Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste da Fonte de Alimentação Enermax Liberty DXX 500W

       
 94.446 Visualizações    Testes  
 18 comentários

A Liberty DXX 500 W é uma das fontes de alimentação mais populares da Enermax e que vem com cabeamento modular e ventoinha de 120 mm. Será que ela é uma boa fonte e pode realmente fornecer 500 W?

Teste da Fonte de Alimentação Enermax Liberty DXX 500W
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

A Liberty DXX 500 W, também conhecida como ELT500AWT, é uma das fontes de alimentação mais populares da Enermax e que vem com PFC ativo, alta eficiência, sistema de cabeamento modular, ventoinha de 120 mm e dois cabos de alimentação auxiliar para a placas de vídeo para alimentar seu sistema SLI ou CrossFire. Nós desmontamos completamente esta fonte e também a testamos para ver se ela realmente pode fornecer sua potência rotulada de 500 W. Confira.

Enermax Liberty DXX 500 W
Figura 1: Fonte de alimentação Enermax Liberty DXX 500 W.

Enermax Liberty DXX 500 W
Figura 2: Fonte de alimentação Enermax Liberty DXX 500 W.

Como você pode ver, esta fonte de alimentação usa uma grande ventoinha de 120 mm de rolamento em sua parte inferior (a fonte de alimentação está de cabeça para baixo nas Figuras 1 e 2) e uma grande grade na parte traseira onde tradicionalmente temos uma ventoinha de 80 mm. Nós gostamos desta abordagem já que ela oferece não apenas um melhor fluxo de ar, mas a fonte de alimentação também produz menos ruído, já que a ventoinha pode girar a uma velocidade menor de modo a produzir o mesmo fluxo de ar de uma ventoinha de 80 mm.

Esta fonte de alimentação tem PFC ativo, que oferece uma melhor utilização da rede elétrica e permite que a Enermax venda este produto na Europa (leia nosso tutorial sobre o PFC em nosso tutorial Fontes de Alimentação). No que diz respeito a eficiência, a Enermax diz que este produto tem uma eficiência de 80%. Claro que mediremos isto para ver se o que o fabricante afirma é verdade. Lembre-se que fontes de alimentação mais caras têm uma eficiência de pelo menos 80%. Quanto maior a eficiência melhor – uma eficiência de 80% significa que 80% da potência extraída da rede elétrica é convertida em potência nas saídas da fonte de alimentação e apenas 20% é desperdiçada, o que significa uma conta de luz mais baixa – só para você ter uma ideia, fontes de alimentação convencionais possuem uma eficiência inferior a 70%.

O cabo de alimentação principal da placa-mãe usa um conector de 20/24 pinos  e esta fonte tem dois conectores ATX12V que juntos formam um conector EPS12V.

Nesta fonte de alimentação você pode monitorar a velocidade de rotação da ventoinha através do computador, recurso não muito comum. Se você quiser usar este recurso, você tem que instalar o cabo da ventoinha que sai de dentro da fonte (cabo com dois fios mostrado na Figura 2) em qualquer conector de alimentação para ventoinha de três pinos da placa-mãe.

Como mencionamos esta fonte usa um sistema de cabeamento modular, com os cabos vindo dentro de um estojo, mostrado na Figura 3. Nós gostamos de sistemas de cabeamento modular já que você pode instalar apenas os cabos que realmente usará, aumentando assim o fluxo de ar dentro do micro já que menos cabos ficarão sobrando no interior do gabinete.

Enermax Liberty DXX 500 W
Figura 3: Cabos para periféricos.

Esta fonte de alimentação vem com seis cabos de alimentação para periféricos: um cabo de alimentação auxiliar para placa de vídeo com conector de 6/8 pinos, um cabo de alimentação auxiliar para placa de vídeo com conector de seis pinos, dois cabos contendo dois conectores de alimentação para periféricos padrão e dois conectores de alimentação SATA cada e dois cabos contendo dois conectores de alimentação para periféricos padrão, dois conectores de alimentação SATA e um conector de alimentação para a unidade de disquete cada. Como você pode ver esta é uma configuração atípica, já que normalmente os fabricantes não colocam conectores de alimentação SATA e conectores de alimentação para periféricos no mesmo cabo.

Portanto esta fonte tem um total de oito conectores de alimentação SATA e oito conectores de alimentação para periféricos, o que é muito mais do que o suficiente para qualquer usuário médio. O problema, no entanto, é que é difícil usar ao mesmo tempo os conectores de alimentação SATA e os conectores de alimentação para periféricos que estão instalados no mesmo cabo, já que eles ficam muito próximos uns dos outros. Por exemplo, se você tem dois discos rígidos SATA e uma unidade óptica que ainda usa conectores de alimentação para periféricos, você precisará usar pelo menos dois cabos, já que o cabo usado para alimentar os dois discos rígidos não é longo o suficiente para alimentar a unidade óptica ao mesmo tempo.

É interessante notar que a Enermax vende cabos adicionais para esta fonte de alimentação, se você precisar de uma configuração diferente de cabos.

Nesta fonte de alimentação todos os fios são 18 AWG, o que é perfeito para faixa de potência desta fonte.

No que diz respeito a estética, a Enermax usou acabamento de nylon em todos os cabos e eles partem de dentro da fonte.

Vamos agora dar uma olhada em mais profundidade nesta fonte de alimentação.

Editado por

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Acho que o pessoal acima não entendeu que o espaço é para comentar o artigo e não para outros fins. Mas é natural que haja um certo desinteresse por testes dessas marcas famosas, que já têm testes e reviews em número excessivo pela internet a fora. Seria muito mais interessante testes de fontes "brasileiras".

O teste não trouxe surpresa. Essa linha da Enermax não é propriamente ruim, mas é já modelo ultrapassado e cansado. Não traz vantagem nenhuma sobre outras marcas mais modernas.

Eu questionaria diretamente o trecho abaixo:

Como você pode ver, esta fonte de alimentação usa uma grande ventoinha de 120 mm de rolamento em sua parte inferior (a fonte de alimentação está de cabeça para baixo nas Figuras 1 e 2) e uma grande grade na parte traseira onde tradicionalmente temos uma ventoinha de 80 mm.

Faz um bom tempo (a long time) que as fontes de alimentação trazem tradicionalmente uma ventoinha de 12 ou 14cm embaixo e uma grande com furos na parte traseira. Tempos houve em que isso era mais comum nas fontes de marca. Nas genéricas, de fato, era mais comum uma ventoinha de 80cm atrás. Hoje tanto umas quanto outras trazem tradicionalmente este mesmo design.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Esse teste do GT está desmacaradno muitas fontes disponíveis no mercado!!! Quem diria, por exemplo, que a HuntKey não ofrneceria os 450W continuamente? E que essa queimaria ao tentar tirar mais potência 9ao invés de desligar, como promete os canais de proteção...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

:(

Broxil !

Tava pensando numa dessas pra substituir minha atual Enermax..

No aguardo dos testes das demais linhas pra saber se existem diferenças entre os projetos.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Opa, como vocês já perceberam eu fiz um teste completo desta fonte, atualizando o "primeiras impressões" para um teste completo... Aproveitem...

Abraços

Gabriel Torres

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Algum moderador poderia apagar as mensagens antigas (de 2006 e 2007) pois acrescentam nada ao tópico, só atrapalham!

e mais uma vez o CdH acabando com as fontes que todos achavam prestar... hehehe!

Queria ver um teste desta minha DR.HANK Real PW500T USPC aqui.... vai ser uma desgraça :D

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A Enermax Liberty DXX 500W e a Enermax Liberty ELT500AWT são a mesma fonte? Ou tem alguma diferença interna? Porque eu vi a imagem com as especificações da fonte e tem um "DXX" depois do nome da fonte, coisa que não acontece na ELT500AWT.

Para compraração:

enermax_nameplate.jpg

imageviewphpwb9.jpg

Ah, outra coisa que eu não disse. Não estou querendo desconfiar do Clube do Hardware, porque eu sei que estão fazendo um trabalho muito idôneo, mas no 80 Plus a ELT500AWT passou com uma média de 82,88% (e sem ficar abaixo dos 80%). Agora eu não sei no que acreditar.

Os resultados do teste do 80 Plus:

http://80plus.org/manu/psu/documents/Enermax_ELT500AWT_500W_80PLUS_Report.pdf

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Que decepção! Pensei que a Enermax seria mais confiável... E a fonte testada tem até cabemento modular, o que demonstra não ser um modelo "popular".

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Já tive uma Liberty de 500W que morreu em 1 mês, mandei na garantia e trocaram, não quis nem saber de instalar ela de novo, vendi.

GT, testa a SevenTeam de 750W, estou louco para ver os resultados de Carga.

