Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Teste da Fonte de Alimentação Corsair GS700 Bronze

       
 68.976 Visualizações    Testes  
 6 comentários

Vamos dar uma olhada na nova Corsair GS700, que vem com a certificação 80 Plus Bronze.

Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

A série de fontes de alimentação Corsair GS apresenta modelos de 500 W, 600 W, 700 W e 800 W, que vêm com certificação 80 Plus padrão ou com certificação 80 Plus Bronze, com exceção do modelo de 500 W, que está disponível apenas com certificação 80 Plus padrão. Hoje nós estamos testando o modelo de 700 W com certificação 80 Plus Bronze. Vamos ver se este é um bom produto.

A propósito, nós achamos que é muito confuso ter duas séries de fontes de alimentação diferentes com o mesmo nome. Nós achamos que a Corsair deveria ter usado um nome diferente para os modelos com certificação 80 Plus Bronze.

A Corsair GS700 Bronze é fabricada pela CWT

Corsair GS700
Figura 1: Fonte de alimentação Corsair GS700 Bronze

Corsair GS700
Figura 2: Fonte de alimentação Corsair GS700 Bronze

A Corsair GS700 Bronze mede 16 cm de profundidade e tem uma ventoinha de 140 mm com rolamento de esferas em sua parte inferior (Hong Hua HA1425H12B-Z). A ventoinha brilha em vermelho, azul ou branco e você pode escolher a cor apertando um botão localizado no painel traseiro da fonte de alimentação. A fonte de alimentação somente liga sua ventoinha quando carregada acima de 25% da sua potência rotulada. Desse modo, a fonte de alimentação não produz ruído em carga leve.

Corsair GS700
Figure 3: Ventoinha

A fonte testada não tem sistema de cabeamento modular. Todos os cabos são protegidos por acabamentos em nylon que vem de dentro da fonte. Esta fonte vem com os seguintes cabos:

  • Cabo principal da placa-mãe com um conector de 20/24 pinos, 58 cm de comprimento
  • Um cabo com dois conectores ATX12V que juntos formam um conector EPS12V, 66 cm de comprimento
  • Dois cabos, cada um com um conector de seis/oito pinos para placas de vídeo, 56 cm de comprimento
  • Dois cabos, cada um com quatro conectores de alimentação SATA, 45 cm até o primeiro conector, 10 cm entre os conectores
  • Dois cabos, cada um com três conectores de alimentação para periféricos e um conector de alimentação para unidades de disquete, 45 cm até o primeiro conector, 10 cm entre os conectores

Todos os fios são 18 AWG, que é a bitola mínima recomendada, exceto o cabo principal da placa-mãe que usa fios mais grossos (16 AWG). A configuração dos cabos é boa para uma fonte de alimentação de 700 W.

Corsair GS700
Figura 4: Cabos

Vamos agora dar uma olhada no interior desta fonte de alimentação.

Compartilhar



Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Comentários de usuários


Muito boa fonte... Só achei alto os níveis de ruído da linha -12 V a partir do teste 3, mas isso é apenas um detalhe.

E ficou bem legal a conclusão, comparando separadamente com outras fontes testadas. Parabéns pelo teste!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Gosto muito deste tipo de teste com fontes que não são top de linha mas compensam (e muito) para o usuário menos "abastado" que procura por produtos bons e mais em conta. Afinal este tipo de usuário é o que corre maior risco pois é nesta faixa de preço que se situam em maior número as famigeradas fontes "bomba". Também gostei da comparação com outras fontes feita na conclusão, bem legal. Obrigado galera do CdH por mais este ótimo teste. :joia:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A CWT está dando show com suas fontes mais recentes. Pena que não saiu ainda o modelo GS500 com certificação Bronze.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora