Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Teste da Fonte de Alimentação Corsair TX950W

       
 59.676 Visualizações    Testes  
 13 comentários

Vamos dar uma olhada na mais nova fonte de alimentação da Corsair, uma criança de 950 W que promete boa eficiência.

Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

A mais nova fonte de alimentação da Corsair, a TX950W, utiliza um projeto com um único barramento e é equipada com um conversor DC-DC em seu secundário, que atualmente é o projeto preferido para obter alta eficiência. Diferentemente dos modelos da série HX, a TX950W não tem sistema de cabeamento modular. Vejamos se esta fonte é boa.

A TX950W, assim como os outros membros da série TX, é fabricada pela CWT, mas os outros modelos TX não utilizam conversores DC-DC no secundário e, portanto, apresentam eficiência menor. A CWT também é o fabricante dos modelos 750 W e superiores da série Corsair HX (também equipados com conversores DC-DC no secundário), mas os outros membros da série HX são fabricados pela Seasonic.

Fonte de Alimentação Corsair TX950W
Figura 1: Fonte de alimentação Corsair TX950W.

Fonte de Alimentação Corsair TX950W
Figura 2: Fonte de alimentação Corsair TX950W.

A Corsair TX950W não é uma fonte de alimentação longa, medindo 16 cm de profundidade. Ela tem uma ventoinha de 140 mm em sua parte inferior e circuito PFC ativo, é claro. Como mencionamos a TX950W não tem sistema de cabeamento modular e todos os cabos utilizam uma proteção de nylon que sai de dentro da fonte.

Esta fonte vem com os seguintes cabos:

  • Cabo principal da placa-mãe com um conector de 20/24 pinos.
  • Um cabo com um conector EPS12V que pode ser transformado em dois conectores ATX12V.
  • Seis cabos com um conector de alimentação auxiliar de seis/oito pinos para placas de vídeo cada.
  • Três cabos com quatro conectores de alimentação SATA cada.
  • Dois cabos com quatro conectores de alimentação para periféricos cada.
  • Dois adaptadores para converter um conector de alimentação para periféricos em um conector de alimentação para a unidade de disquete.

A configuração de cabos da TX950W é perfeita para um produto de 950 W: todos os cabos são longos (60 cm entre a carcaça da fonte e o primeiro conector no cabo; 15 cm entre os conectores), o que permite a você facilmente instalar esta fonte em um gabinete “full-tower”; seis conectores para placas de vídeo usando cabos individuais, permitindo a você ter até três placas de vídeo topo de linha instaladas no micro; e uma incrível quantidade de conectores de alimentação SATA e para periféricos.

Por se tratar de um produto de 950 W, seria melhor ainda se esta fonte viesse com oito conectores de alimentação para placas de vídeo para permitir a você instalar até quatro placas de vídeo topo de linha. Por outro lado, como esta fonte não tem sistema de cabeamento modular e a maioria dos usuários não tem quatro placas de vídeo, esses cabos extras ficariam soltos dentro do gabinete bloqueando o fluxo de ar.

Todos os cabos são 18 AWG, exceto os fios no cabo principal da placa-mãe, que são mais grossos (16 AWG), o que é ótimo.

Fonte de Alimentação Corsair TX950W
Figura 3: Cabos.

Vamos agora dar uma olhada no interior desta fonte de alimentação.

Compartilhar



Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Comentários de usuários


Fonte sensacional de um fabricamte sensacional.

Hoje não há no mercado mundial, marca de fontes melhor que a corsair, não só pela qualidade dos produtos apresentados, mesmo não sendo ela quem as fabrica, é ela quem dá o nome ao produto e se esse fosse de má qualidade, tambem seria ela quem iria arcar com a má fama; mas a corsair tem uma postura inquetionável de honestidade, é simplesmente incrível para os dias de hoje o que ela fez com essa fonte, rebaixando o selo 80Plus Silver, para 80Plus bronze, onde veríamos isso aqui com essas empresas meia boca e tranbiqueiras daqui no brasil?

Muita gente acha os produtos da corsair caros, mas na realidade não são, como pode ser visto nesse próprio teste, uma fonte da altíssima qualidade, com um preço muito justo, mas o que acontece, é que, os empresários sanquessugas, se aproveitam dessa fama de produtos de alta qualidade da Corsair para subir muito alem do que se deveria os preços, então assim surge um famigerado "custo brasil", que cada vez aumenta mais.

Mas como a Corsair não tem culpa dissom ela só está fazendo a parte dela, lançando no mercado sempre produtos de ponta, realmente parabenizo a corsair, não só pelo produto que aliás é de uma qualidade inquestionável, mas principalmente pela honestidade para com o consumidor.