Abraços.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ah, outra coisa que eu não disse. Não estou querendo desconfiar do Clube do Hardware, porque eu sei que estão fazendo um trabalho muito idôneo, mas no 80 Plus a ELT500AWT passou com uma média de 82,88% (e sem ficar abaixo dos 80%). Agora eu não sei no que acreditar.

Os resultados do teste do 80 Plus:

http://80plus.org/manu/psu/documents/Enermax_ELT500AWT_500W_80PLUS_Report.pdf

A diferença entre elas pode ser o projeto, mas acho que a grosso modo são bem parecidas.

Sobre o teste 80 plus provavelmente a diferença está na temperatura, na tensão (110/220) ou ainda na freqüência (se isso interferir..).

Eu voto na temperatura ^_^

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A diferença da normal para a versão DXX, é que esta tem o conector das saídas para PCI-E com 6+2 pinos, para as placas de vídeo mais novas.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Algum moderador poderia apagar as mensagens antigas (de 2006 e 2007) pois acrescentam nada ao tópico, só atrapalham!

Concordo plenamente com isso, ta super tumultuando o fórum....e tem tanta inutilidade, tem que deletar...

Quanto ao teste, muito bom e padrão como sempre, to esperando alguma seventeen, mas ta difícil...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Gabriel.. teste novamente agora com a nova metodologia alguma fonte da série Thermaltake Toughpower.. de preferência a de 650w modular..

também tenho interesse em ver a ST750w.

[]s

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O que eu achei estranho no teste é que as principais proteções da fonte falharam, entretanto fisicamente a fonte tem os componentes para executar a proteção, inclusive componentes de qualidade. Não seria uma fonte já com defeito. Seria bom fazer o teste com outra.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Os testes de fonte do Clube do Hardware estão entre os MELHORES DO MUNDO.

Eles debulham a fonte por completo e medem as capacidades de suas linhas, bem como o nível de ruído e as proteções. Não conheço outro lugar na internet que faça testes deste nível e explique ao usuário comum de modo simples, porém sem deixar de lado os aspectos técnicos importantes.

Sou fã dos testes de fonte de vocês.

Sei que é complicado arranjar peças para teste, mas se possível, testem a Thermaltake PurePower RX 500W. Só ví um teste dela até hoje no site Bjorn, porém é um teste muito fraco, com pouca informação e poucos números. Eu mesmo já tentei testar essa fonte, mas só tenho um multímetro... :(

Continuem desmascarando os fabricantes de fontes ruins!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Essa série Liberty é a ovelha negra da Enermax. Pifa. Tanto a de 400W, como a de 500 e a 720. Todas pifam, subitamente. Basta ver nos sites de leilão quanta gente está vendendo essas fontes pifadas e nos sites americanos de venda de equip de informática pela Internet, há centenas de reclamações. Fonte é Zippy / Emacs. E ponto final.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Enermax é marca de grife. Do tipo que só de falar o nome a maioria dos usuários já coloca como um produto top. É uma vergonha que uma marca assim fabrique uma fonte tão básica como essa, cujas proteções sequer funcionam. Isso é bom para que as pessoas aprendam a não comprar fontes apenas pelo nome.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Enermax é marca de grife. Do tipo que só de falar o nome a maioria dos usuários já coloca como um produto top. É uma vergonha que uma marca assim fabrique uma fonte tão básica como essa, cujas proteções sequer funcionam. Isso é bom para que as pessoas aprendam a não comprar fontes apenas pelo nome.

Eu que o diga. Comprei a enermax da assinatura. Até o momento não tive nenhum problema, inclusive a fonte tá dando conta da configuração e esquenta pouco alem de ser silenciosa. Por isso pensei que talvez fosse a fonte que eles usaram que não tava legal. porque é estranho uma fonte ter componentes com suporte para as proteções e as proteções não funcionarem. Pelo menos os estágios de filtragem dessa fonte estão acima do recomendado.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eu também fico surpreso com os resultados e aguardo o teste completo da Liberty ELT620AWT de 620W, já que a mesma já passou pelas "primeiras impressões". A config da minha máquina está pronta para receber um Crossfire HD2600XT e espero que ela aguente o "tranco". As 2600XT Sapphire não possuem conectores auxiliares, a alimentação é através dos slots PCIe x16, o que exige muito da MB e consequentemente da qualidade da fonte.

Editado por MPCom
Redação

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×