Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste da Fonte de Alimentação eXtream FEX-65T28 de 650 W

       
 38.227 Visualizações    Testes  
 16 comentários

Mais um teste de uma fonte “nacional”, desta vez colocamos à prova a eXtream FEX-65T28 de 650 W, que oficialmente é uma fonte de “potência real”. Será?

Teste da Fonte de Alimentação eXtream FEX-65T28 de 650 W
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

Nós já testamos outros modelos da eXtream, a FEX-45T12 de 450 W, a FEX-55T28 de 550 W e a Aurora de 700 W. Nossa experiência com esta marca até o momento é a seguinte: a Aurora 700 W se saiu bem nos testes, a FEX-45T12 conseguiu entregar seus 450 W a 50° C mas com uma baixa eficiência e a FEX-55T28 não conseguiu entregar sua potência rotulada a 50° C (mas a 25° C ela conseguiu). Portanto estávamos muito curiosos em saber como o modelo de 650 W FEX-65T28 se comportaria em nossos testes.

As fontes da eXtream são fabricadas pela Super Flower e a etiqueta da fonte informa que a FEX-65T28 corresponderia ao modelo SF-650P28N deste fabricante, mas no site da Super Flower este modelo não existe listado.

eXtream FEX-65T28 de 650 W
Figura 1: Fonte de alimentação eXtream FEX-65T28 de 650 W.

eXtream FEX-65T28 de 650 W
Figura 2: Fonte de alimentação eXtream FEX-65T28 de 650 W.

A eXtream FEX-65T28 de 650 W mede 16,2 cm de profundidade, possuindo duas ventoinhas, uma de 80 mm na parte traseira e uma na parte superior, sendo controladas pela temperatura do dissipador de calor do secundário da fonte, como era de se esperar. Ela não possui circuito PFC, sendo baseada na topologia meia-ponte.

Nenhum sistema de cabeamento modular é usado e o cabo principal da placa-mãe, o cabo ATX12V e o cabo EPS12V vêm com uma proteção de nylon, que parte de dentro da fonte. Todos os fios são 18 AWG, que é a bitola correta a ser usada. Os cabos inclusos são:

  • Cabo principal da placa-mãe com conector de 20/24 pinos.
  • Um cabo com um conector ATX12V.
  • Um cabo com um conector EPS12V.
  • Dois cabos de alimentação auxiliar para placas de vídeo, contendo um conector de seis pinos e um conector de seis/oito pinos cada.
  • Dois cabos de alimentação SATA com dois conectores cada.
  • Um cabo de alimentação para periféricos com quatro plugues padrão e um conector para unidades de disquete.
  • Um cabo de alimentação para periféricos com quatro plugues padrão.

Após testarmos tantas fontes nacionais com um número extremamente reduzido de cabos, foi uma agradável surpresa vermos uma quantidade razoável de conectores nesta fonte. É claro que para um produto de 650 W nós achamos que ela deveria vir com pelo menos seis conectores SATA. Ela vem com quatro conectores de alimentação para placas de vídeo, permitindo que você monte sistemas SLI ou CrossFire com duas placas de vídeo topo de linha, já que cada placa desta categoria leva dois conectores. Para uma melhor distribuição, porém, nós preferiríamos que cada conector viesse em um cabo separado. Como já explicamos em outros testes, o acúmulo de vários conectores em um mesmo cabo pode fazer com que a tensão na ponta do cabo caia quando a fonte está entregando sua potência máxima.

Os cabos possuem 47 cm entre a carcaça da fonte e o primeiro conector do cabo. Cabos com mais de um conector possuem 14,5 cm de distância entre os conectores.

eXtream FEX-65T28 de 650 W
Figura 3: Cabos.

Vamos agora dar uma olhada no interior desta fonte de alimentação.

Editado por

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Podemos considerar essa fonte como sendo no máximo 550W para manter o padrão com as outras fontes testadas pelo CdH.

Ela custa mais que boas fontes de 600W com PFC ativo e tem capacitores de qualidade discutível, como os mal afamados Fuhjyyu. A fonte não é de todo ruim, mas pelo preço com que é vendida se pega coisa muito melhor.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Fuhjyyu.

Ma que, Fujitsu pirata ?? :D

--

Depois do seu comentário eu fui ver o preço, dá pra comprar Seventeam 750 e em alguns casos até corsair 650.

Aí não tem como..

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Nossa que decepção ofercer menos de 70% de eficiência e ainda custando tudo isso, da quase para comprar uma Seventeam 850ZAF que é infinitamente melhor e ainda modular.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Pra mim é assim que se resolve o problema dessa fonte:

- imprime uma etiqueta escrito "400W" e cola em cima de onde diz "650W".

- abaixe o preço para a faixa de 200 - 270 reais.

Pronto, resolvido.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Mesmo que essa fonte fosse remarcada como 400W, a eficiencia ainda seria baixa, claro como esta quase nos 80%, não sentiria tanto no bolso a curto/médio prazo.

O preço acho muito salgado também que está muito alto comparados pelo outros produtos da mesma linha.

CDH deve estar adquirindo essas fontes em lojas que vende produtos originais (não paraguaio), que tem costume de ser mais caro que em certas outras lojas de "fundo de quintal" ou mercadolivre.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Teste completo aqui:

http://www.clubedohardware.com.br/artigos/1580

CDH deve estar adquirindo essas fontes em lojas que vende produtos originais (não paraguaio), que tem costume de ser mais caro que em certas outras lojas de "fundo de quintal" ou mercadolivre.

Exatamente, nós só compramos em lojas sérias, com nota fiscal, garantia, etc. Em alguns testes dá até para ver a etiqueta da loja nas fotos da fonte... ;)

Abraços,

Gabriel Torres

Editado por Evandro

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Nossa como pode uma fonte no valor de 436,00 reais não fornecer sua potencia rotulada e ainda com uma eficiencia pessima muito abaixo dos padrões!

Sem comentarios com esse valor da pra compra fontes de primeira linha Zalman, Corsair e etc....

Os testes do Clube do Hardware são muito importantes pra gente ver realmente o que é bom!

valeu!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

bah... realmente é muita sacanagem, o cara até espera isso das fontes Gamer / clone, mas da extream eu nao esperava isso.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Absurdo!!!!!

Absurdo é que comprei uma ano passado, por R$ 360,00 (410,00 sem choro). Uma Zalman zerada de 600W custa R$ 410~420,00 (hoje).

Fiz m...., "hare baba!!".

Editado por alexfnf
correção nos dados

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

LEvando o fator custo em consideração,acho que essa fonte é sim uma opção horrível.

Por mais de R$400 eu quero uma fonte muito melhor.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Absurdo!!!!!

Absurdo é que comprei uma ano passado, por R$ 360,00 (410,00 sem choro). Uma Zalman zerada de 600W custa R$ 410~420,00 (hoje).

Fiz m...., "hare baba!!".

Kkkkkk da vontade de quebrar essa ***** toda uahsauhsaush!

Ou se nao vender no ML por um preço alto e pegar uma melhor!

valeu!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Isso se chama ganancia. E o que a fonte entrega se chama safadeza!!!! é empresas como essas que concordo com o Gabriel "por causa de usuarios leigos, infelizmente empresas como essas ainda existem no Brasil..."

Abraços,

Edson

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Há um erro de português na 7ª página:

A partir do teste quatro nós fomos aumentando as correntes até conseguirmos descobrirmos o máximo que esta fonte consegue.....

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×