Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste da Fonte de Alimentação Huntkey V-Power 550 W

       
 58.634 Visualizações    Testes  
 32 comentários

Testamos a fundo a Huntkey V-Power 550 W. Será que ela é uma Green Star 550 W com uma etiqueta diferente? Será que ela explodirá? Confira.

Teste da Fonte de Alimentação Huntkey V-Power 550 W
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

Se você acompanha nossos testes de fontes de alimentação sabe que todos os modelos da série Green Star da Huntkey explodem se você tentar extrair sua potência rotulada (nós testamos os modelos de 350 W, 400 W, 450 W e 550 W – todos eles explodiram; veja os testes para assistir os vídeos das explosões). Hoje nós testaremos outro modelo desta mesma marca: o V-Power 550 W. Será que é uma boa fonte de alimentação ou terá o mesmo final fatídico das suas irmãs?

A Huntkey V-Power 550 W também é conhecida pelo número de modelo LW-6550SG, o mesmo usado pela Huntkey na fonte Green Star 550 W. Isto nos causou uma confusão enorme, como documentado aqui. Quando nós postamos o teste da Green Star 550 W nós achamos que estávamos testando a V-Power 550 W, já que o modelo Green Star não estava mais listado no site da Huntkey e o produto com o número de modelo LW-6550SG era o V-Power 550 W. A Huntkey nos enviou um e-mail explicando que tínhamos cometido um erro, e nós corrigimos o problema. Desta troca de e-mails com a Huntkey e de uma série de eventos ocorridos nós descobrimos que esta empresa não é honesta, além de mentir sobre a potência máxima que suas fontes de alimentação conseguem fornecer:

  1. Após postarmos o teste da Green Star 450 W eles tentaram nos subornar para tirar o teste do ar (isto está documentando aqui). Não precisamos falar mais nada.
  2. Em seguida quando nós postamos o teste da Green Star 550 W (que equivocadamente nós postamos como sendo uma fonte V-Power 550 W) eles nos enviaram um e-mail dizendo que o teste estava errado, que nós tínhamos testado a fonte errada (eles estavam certos). Eles também insinuaram que tínhamos feito isto de propósito (até parece que faríamos uma coisa dessas) e que tínhamos obtido um produto falsificado (como se alguém fosse perder tempo falsificando produtos ruins). Eles também disseram que a Green Star 550 W e a V-Power 550 W são produtos diferentes (o que é uma grande mentira, como explicaremos). Em resposta ao nosso teste eles postaram um vídeo no YouTube mostrando que a V-Power 550 W funciona bem.
  3. Eles começaram a pedir para pessoas que nos conheciam (especialmente outros fabricantes) para nos pressionar para que tirássemos os testes do ar. Felizmente todas as pessoas que eles contataram são muito profissionais e mandaram eles pastarem (especialmente após terem visto os vídeo comprovando que as fontes explodiam).

É bom lembrar que nós já testamos um modelo de uma série diferente da Huntkey (Titan 650 W, vendida nos EUA como a primeira versão da Rocketfish 700 W, RF700WPS; a atual versão RF700WPS2 é fabricada pela CWT) e ele sobreviveu aos testes. Portanto os problemas que tivemos com os produtos da Huntkey (fontes de alimentação explodindo enquanto tentávamos extrair sua potência rotulada) até agora aconteceu apenas com os produtos das séries Green Star e V-Power.

A propósito, o esquema de nomenclatura que a Huntkey usa funciona da seguinte forma: “SG” significa ventoinha de 140 mm e “HG” significa ventoinha de 120 mm. Quando o modelo tem circuito PFC passivo então uma letra “P” é adicionada ao final. Desta forma uma LW-6550HG seria idêntica à fonte testada com adição de uma ventoinha de 120 mm, e uma LW-6550SGP seria idêntica à fonte testada com adição de um circuito PFC passivo.

Huntkey V-Power 550 W
Figura 1: Huntkey V-Power 550 W (LW-6550SG).

Huntkey V-Power 550 W
Figura 2: Huntkey V-Power 550 W (LW-6550SG).

Esta fonte mede 16 cm de profundidade, tem uma ventoinha de 140 mm em sua parte inferior e não tem circuito PFC ativo, o que significa que a Huntkey não pode vendê-la na Europa. Na Figura 1 você pode ver um botão seletor de tensão, recurso normalmente presente em fontes sem este circuito.

Apenas o cabo principal da placa-mãe tem uma proteção de nylon, que não parte de dentro da fonte. Os cabos incluídos são:

  • Cabo principal da placa-mãe com um conector de 20/24 pinos.
  • Um cabo com dois conectores ATX12V que juntos formam um conector EPS12V.
  • Um cabo de alimentação auxiliar para placas de vídeo com dois conectores de seis pinos.
  • Um cabo de alimentação SATA com quatro conectores.
  • Um cabo de alimentação para periféricos com três conectores padrões e um conector para a unidade de disquete.

A principal diferença entre a V-Power 550 W e a Green Star 550 W é a configuração dos cabos. A V-Power 550 W tem quatro conectores de alimentação SATA, enquanto que a Green Star 550 W tem apenas dois. Na Green Star 550 W, no entanto, os dois conectores de alimentação da placa de vídeo são instalados em cabos individuais – que é a melhor configuração –, enquanto que na V-Power 550 W ambos os conectores são instalados no mesmo cabo. A Green Star 550 W oferece seis plugues de alimentação para periféricos, enquanto que a V-Power 550 W oferece apenas três.

A quantidade de conectores disponíveis é boa o suficiente para você montar um micro simples.

Todos os fios são 18 AWG, que é a bitola correta a ser usada, exceto os fios usados nos plugues de alimentação para periféricos, que são 20 AWG (ou seja, mais finos). Todos os cabos medem 48 cm entre a fonte e o primeiro conector no cabo, e 15 cm entre cada conector no caos cabos que têm mais de um conector.

Huntkey V-Power 550 W
Figura 3: Cabos.

Vamos agora dar uma olhada no interior desta fonte de alimentação.

Editado por

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários




É amigos, quando uma fonte de uma série é ruim, todas as demais da mesma são. Uma coisa que eu acho até engraçado, é que eles vendem lá fora fontes qualidade, até com certificado 80Plus Bronze, e aqui vendem esses verdadeiros desastres da computação, como é que pode cair tanto de qualidade.

Um teste que eu e muitos estão loucos para ver é da fonte DSA-5060V da C3Tech, se ela se sair bem mesmo, vai ser um sucesso de venda, anote isso aí! E de quebra desbancará esses lixos.

Editado por Margomes

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

mas que patifaria hein

vixe me pegou de surpresa o teste, achei que a V-Power fosse melhorzinha apesar de que internamente eu tinha achado ela igual a minha quando via fotos pela internet. E os 33A na linha 12V que defendiam aqui inclusive nosso amigo o Kayke? FAIL!

eu não tinha raiva da Huntkey não mas agora fiquei furioso porque tentaram enganar novamente em vez de consertar os problemas. E outro dia ainda falei pro pessoal pra pegar mais leve com a empresa porque eles estavam tentando se redimir.ranting3mh.gif

É Danelon agora o pessoal de V-Power vai ter que se juntar a nós da Greenstar.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A esqueci de parabenizar a Huntkey por continuar tentando ludibriar os clientes

vocês são muito bons nesse quesito!!!!

Vlew Gabriel Torres e Cássio Lima por não deixar mais essa "coisa" ser vendido como um bom produto :D

Editado por joaoprb

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eita, mais uma Huntkey "KabumStar" pra lista!

O que da mais raiva é ver eles mentindo na cara dura! Se a fonte é ruim, assumam logo, não fiquem tentando convencer do contrario! Se assumirem o erro e tentarem se "redimir", pelo menos no futuro, quem sabe, ao lançarem um produto melhor, as pessoas venham a comprar! Mas com uma vigarisse dessas, muitas pessoas deixarão de comprar um bom produto deles, o que é valido, afinal, porque comprar uma fonte boa de uma empresa desonesta, se posso comprar uma fonte também boa de uma empresa que pensa no consumidor? (uma Seventeam da vida)?

A Huntkey está andando cada vez mais para trás a cada teste que o CdH realiza! Ela poderia muito bem usar-se deles para melhorar seus produtos, mas parece que esta não é a politica da empresa! Infelizmente as pessoas de países como o Brasil são obrigadas a convivier com isso, mesmo em pleno século 21 :(

Editado por =insane=

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ah num teve explosão :( Mais um lixo huntkey, o que eles devem odiar o CDH ^^, o pessoal de marketing da Huntkey então devem está carecas já, afinal, a enganação foi desmacarada :D

Mas também, mesmo abrindo as duas fontes na frente dos caras da Huntkey, eles vão continuar falando q são diferentes por causa do nome e etiqueta hauhauhauah

E tá quase o preço de uma Corsair VX450w Oo infelizmente só quem é mal informado compra uma Huntkey :D

Ótimo artigo GT e CL, parabéns!

Esta fonte usa uma ponte de retificação T15XB80 em seu primário capaz de fornecer até 15 A a 100º C com um dissipador de calor – que não é o caso – mas apenas 3,2 A a 25º C caso um dissipador de calor não seja usado. A diferença é bruntal e a Huntkey deveria ter instalado um dissipador de calor neste componente.

Há um errinho na página 4 na linha 8 :D Mas a diferença é brutal mesmo hihi

Editado por wz.williamzu

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

"Lembre-se que este problema parece ser específico com os produtos das séries Green Star e V-Power, já que nós testamos a Huntkey Titan 650 W (primeira versão da Rocketfish 700 W, RF700WPS; a versão atual RF700WPS2 é fabricada pela CWT) e ela não explodiu."

E daí? Huntkey é DESONESTA e ponto final. Não tem mais o que testar dessa empresa tão cedo, são 2 linhas inteiras de desonestidade. É muito fácil fazer fontes caras que não explodem, elas são voltadas pra um público que irá gastar o dinheiro pra ter a fonte boa. Difícil é fazer fonte de qualidade e a preço baixo sem cair na tentação de rotular a fonte como algo mais do que ela é pra desbancar a concorrência. Isso é DESONESTIDADE e empresas assim devem ser BOICOTADAS.

Ponto final. Não há o que lembrar.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Mais uma empresa para fazer compania para a Leadership, mas essa Huntkey é réu confesso, pois quem oferece suborno é porque sabe perfeitamente a porcaria que está vendendo...não precisa falar mais nada.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
É Danelon agora o pessoal de V-Power vai ter que se juntar a nós da Greenstar.

Nós? Quem? :P:D

Eu não uso Huntkey. :D Pelo menos desde que troquei a VGA. Tá encostada aqui aquela porcaria. não dá pra confiar não. Nem tive coragem de passar ela pra frente para um conhecido meu que possui uma HD 3870x2.

Ainda bem que existem marcas como a Seventeam, que vendem ótimos produtos por preços honestos. porque ao julgar pela concorrência, ou você paga um olho da cara por um bom produto ou compra um lixo que explode caso você confie na potência rotulada.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
"Lembre-se que este problema parece ser específico com os produtos das séries Green Star e V-Power, já que nós testamos a Huntkey Titan 650 W (primeira versão da Rocketfish 700 W, RF700WPS; a versão atual RF700WPS2 é fabricada pela CWT) e ela não explodiu."

E daí? Huntkey é DESONESTA e ponto final. Não tem mais o que testar dessa empresa tão cedo, são 2 linhas inteiras de desonestidade. É muito fácil fazer fontes caras que não explodem, elas são voltadas pra um público que irá gastar o dinheiro pra ter a fonte boa. Difícil é fazer fonte de qualidade e a preço baixo sem cair na tentação de rotular a fonte como algo mais do que ela é pra desbancar a concorrência. Isso é DESONESTIDADE e empresas assim devem ser BOICOTADAS.

Ponto final. Não há o que lembrar.

Assino em baixo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Huntkey e Lidership, belas porcarias, deviam morrer abraçadas, isto é falirem juntas. Após mais este teste não há mais nada a comentar.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Um teste que eu e muitos estão loucos para ver é da fonte DSA-5060V da C3Tech, se ela se sair bem mesmo, vai ser um sucesso de venda, anote isso aí! E de quebra desbancará esses lixos.

A C3Tech já está nos enviando: http://forum.clubedohardware.com.br/sugestoes-fontes-alimentacao/516084

Lembrando que sugestões de testes devem ser feitos exclusivamente no tópico acima, obrigado!

Há um errinho na página 4 na linha 8 :D Mas a diferença é brutal mesmo hihi

Muito obrigado por nos avisar, acabei de corrigir. Se encontrar mais algum erro de digitação por favor nos avise!

É amigos, quando uma fonte de uma série é ruim, todas as demais da mesma são. Uma coisa que eu acho até engraçado, é que eles vendem lá fora fontes qualidade, até com certificado 80Plus Bronze, e aqui vendem esses verdadeiros desastres da computação, como é que pode cair tanto de qualidade.

Cara, falou e disse. Eu poderia pedir algumas fontes melhores para teste da Huntkey, mas como não são vendidas aqui pensei que não faria o menor sentido. Sinceramente espero que com este e os demais testes eles parem para pensar que consumidor de país em desenvolvimento não é mais desavisado como há 25 anos atrás, quando eles podiam facilmente despejar lixo que ninguém nos EUA, Europa e Japão aceitava.

Abraços,

Gabriel Torres

Editado por Evandro

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Cara, falou e disse. Eu poderia pedir algumas fontes melhores para teste da Huntkey, mas como não são vendidas aqui pensei que não faria o menor sentido. Sinceramente espero que com este e os demais testes eles parem para pensar que consumidor de país em desenvolvimento não é mais desavisado como há 25 anos atrás, quando eles podiam facilmente despejar lixo que ninguém nos EUA, Europa e Japão aceitava.

Não adianta Gabriel, a legislação daqui nem se compara com a desses outros países, eu digo isso em todo santo tópico sobre esses absurdos que vemos nas fontes de alimentação no Brasil.

Se não tiver lei que obrigue, e Estado que fiscalize, ninguém vai fazer nada que preste porque a imensa maioria dos consumidores é ignorante e confiam no papo dos vendedores, que são igualmente ignorantes e apenas repetem as propagandas das empresas de seus produtos.

Infelizmente o público do Clube do Hardware é minoria, bem como aqueles que conhecem as lojas realmente qualificadas que se recusam a vender produtos que não tenham um mínimo de qualidade, que aqui entre nós, são bem poucas no Brasil como um todo, que dirá nos rincões por esse país afora.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Nós? Quem? :P:D

Eu não uso Huntkey. :D Pelo menos desde que troquei a VGA. Tá encostada aqui aquela porcaria. não dá pra confiar não. Nem tive coragem de passar ela pra frente para um conhecido meu que possui uma HD 3870x2.

Ainda bem que existem marcas como a Seventeam, que vendem ótimos produtos por preços honestos. porque ao julgar pela concorrência, ou você paga um olho da cara por um bom produto ou compra um lixo que explode caso você confie na potência rotulada.

Agora não usa mas usava:D

com uma HD 3870X2 é sacanagem mesmo pois pede muita linha 12V, mas com uma 4870/4890/GTX260/GTX275 pode tranquilo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Outro produto xing-ling no mercado, é uma pena fabricantes não testem adequadamente seus produtos antes de lançá-los no mercado.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

pessoal eu tenho que falar: eu não tenho uma fonte huntkey graças a Deus e nem nunca tive, mas comigo aconteceu uma situação no mínimo chata para mim eu achei isso, eu estava numa loga de informática não posso dizer o nome por ética, aí eu no balcão de hardware vende fonte, hd, processador, etc.., e o vendedor estava vendendo a huntkey a um rapaz, o vendedor dizendo que era boa que o computador ia economomizar energia, eu nem acreditei o que estava ouvindo aí eu disse ao vendedor: essa fonte não presta e ela explodi, aí comecei a explicar para o rapaz e o vendedor com uma cara feia danada, aí o vendedor chegou a querer discutir comigo em certo momento dizendo que eu estava errado, aí eu perguntei se ele tinha computador com internet entramos no clubedohardware e conferimos os testes o modelo da huntbosta eu não lembro mas era da série greenstar 450w eu não lembro, mas ele tinha sido testado pelo cdh, na hora o vendedor me pediu descupas e o cliente não comprou mais e ficou de comprar em outra loja que tinha fabricantes como a seventeam, zalman. Me senti com um ar de dever comprido afinal uma fonte dessa, uma empresa dessa não merece cliente nenhum, aliás essa huntkey passou dos limites, suborno jogou sujo e baixo, uma empresa sem dignidade, sem ética, era para ser processada diariamente para falir ela e a leadership são duas ''*****'' me descupem o baixo nível da palavra.

ga g31m-s2l/ pentium dual core e2140 @ 2.5/2 gravadores de dvd lg 1 sata e 1 ide+1 de cd/2gb de ram 667 em dual channel/hd 2x250gb samsung+1x1 160gb samsung/6 exaustores e 26º graus o cpu já overclockado/nvidia 8600gt 512mb zoggis/subwoofer 2.1 clone/thermaltake de 600w reais w.o 129ru/genius 5.1/lcd samsung 2232bw plus 22 polegadas/placa de captura pixelview/ windows vista ultimate edition

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Huntkey o impresinha safada....morre desgraçada some do país seus filuda...

desculpa ae gabriel pelos palavrões mais eu tenho nojo dessa empresa ordinária podre e nojenta.

Se eles pensam que aqui é terra de índio manda eles virem aqui pra mim mostrar o tamanho do meu cipó pra essas safados.

some do meu país sua maldita.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

quero ver algum fan-boy tentar defender uma tentativa de suborno...alguem sabe dizer se tem tramitando (ou engavetado) no congresso algum projeto de lei no sentido de endurecer as exigências quanto a fontes de alimentação?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Uau!!! Mais um capítulo de "A hora da verdade!". :D

É até divertido ver os testes de fontes ruins aqui no CDH. Muito bom o texto elaborado pelo Gabriel e o Cássio, com boas pitadas de ironia e bom humor. E deve, em meio à tantas decepções nos resultados....

Uma pequena correção na ortografia, no final do texto da 1ª página:

Todos os cabos medem 48 cm entre a fonte e o primeiro conector no cabo, e 15 cm entre cada conector no caos cabos que têm mais de um conector.

;)

Fonte tão vagabunda que até queimou os fusíveis do testador de carga. Mardita!:o

"Lembre-se que este problema parece ser específico com os produtos das séries Green Star e V-Power, já que nós testamos a Huntkey Titan 650 W (primeira versão da Rocketfish 700 W, RF700WPS; a versão atual RF700WPS2 é fabricada pela CWT) e ela não explodiu."

E daí? Huntkey é DESONESTA e ponto final. Não tem mais o que testar dessa empresa tão cedo, são 2 linhas inteiras de desonestidade. É muito fácil fazer fontes caras que não explodem, elas são voltadas pra um público que irá gastar o dinheiro pra ter a fonte boa. Difícil é fazer fonte de qualidade e a preço baixo sem cair na tentação de rotular a fonte como algo mais do que ela é pra desbancar a concorrência. Isso é DESONESTIDADE e empresas assim devem ser BOICOTADAS.

Ponto final. Não há o que lembrar.

Falou e disse tudo!:rolleyes:

Outro produto xing-ling no mercado, é uma pena fabricantes não testem adequadamente seus produtos antes de lançá-los no mercado.

Até parece que a Huntkey não sabia a porcaria que está produzindo, ao saber do teste do modelo Green Star "550W" e que essa V-Power "550W"é idêntica à anterior. E é lógico que eles leram o teste feito aqui.

Abraço.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Pessoal, não é bem assim que se faz uma lei ! Para que um deputado proponha uma lei, ela tem que ter consistencia do pedido, ter que propor em conjunto por exemplo com o inmetro para estabelecer normas e padrões, ter o selo de eficiencia e consumo, e por ai vai...Acontece que quando é muito tecnico, ai a coisa enrrola muito, fora o problema que a maioria dos produtos de informatica vendidos aqui são ilegais ou muamba mesmo, sem nenhuma vistoria, principamente os babinetes simples que já vem com fontes "de graça" sabe-se lá por que...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Pessoal, não é bem assim que se faz uma lei ! Para que um deputado proponha uma lei, ela tem que ter consistencia do pedido, ter que propor em conjunto por exemplo com o inmetro para estabelecer normas e padrões, ter o selo de eficiencia e consumo, e por ai vai...Acontece que quando é muito tecnico, ai a coisa enrrola muito, fora o problema que a maioria dos produtos de informatica vendidos aqui são ilegais ou muamba mesmo, sem nenhuma vistoria, principamente os babinetes simples que já vem com fontes "de graça" sabe-se lá por que...

Todo o material deste site é proeminentemente técnico. Quando Gabriel faz um teste de fontes, ele exaure minuciosamente quase tudo o que pode ser dito a respeito dos componentes principais das mesmas. Esse processo resulta em umas 4 páginas no site. Você acha isso demais?

Qualquer pessoa com conhecimento de eletrônica entenderá tranquilamente o que é exposto ali, e qualquer leigo que leia o teste entenderá que essas fontes não deveriam estar a venda.

Se o Gabriel, tendo sua própria vida pra cuidar, além do fato de que este site não se resume só a testes de fontes, muito pelo contrário, consegue testar a quantidade enorme de fontes que ele já testou, porque o Inmetro seria incapaz de usar exatamente o mesmo procedimento para medir tudo que o mercado realmente precisa saber? E porque não faz nada contra a empresa que estampa seu selo na caixa do produto como se todo o produto fosse certificado quando na verdade letras em fonte 2 avisam que apenas os fios são certificados?

E que papo é esse de a maioria dos produtos são ilegais ou muamba então ninguém tem interesse? Quantos anos você tem?

Isso é SÓ MAIS UM MOTIVO pra haver regulamentação. Porque com regulamentação, com selos de qualidade, as pessoas vão pensar 2 vezes antes de comprar muamba xing ling que não terá sido testada.

Nenhum gabinete vem com fonte de graça. Eles vem com fonte, sim, mas só sua inocência acha que são de graça. Por mais vagabundos que sejam, seu custo estará incluso no gabinete, que também costuma ser bastante vagabundo. E a situação destes gabinetes com fonte é bem menos grave que a de fontes vendidas em separado que explodem. As fontes que vem em gabinete quase sempre estão rotuladas com sua potência real de 230W pra 350W sem nenhuma promessa de eficiência. Ou seja, são honestas e não mentem quanto a serem produtos vagabundos para configurações ridiculamente modestas e sem nenhuma promessa de que vão te poupar energia.

Existe legislação regulamentadora na Europa e nos EUA e, como quase toda lei deste país, é um simples caso de adaptar uma lei de fora, de quem já fez todo o estudo técnico necessário.

O que falta mesmo a qualquer parlamentar neste país é vergonha na cara e vontade de trabalhar.

A lei vai sair do mesmo jeito que qualquer outra:

1 - quando houver interesse da indústria (qual? são todas estrangeiras e as brasileiras são as picaretas maiores) para que haja doações gordas em campanhas políticas;

2 - quando a opinião pública e a imprensa fizerem enorme pressão depois de várias explosões de fontes ferirem crianças e causarem incêndios.

É assim que funciona esse país.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Todo o material deste site é proeminentemente técnico. Quando Gabriel faz um teste de fontes, ele exaure minuciosamente quase tudo o que pode ser dito a respeito dos componentes principais das mesmas. Esse processo resulta em umas 4 páginas no site. Você acha isso demais?

Qualquer pessoa com conhecimento de eletrônica entenderá tranquilamente o que é exposto ali, e qualquer leigo que leia o teste entenderá que essas fontes não deveriam estar a venda.

Se o Gabriel, tendo sua própria vida pra cuidar, além do fato de que este site não se resume só a testes de fontes, muito pelo contrário, consegue testar a quantidade enorme de fontes que ele já testou, porque o Inmetro seria incapaz de usar exatamente o mesmo procedimento para medir tudo que o mercado realmente precisa saber? E porque não faz nada contra a empresa que estampa seu selo na caixa do produto como se todo o produto fosse certificado quando na verdade letras em fonte 2 avisam que apenas os fios são certificados?

E que papo é esse de a maioria dos produtos são ilegais ou muamba então ninguém tem interesse? Quantos anos você tem?

Isso é SÓ MAIS UM MOTIVO pra haver regulamentação. Porque com regulamentação, com selos de qualidade, as pessoas vão pensar 2 vezes antes de comprar muamba xing ling que não terá sido testada.

Nenhum gabinete vem com fonte de graça. Eles vem com fonte, sim, mas só sua inocência acha que são de graça. Por mais vagabundos que sejam, seu custo estará incluso no gabinete, que também costuma ser bastante vagabundo. E a situação destes gabinetes com fonte é bem menos grave que a de fontes vendidas em separado que explodem. As fontes que vem em gabinete quase sempre estão rotuladas com sua potência real de 230W pra 350W sem nenhuma promessa de eficiência. Ou seja, são honestas e não mentem quanto a serem produtos vagabundos para configurações ridiculamente modestas e sem nenhuma promessa de que vão te poupar energia.

Existe legislação regulamentadora na Europa e nos EUA e, como quase toda lei deste país, é um simples caso de adaptar uma lei de fora, de quem já fez todo o estudo técnico necessário.

O que falta mesmo a qualquer parlamentar neste país é vergonha na cara e vontade de trabalhar.

A lei vai sair do mesmo jeito que qualquer outra:

1 - quando houver interesse da indústria (qual? são todas estrangeiras e as brasileiras são as picaretas maiores) para que haja doações gordas em campanhas políticas;

2 - quando a opinião pública e a imprensa fizerem enorme pressão depois de várias explosões de fontes ferirem crianças e causarem incêndios.

É assim que funciona esse país.

Cara, parece que voce não entendeu nada do que teclei, e interpretou muito longe do que escrevi.

Onde foi que critiquei alguma coisa, metodologia de nosso site aqui, da vida de gabriel ou algo assim pelo amor de deus ? sem comentarios...

Tenho 31 anos e trabalho com informatica ha 13 anos.

Sou Eng. em informação e estudande de direito.

Quando foi que teclei tambem que o Inmetro é incapaz de algo ? ...

Concordo que DEVE HAVER SIM REGULAMENTAÇÃO DE VARIAS COISAS NA INFORMATICA E NÃO SÓ FONTES DE ALIMENTAÇÃO.

Somente citei e reintegro aqui que em nosso governo, para que se crie uma lei, quando se tem questões tecnicas, mesmo tenho excelentes profissionais renomados e orgãos competendes envolvidos, mesmo assim, somente por ser tecnico e fora do conhecimento da area do Juiz ou a bancada parlamentar, eles tem que "entender" o ponto de vista fácil e simples, para leigos mesmo, e não tecnico, pois não são capazes e capacitados ou "entendedores" do assunto em questão, dai só por isso a coisa demora, e muito, isso se não houver "alguem grande" ou "forte" na area que tem seus interesses em jogo, principalmente aqui no brasil, que vem com outros bem capazes e renomados, demonstram resultados diferentes, e ai a coisa fica anos até que se resolva e se crie uma lei ou algo parecido.

Eu tenho certeza que a maioria das peças de informatica no Brasil são ilegais de sua origem e "esquentadas" aqui, que por isso mesmo fica fácil vender qualquer porcaria aqui, com seu famoso "custo brasil", bem gordo e abusivo.

Obs: Aspas (" "), quer dizer duplo sentido da palavra, por favor.

Sem mais, pois me surpreedeu seu total e longínquo entendimento de minha simples opinião levantadas aqui.

Mas beleza.:lol:

Editado por tonecv

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
[...]

As fontes que vem em gabinete quase sempre estão rotuladas com sua potência real de 230W pra 350W sem nenhuma promessa de eficiência. Ou seja, são honestas e não mentem quanto a serem produtos vagabundos para configurações ridiculamente modestas e sem nenhuma promessa de que vão te poupar energia.

[...]

Discordo completamente. Desde quando uma fonte genérica rotula sua potência real?

Leia isso aí:

http://www.clubedohardware.com.br/artigos/1475

Abraço.

Editado por RooT

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Como teclei, estudo direito, com foco de acrescento em minha formação anterior, justamente para tentar em conjunto com algum politico ou eu mesmo(hehe), no futuro (deus queira bem proximo), a regulamentação de varias areas da informatica em geral, pois aqui no Brasil temos uma lei perfeitamente para tudo, mais muito difícil de ser aplicada e é muito mal ultilizada, como todos nós estamos carecas de saber e vivenciar este problema.

Ainda bem que até que melhore e comece a ter leis da informatica em geral, temos o Clube do Hardware como excelente e confiabilissima fonte de informação, séria e muito justa, que nos ajuda e nos faz interagir de um modo geral o mundo da informatica e suas tecnologias conjuntas, buscando ajustar nossos padrões e perfis dos brasileiros.

È isso ai galera, a internet e a informação está ai para isso mesmo, criar uma corrente para boicotar marcas e produtos absurdos como desta ai, que só faz nos atrasar, ter prejuizo e até acidentes sérios.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×