Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste da Fonte de Alimentação FSP Aurum Pro 850 W

       
 19.860 Visualizações    Testes  
 8 comentários

A Aurum Pro é a mais nova série de fontes de alimentação com certificação 80 Plus Gold da FSP, com um projeto completamente novo. Vejamos como o modelo de 850 W se sai em nossos testes.

Teste da Fonte de Alimentação FSP Aurum Pro 850 W
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

A Aurum Pro é a mais nova série de fontes de alimentação com certificação 80 Plus Gold da FSP, disponível em modelos de 850 W, 1.000 W e 1.200 W. Para esses modelos mais potentes a FSP decidiu usar um projeto completamente novo. Em vez de usar o projeto de chaveamento direto com reinício com limitação ativa empregado nas séries Aurum Gold e Aurum CM Gold, eles optaram por usar um projeto ressonante com dois transformadores. Vejamos se o modelo de 850 W merece nossa recomendação.

FSP Aurum Pro 850 W
Figura 1: Fonte de alimentação FSP Aurum Pro 850 W

FSP Aurum Pro 850 W
Figura 2: Fonte de alimentação FSP Aurum Pro 850 W

A FSP Aurum Pro 850 W mede 18 cm de profundidade e tem uma ventoinha de 135 mm com rolamento hidrodinâmico em sua parte inferior (Power Logic PLA13525S12M).

O sistema de cabeamento modular desta fonte é formado por nove conectores, um para um cabo EPS12V ou para um cabo de alimentação para placa de vídeo, dois cabos de alimentação para placas de vídeo, quatro para cabos de alimentação SATA e periféricos e dois para ventoinhas. Esta fonte vem com o cabo principal da placa-mãe, um cabo ATX12V/EPS12V e um cabo de alimentação para placas de vídeo permanentemente instalados nela. Esses cabos utilizam acabamentos em nylon que saem de dentro da fonte. Esta fonte vem com os seguintes cabos:

  • Cabo principal da placa-mãe com um conector de 24 pinos, 55 cm de comprimento, permanentemente instalado na fonte de alimentação
  • Um cabo com dois conectores ATX12V que juntos formam um conector EPS12V, 66 cm de comprimento, permanentemente instalado na fonte de alimentação
  • Um cabo com um conector EPS12V, 65 cm de comprimento, sistema de cabeamento modular
  • Um cabo com dois conectores de seis/oito pinos para placas de vídeo, 57 cm até o primeiro conector, 10 cm entre os conectores, permanentemente instalado na fonte de alimentação
  • Três cabos com dois conectores de seis/oito pinos para placas de vídeo cada, 56 cm até o primeiro conector, 10 cm entre os conectores, sistema de cabeamento modular
  • Um cabo com quatro conectores de alimentação SATA, 55 cm até o primeiro conector, 15 cm entre os conectores, sistema de cabeamento modular
  • Dois cabos com dois conectores de alimentação SATA e dois conectores de alimentação para periféricos, 55 cm até o primeiro conector, 15 cm entre os conectores, sistema de cabeamento modular
  • Um cabo com dois conectores de alimentação SATA, dois conectores de alimentação para periféricos e um conector de alimentação para a unidade de disquete, 55 cm até o primeiro conector, 15 cm entre os conectores, sistema de cabeamento modular
  • Dois cabos com um conector de alimentação para periféricos e um conector de alimentação de três pinos para ventoinhas cada, 56 cm até o primeiro conector, 16 cm entre os conectores, sistema de cabeamento modular

Todos os fios são 18 AWG, que é o mínimo recomendado, exceto o cabo ATX12V/EPS12V que está permanentemente instalado na fonte de alimentação, que usa fios mais grossos (16 AWG).

A configuração de cabos é sensacional para uma fonte de 850 W, permitindo a você instalar até quatro placas de vídeo que requeiram dois conectores de alimentação auxiliares cada. Se a quarta placa de vídeo for instalada, você não poderá instalar o segundo cabo EPS12V, já que o conector é compartilhado. Outro destaque desta fonte de alimentação é a presença de dois cabos para ventoinhas, onde a velocidade das ventoinhas é controlada de acordo com a temperatura da fonte de alimentação. A presença de 10 conectores de alimentação SATA é adequada para uma fonte topo de linha.

FSP Aurum Pro 850 W
Figura 3: Cabos

Vamos agora dar uma olhada no interior desta fonte de alimentação.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Comparemos:

SilverStone ST85F-G: 155 dólares na Newegg, 145 com o rebate

OCZ ZX Series 850W: 170 dólares na Newegg, 140 com o rebate. Utiliza capacitor CapXon nio primário, mas pior é utilizar um desses no secundário

Corsair AX850: 190 dólares, 180 com o rebate

Todas essas fontes apresentam níveis de oscilação e ruído abaixo da metade da especificação, ao contrário da FSP, e nenhuma utiliza capacitores chineses no secundário.

O que não gostei de ver no teste é a forma com a comparação no item eficiência é feita com relação à Corsair AX850. A AX850 foi testada sob um padrão de carga diferente, e portantanto seria de bom senso não fazer esse tipo de comparação, visto que exigir mais das inhas de +3,3 V e +5 V costuma acrretar em quedas no índice de eficiência.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Não, Kagemaro. E ainda assim, a FSP em questão não seria a minha escolha predileta para importação. Tem ainda as NZXT Hale 90 e as Kingwin Lazer Gold que são melhores que esta fonte aí e são as verdadeiras concorrentes das Corsair AX e Seasonic X. Sem contar que esta fonte aí é mais cara que a Kingwin Lazer Platinum 850 que é mais eficiente, mais estável e usa componentes melhores.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Pague 850W & leve mais 250W grátis ? é isso mesmo :o . Parabêns a FSP , ótima fonte de alimentação .

Não.

Ela é uma fonte de 850W. Puxe 1000W por mais do que os 3 minutos do teste para ver quanto tempo a fonte dura....

Teste de sobrecarga só serve para ver se as proteções estão funcionando, como estão configuradas, etc.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Pague 850W & leve mais 250W grátis ? é isso mesmo :o . Parabêns a FSP , ótima fonte de alimentação .

papai noel não existe não amigo, isso é teste de sobrecarga, a fonte não deve ser usada nessa situação.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Por um lado é bom notar que neste modelo a FSP teve melhor controle no nível de ripple/ruído elétrico; por outro lado, é ainda um tanto alto para uma fonte desta categoria. Não faltam concorrentes melhores nessa faixa de potência e com preços inclusive menores. A regulação de tensão não é ruim, mas não chega a excelente. Na linha +5VBS nem mesmo chegou a ser boa. Há usuários que continuam se iludindo na questão da sobrecarga.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×