Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste da Fonte de Alimentação Coolmax CUL-750B 750 W

       
 41.675 Visualizações    Testes  
 14 comentários

Será que esta fonte de alimentação de 750 W é uma boa opção? Será que ela pode fornecer sua potência rotulada? Confira.

Teste da Fonte de Alimentação Coolmax CUL-750B 750 W
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

Esta fonte de alimentação de 750 W da Coolmax pode ser encontrada nos EUA por apenas US$ 60, um preço muito abaixo dos modelos de 750 W que já testamos. Vejamos se você pode economizar dinheiro comprando esta fonte ou se é melhor optar por um produto diferente.

A CUL-750B é fabricada por uma empresa chinesa chamada LongYi Electronics, que é tão pequena que não tem nem site.

Coolmax CUL-750B 750 W
Figura 1: Fonte de alimentação Coolmax CUL-750B 750 W.

Coolmax CUL-750B 750 W
Figura 2: Fonte de alimentação Coolmax CUL-750B 750 W.

A Coolmax CUL-750B 750 W mede 16 cm de profundidade, possui uma ventoinha de 135 mm em sua parte inferior (a caixa do produto diz que a ventoinha é de 140 mm, mas esta informação está errada). Esta fonte possui circuito PFC ativo.

Um pequeno sistema de cabeamento modular está disponível, com apenas três conectores: um vermelho para um cabo de alimentação para placa de vídeo e dois pretos para cabos de alimentação para periféricos e SATA. A maioria dos cabos está permanentemente instalada na fonte, e esses cabos utilizam uma proteção de nylon que parte de dentro da fonte. Todos os cabos utilizam fios 18 AWG, que é a bitola correta a ser usada. Os cabos inclusos são:

  • Cabo principal da placa-mãe com um conector de 20/24 pinos (37 cm; permanentemente instalado na fonte).
  • Um cabo com dois conectores ATX12V que juntos formam um conector EPS12V (39 cm; permanentemente instalado na fonte).
  • Um conector de alimentação de seis/oito pinos para placas de vídeo (41 cm; permanentemente instalado na fonte).
  • Um conector de alimentação de seis pinos para placas de vídeo (41 cm; sistema de cabeamento modular).
  • Dois cabos com dois conectores de alimentação SATA cada (49 cm até o primeiro conector, 15 cm entre os conectores; um cabo permanentemente instalado na fonte, um cabo no sistema de cabeamento modular).
  • Um cabo com três conectores de alimentação para periféricos (40 cm até o primeiro conector, 15 cm entre os conectores; permanentemente instalado na fonte de alimentação).
  • Um cabo com dois conectores de alimentação para periféricos e um conector de alimentação para a unidade de disquete (40 cm até o primeiro conector, 15 cm entre os conectores; sistema de cabeamento modular).

Esta configuração é simplesmente ridícula para uma fonte de alimentação de 750 W. A maioria dos cabos é muito curta, há apenas quatro conectores de alimentação SATA e o cabo ATX12V/EPS12V tem apenas dois fios de +12 V provenientes da fonte, em vez de quatro, que seria a configuração correta.

Coolmax CUL-750B 750 W
Figura 3: Cabos.

Vamos agora dar uma olhada no interior desta fonte de alimentação.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Eu não fiquei tão surpreso não.

Mas aquele cara é louco de colocar a mão na fonte. E se ela explodisse?

Eu não confiaria.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Tem uma Coolmax 400W por 9 dólares no Newegg, com relatos de ter quimado do nada algumas vezes.

Pelo visto é tendência da marca mesmo e não só deste modelo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Tava lendo o teste e começou a me vir na cabeça o nome "wireless"(leadership)

e uma estranha vontade de Dizer "ta vendo nao e so aqui"(se bem que essa marca nao deve durar muito la, mas emfim....)

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

burrice do fabricante, negativa a imagem do seu produto e o proprio nome por besteira.

Simples, se esta fonte fosse rotulada como 470W ela seria um produto excelente.

mesmo ela sendo rotulada pelo teste como bomba, ainda prefiro comprar ela por 60 dolares do que muitas outras que nao conseguem fornecer nem 250w reais com eficiencia e qualidade.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Me lembrou mais a C3 Tech do que a Leadership.

Tem uma boa fonte, porém rotulada errada.

Exemplo da Puf4050 e da DSA5060. Já a Leadership além de rotular errado, as fontes são realmente ruins.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

não vamos pensar nos 60 dólares, essa fonte no brasil custaria em torno de 250 reais..seria uma bomba mesmo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Meuuu sem buuuuuummmmm, que sem graça, quando vejo o selo produto bomba teríamos que ver a bomba de fato mas essa não é nem um traquizinho. que sem graça,,,,

Falowwwwww ae, PANAO,

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Bom, pelo menos ela não explode como as Huntkey...eu também estava esperando por fogos de artifício no vídeo...:D

Em plenos EUA os caras tentarem vender esta fonte com potência falsa é pedir para ser processado já que lá é onde se mais abre processo até por bobagens, apesar que aqui no Brasil estas empresinhas como a Leadership e cia deveriam também ser processadas.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Me lembrou mais a C3 Tech do que a Leadership.

Tem uma boa fonte, porém rotulada errada.

Exemplo da Puf4050 e da DSA5060. Já a Leadership além de rotular errado, as fontes são realmente ruins.

Concordo plenamente.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×