mais fogos de artificio aparecem

pelo que notei até agora, as C3Tech são as menos ruins, pois não algumas proteções E tem a potencia rotulada acima da real

enquanto as outras marcas...

só tenho visto fogos

obs.: curti o video da corsair

Mais uma vergonha do mercado brasileiro. Pior que quando fui comprar a minha fonte para meu jurassico desktop, vi essa "casemall" e pensei que pudesse ser aquela marca de gabinetes... ledo engano. Ainda bem que fui de Cooler Master nesse caso.

Belo teste! e belo estouro!

Abraços

Edson

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Parabéns por mais um completíssimo teste.

Já era visto que a Casemall não fornecia nem de longe a potencia rotulada, porém pensei que não chegaria a explodir.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Incrivel, colocam uma carcaça preta um Cooler 12CM fuleira, e por dentro uma fonte genérica e vendem pelo dobro do preço das genéricas comuns!

É igual os carros populares, um Celta zero 100% plastico por dentro completo não sai por menos de 30 Mil.... Ê BraZilll

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

"A Casemall Powerex de 400 W explodiu quando tentamos puxar cerca de 290 W".

Selo , propaganda enganosa , etc...

Até quando vão expor o Cidadão a riscos fisicos?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
um dia ainda vou ver o MP, procon, inmetro&cia fechando essas empresas que vendem lixo como se fossem fontes.

Um dia também teremos um país melhor,

Menos impostos,

Melhores salários,

Melhores políticos,

Menos probreza,

Um dia veremos isso tudo.......

Abraços :cool:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Vou começar a comprar essas fontes nacionais pra fazer de fogos de artificios no final do ano, a gabriel você posta analise dessas fontes no hardware secrets ?, pois os americanos devem pensar que nosso país é uma ***** com uma coisa dessas e sendo vendida a 105R$.

Muita pouco vergonha, a mais pouca vergonha até agora foi a da braview.

Incrivel, colocam uma carcaça preta um Cooler 12CM fuleira, e por dentro uma fonte genérica e vendem pelo dobro do preço das genéricas comuns!

É igual os carros populares, um Celta zero 100% plastico por dentro completo não sai por menos de 30 Mil.... Ê BraZilll

Mesma coisa de eu comprar um fusca ,reformar ele todo ,colocar um **** som,ar condicionado ,e deixar a motorização como estava.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Olá Pessoal, fiquei Curioso com a Frase

"Ela vem com circuito PFC passivo, diferentemente de outras fontes de baixo custo."

essa fonte seria PFC ativo não ? na maioria dos PFC's passivos tem uma chave 110/220V

atrás da fonte (aprendi no tuturial de Fontes chaveadas daki :D)

e,analizando a frase ao todo,Quase todas as fontes de baixo-custo são de PFC passivo,como seria diferentemente ?

é coisa besta,mas só pra constar antes q venha um nb cm 20 pedras na mão ^_^

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
os caras ficam falando em inglês.....é para não perder a fluência?

Oi Bromaluko,

Eu moro nos EUA e meu ajudante é americano (Rick) e por isso obviamente nos comunicamos em inglês. Normalmente tentamos não conversar durante o teste para o áudio não "vazar" no vídeo. Neste caso específico, só para clarificar, a ventoinha desta fonte estava fazendo um barulho enorme, mas nem mencionei isso no teste pois aparentemente foi causado por um tombo na fonte durante o transporte. No vídeo eu pergunto ao meu ajudante o que aconteceu com o barulho e ele responde que o barulho parou sozinho ("it corrected itself"). Na explosão meu ajudante grita "DAMN!" ("CARAMBA!").

Vou começar a comprar essas fontes nacionais pra fazer de fogos de artificios no final do ano, a gabriel você posta analise dessas fontes no hardware secrets ?, pois os americanos devem pensar que nosso país é uma ***** com uma coisa dessas e sendo vendida a 105R$.

Eu só posto no Hardware Secrets quando a fonte é vendida aqui nos EUA. Parece que tem uma ou outra marca fuleira por aqui sim, mas é minoria e difícil de encontrar. Ou seja, esses testes eu só publico no Clube do Hardware.

Olá Pessoal, fiquei Curioso com a Frase

"Ela vem com circuito PFC passivo, diferentemente de outras fontes de baixo custo."

essa fonte seria PFC ativo não ? na maioria dos PFC's passivos tem uma chave 110/220V

atrás da fonte (aprendi no tuturial de Fontes chaveadas daki :D)

e,analizando a frase ao todo,Quase todas as fontes de baixo-custo são de PFC passivo,como seria diferentemente ?

é coisa besta,mas só pra constar antes q venha um nb cm 20 pedras na mão ^_^

PFC passivo, ver Figura 7. A chave seletora 115 V/230 V está entre o receptáculo do cabo de força e a chave liga/desliga. Infelizmente pelo ângulo que tiramos a Figura 1 esta chave não aparece, mas ela está lá... ;-)

Abraços,

Gabriel Torres

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

eu tenho é vontade de comprar uma fonte dessas ligar no meu k6 velho de guerra (sim eu tenho um k6 :D ) e processar essas empresas, afinal essas sacanagens só vão parar quando eles começarem a sentir no bolso =p

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

parecemos que tamo jogando ronaldinho 98 com a narraçao paraguaia.... ""forte bomba""" kkkkkk

isso que eu chamo de susto. danw...... o estora quase igual de fonte generica ligada em 220 e na chave seletora estando em 110.

É BRAZIUUUU O país DA COPPÁ

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Incrivel, colocam uma carcaça preta um Cooler 12CM fuleira, e por dentro uma fonte genérica e vendem pelo dobro do preço das genéricas comuns!

É igual os carros populares, um Celta zero 100% plastico por dentro completo não sai por menos de 30 Mil.... Ê BraZilll

exato, mas o celta é como se fosse uma fonte feia por fora e potente por dentro, de motor é o mais potente da categoria... agora se você tivesse comparado essa fonte com um fiesta 1.0 ou um gol g5 que é bonito por fora e tem um motor manco que da dó ai sim concordaria contigo...

agora falando dessa fonte ai, agradeço e muito que existe o CdH pra mostrar esses testes, muito bom mesmo, toda vez que vou comprar uma fonte, eu dou uma conferida aqui antes hehehehehe

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O maior susto que levei eu ler o teste dessa fonte é ver que ela tem um conector para VGAs. Meu DEUS quem vai plugar um lixo desses na sua VGA ta pedindo pra perde-la.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Um dia também teremos um país melhor,

Menos impostos,

Melhores salários,

Melhores políticos,

Menos probreza,

Um dia veremos isso tudo.......

Abraços :cool:

Veremos sim, mais lá do cem do ceu. kkkkkk A não ser que alguem aqui seja o Homem bicentenário.

Nossos tataranetos que virammm !!! hehe

Vergonha

abraço

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Pensei que entregaria pelo menos a potência - ainda mais em se tratando da CaseMall - pelo jeito todos os fabricantes de fontes brasileiras produzem lixos e o pior: vendem!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Colocamos mais uma fonte “nacional” de baixo para “fritar”, a Powerex 400 W da Casemall. Será que ela sobrevive aos nossos testes?

Faltou o custo na frase.

[]'s

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×