Se tivessemos mais empresas assim....

Parabens a CdH por mais este magnífico teste!!

Abraço.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Uma coisa que ninguem reparou foi o seguinte, há(?) um bom tempo eu venho vendo que quase nenhuma fonte apresenta um varistor (MOV). Ai queria saber de vocês qual o impacto disso em um pc, com a falta desse componente? E não é fontes vagabundas não, são boas fontes... Otimas fontes para dizer a verdade.

Abraços

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Uma coisa que ninguem reparou foi o seguinte, há(?) um bom tempo eu venho vendo que quase nenhuma fonte apresenta um varistor (MOV). Ai queria saber de vocês qual o impacto disso em um pc, com a falta desse componente? E não é fontes vagabundas não, são boas fontes... Otimas fontes para dizer a verdade.

Abraços

Isto não procede. Poucas são as fontes que não apresentam um varistor. Em muitos casos na foto não dá para mostrar o varistor (quando ele fica em uma posição difícil de mostrar, por exemplo). Se no texto do teste eu não falar especificamente que a fonte não tem um varistor, significa que ela tem.

Abraços,

Gabriel Torres

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ótima fonte, não dava pra esperar outra coisa vinda de uma fonte da Corsair. Gostei da parte que ela reduziu o certificado 80 Silver para 80 Bronze, respeitável atitude. Por isso que eu posso falar: sou fan desta empresa, desde memórias até as fontes...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Isto não procede. Poucas são as fontes que não apresentam um varistor. Em muitos casos na foto não dá para mostrar o varistor (quando ele fica em uma posição difícil de mostrar, por exemplo). Se no texto do teste eu não falar especificamente que a fonte não tem um varistor, significa que ela tem.

Abraços,

Gabriel Torres

Ahh Gabriel, tranquilo então. Eu que não tinha entendido a maneira de como você estava falando, me expressei mal então.

valeu pela força...

Abraços

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Fonte sensacional, de uma empresa que realmente respeita o consumidor ao contrário de muitas que fazem o contrário. Possuo a Corsair modelo TX 750 a mais de um ano e nunca tive problemas, é só alegria.

Parabéns ao GT e sua equipe,por mais este excelente teste.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eu Também tenho a TX 650W e não me arrependo nenhum centavo pago nela

lembrando que também tenho outro PC com uma OCZ 500W que também é otima.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Sensacional !

Isso sim é uma postura decente para uma empresa !!

Com certeza, a próxima fonte do meu pc será uma Corsair. Show !

PS: Tá na hora das "Leadership da vida" se espelharem na Corsair ...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ardanuy,

Se ao menos a leardership se espelhassem na Seventeam e similares a mesma (porque sejamos sinceros, muitas fontes dessa marca sao de valores abaixo dos modelos que compete e são boas, claro que não como uma Corsair). Ai seria um otimo começo... mas infelizmente empresas que utilizam mtos itens chineses para obter lucro vão continuar fazendo tal sacanagem.

Em relação ao Teste, não acredito que ela fornece "apenas" 82,9% de eficiencia a 100% de sua carga que como já explicado pelo GT teve que retirar das outras entradas da fonte tal potencia. Se fosse jogado apenas na linha de 12v certamente ela deveria ficar por volta dos 84% pelo menos.

GT,

Não teria como você obter com a Corsair o teste no equipamento deles para termos uma real eficiencia a 100%?

Acho otimo seu teste, essa fonte e como a marca não temos o que falar mal, é a unica que conheço que respeita o cliente fazendo fontes concordando com uma medida que não visa apenas a ser transparentes e sim pensam também no consumidor que as compra. Afinal não é fácil entregar 950w e muito menos alguem que precise de tudo isso.

Abrçaos

Edson

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Olá a todos! Parabéns a equipe do CdH por mais teste.

Gostaria de saber se a Corsair TX950W já é vendida no Brasil e por quanto?

Desde já um forte abraço a todos!

Italo

Editado por Pierre C.
Veja aqui: http://forum.clubedohardware.com.br/sugestoes-testes-fontes/736042

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Realmente é uma fonte muito boa. Comprei uma a pouco tempo (178U$), não testei toda potência dela, meu sistema deve exigir ums 550w maximo(atualmente com uma GTX580). Futuramente quero botar 3 GTX580, gradativamente comprando as vgas, e espero que ela segure numa boa. Vamos ver no que dá...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

alguém poderia me ajudar comprei essa fonte a uns 2 meses até ai tudo bem , só que quando eu começo a jogar o pc começa deligar , não achava que era fonte ate eu fui ver as tensões e 12v ta marcando 4.8 , testei em 2 programas acusaram mesma tensão e não sei usar múlti metro para medir

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora