Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste da Fonte de Alimentação Leadership Gamer Wireless 2.0 560 W

       
 68.678 Visualizações    Testes  
 52 comentários

A Leadership relançou a sua série Wireless com novas versões de potência. Será que eles mudaram alguma coisa ou trata-se das mesmas fontes com novas etiquetas? Confira!

Teste da Fonte de Alimentação Leadership Gamer Wireless 2.0 560 W
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

Nós já testamos a fonte Leadership Gamer Wireless 900 W e descobrimos que ela era na verdade uma fonte de 350 W que explodia se extraíssemos mais do que 400 W. A Leadership relançou a série Wireless com novas versões de potência: 560 W, 640 W e 720 W (a primeira versão dessa série tinha produtos rotulados como sendo de 700 W, 800 W e 900 W). Será que as fontes Wireless 2.0 são as mesmas fontes da versão anterior com uma nova etiqueta ou eles realmente modificaram o projeto interno dessas fontes? Confira.

O verdadeiro fabricante das fontes “Wireless” da Leadership: é uma empresa chinesa chamada Sun Pro (o site deles estava fora do ar no dia em que publicamos este teste). Descobrimos que o nome “Wireless” não foi criado pela Leadership, mas sim pela Sun Pro. Como já dissemos anteriormente, este é um nome extremamente infeliz, já que “Wireless” significa “sem fios”, sendo possivelmente uma má-tradução do Chinês para o Inglês. É óbvio que esta fonte possui fios. O que ela possui como característica especial é um sistema de cabeamento modular. A qualidade deste sistema é questionável, ainda mais se compararmos esta fonte com outros modelos de outras marcas contendo sistema similar.

Leadership Gamer Wireless 2.0 560 W
Figura 1: Fonte de alimentação Leadership Gamer Wireless 2.0 560 W.

Leadership Gamer Wireless 2.0 560 W
Figura 2: Fonte de alimentação Leadership Gamer Wireless 2.0 560 W.

A Wireless 2.0 560 W mede 16,5 cm de profundidade e vem com uma ventoinha de 120 mm em sua parte inferior (que brilha em azul quando ligada).

O cabo de alimentação principal da placa-mãe usa um conector de 20/24 pinos e parte diretamente de dentro da fonte, usando uma proteção de nylon que também parte de dentro do produto.

Os cabos medem 55 cm entre a carcaça da fonte e o primeiro conector do cabo e nos cabos com mais de um conector a distância entre os conectores é de apenas 10,5 cm. Todos os fios são 18 AWG, que é a bitola correta a ser usada.

O sistema de cabeamento modular possui sete conectores e a fonte vem com oito cabos:

  • Um cabo com um conector ATX12V.
  • Um adaptador ATX12V para EPS12V.
  • Um cabo contendo dois conectores de alimentação auxiliar para placas de vídeo de seis pinos.
  • Um cabos de alimentação SATA com dois plugues de alimentação.
  • Um cabo de alimentação para periféricos com dois plugues de alimentação.
  • Dois cabos de alimentação para periféricos com dois plugues de alimentação e um conector de alimentação para unidades de disquete cada.
  • Um cabo de alimentação para periféricos com um plugue de alimentação e dois conectores pequenos de três pinos para ventoinhas.

Como você pode claramente perceber, a quantidade de conectores SATA está muito aquém das necessidades de qualquer usuário. Mesmo micros simples hoje em dia necessitam de fontes com pelo menos quatro desses conectores.

Leadership Gamer Wireless 2.0 560 W
Figura 3: Cabos.

Nesta fonte todos os fios são 18 AWG, o que é muito bom de se ver.

Este fonte de alimentação não tem PFC ativo e, portanto, não há seleção automática de tensão. A caixa diz que esta fonte possui este recurso, mas isto não é verdade.

Outro detalhe sobre a caixa do produto é que há a logomarca do Inmetro, o que pode levar consumidores a acharem que este produto foi testado e certificado por este sério órgão, o que não é verdade. Somente o cabo de força é certificado pelo Inmetro.

Vamos agora dar uma olhada no interior desta fonte.

Editado por

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários




Eu ja imaginava o resultado pelos outros testes com a mesma linha das fontes "leadershit". Mas e realmente impressionante em vez de o fabricante tentar melhorar a qualidade do seu produto, prefere continuar enganando clientes desatentos. Um exemplo bom é o da satellite que melhorou muito nos ultimos anos lançando fontes de qualidade (eu uso uma :D).

Mais uma vez parabens ao CDH pelo excelente teste :)

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A laedership sempre nos impressionando né...

HAuHAuAh...

Muito engraçado...(na verdade é muito triste)

Parabéns ao CdH!!!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Decepcionante que este tipo de produto seja vendido e a preço alto. :mad:

Ainda bem que temos alternativas de boa qualidade e bem difusas no mercado.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Normal, fontes da leadership são uma porcaria, onde eu trabalho vendem produtos desta porca marca, e fui montar um daqueles minisculos gabinetes rosa para uma menina e adivinha..... só liguei e a fonte pifou. detalhe, era uma máquina extremamente básica.

Imagina o que teria acontecido se foce montar uma máquina high end....!!!!!!!!

Esse produto deveria ser considerado uma vergonha, assim como todos os outros das marcas do grupo leadership.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Um erro na página 8:

"Veja abaixo os demais testes que efetuamos com a fonte testada. Quando tentamos extrair mais de 400 W ela explodiu."

Mas logo mais abaixo:

"Isso nos mostra duas coisas. Primeiro, que ela possui como diferencial em relação à versão anterior da série Wireless possuir proteção (ver Figuras 12 e 13). Pelo menos ela não explode (nós bem que tentamos)."

Afinal explode ou não?

Quanto aos resultados:

Todos já sabíamos no que ia dar e que essa empresa vai continuar tapeando os ignorantes no mercado impunemente. Porque? Porque quem poderia punir isso no Brasil é a Justiça, e a Justiça tem um bando de burros e ignorantes em seu comando. Resultado: vai lá explicar para um juiz ou promotor como funciona uma fonte de alimentação e como essa fonte está enganando a todos. Ninguém entenderá.

Até técnicos e baxaréis em elétrica demonstram em sua maioria não entender absolutamente NADA de fontes de alimentação, estabilizadores e afins. Parece que todo mundo endoida quando se fala de computadores. Isso é natural em um país que desde o começo da revolução da informática se fechou pro mundo neste quesito (os mais velhos vão lembrar da "reserva de mercado" e sua lógica estúpida) e não desenvolveu conhecimentos na área quando deveria.

É por isso que estamos na idade da pedra em legislação com relação à informática, tanto para tratar de fraudes e crimes online, quanto pra regulamentar profissões ligadas à informática, passando pelas especificações mínimas de hardware a serem vendidas no país para que fontes que são puro desperdício de energia e recursos saiam do mercado, como é em qualquer país que se preze neste planeta.

É uma pena, mas como sempre a burrice e imbecilidade que assolam o país está vencendo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Isso lembra a historia de potencia PMPO e RMS nos "systens" ( aparelhos de som ) q tanto enganam os usuarios incautos. Deus me livre colocar uma fonte dessas no meu PC...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

verdade ficou confuso isso aí explodiu ou não?

e como o cara disse acima aqueles gabinetes rosa pra menina são ridículos, fonte patifaria.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Não se pode generalizar todos os produtos da marca leadership como ruins, mas as fontes já foram comprovadas que não prestam, o que pode estar acontecendo é que eles escolheram esse fornecedor por algum motivo, quem sabe econômico, confiaram neles mas o produto apresentado não tem como ser testado na leadership, pois acredito que seja uma empresa meramente comercial, só distribuem e etiquetam os produtos, não fabricam nem testam nada tecnicamente.

Constataram problemas nas fontes antigas e encomendaram um produto melhor, e novamente foram enrolados pela "SUN ching lin", o problema é que essas empresas se queimam vendendo porcarias de outras empresas. E não sabem nem o que vendem.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Não se pode generalizar todos os produtos da marca leadership como ruins, mas as fontes já foram comprovadas que não prestam, o que pode estar acontecendo é que eles escolheram esse fornecedor por algum motivo, quem sabe econômico, confiaram neles mas o produto apresentado não tem como ser testado na leadership, pois acredito que seja uma empresa meramente comercial, só distribuem e etiquetam os produtos, não fabricam nem testam nada tecnicamente.

Constataram problemas nas fontes antigas e encomendaram um produto melhor, e novamente foram enrolados pela "SUN ching lin", o problema é que essas empresas se queimam vendendo porcarias de outras empresas. E não sabem nem o que vendem.

sun ching ling da chin mesmo,acho que a leadership tentaser bom em pc's mas não consegue,prefiro os controles e volantes da leadership mesmo são de otima qualidade.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Um erro na página 8:

"Veja abaixo os demais testes que efetuamos com a fonte testada. Quando tentamos extrair mais de 400 W ela explodiu."

Mas logo mais abaixo:

"Isso nos mostra duas coisas. Primeiro, que ela possui como diferencial em relação à versão anterior da série Wireless possuir proteção (ver Figuras 12 e 13). Pelo menos ela não explode (nós bem que tentamos)."

Afinal explode ou não?

Ela não explode.

Já corrigi o texto. Isso ficou assim porque eu usei como base o arquivo .doc do teste anterior...

Abraços,

Gabriel.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Não se pode generalizar todos os produtos da marca leadership como ruins, mas as fontes já foram comprovadas que não prestam, o que pode estar acontecendo é que eles escolheram esse fornecedor por algum motivo, quem sabe econômico, confiaram neles mas o produto apresentado não tem como ser testado na leadership, pois acredito que seja uma empresa meramente comercial, só distribuem e etiquetam os produtos, não fabricam nem testam nada tecnicamente.

Constataram problemas nas fontes antigas e encomendaram um produto melhor, e novamente foram enrolados pela "SUN ching lin", o problema é que essas empresas se queimam vendendo porcarias de outras empresas. E não sabem nem o que vendem.

Você realmente acha que eles são ingênuos assim?? pura safadeza! A grana que eles devem estar ganhando em cima disso com toda certeza convence-os de vender essa fonte falseta

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

ou Gabriel Torres, tenho uma dica:

que tal criar o selo de produto não-recomendado/possivelmente danoso, que seria dado para as fontes que explodem?

iria ajudar muito a identificar produtos péssimos.

ai os que ficam sem selo seriam aqueles que não são ótimos mas não ruims.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eu não sei como pode uma empresa que está há um bom tempo no mercado brasileiro, produzir um produto de tamnha má qualidade, eu fico impressionado com a ousadia deles. Ainda bem que existe esses teste para comparovar a a má qualidade desses produtos. Um bom exemplo é as fontes da Huntkey vendidas aqui, antes do teste era vendida em quase todas lojas de informatica, agora raramente se ve. Espero que algum dia essas "marcas", sumam de nosso país e que os produtos de qualidades barateem, tomando o lugar dessas porcarias.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Eu não sei como pode uma empresa que está há um bom tempo no mercado brasileiro, produzir um produto de tamnha má qualidade, eu fico impressionado com a ousadia deles. Ainda bem que existe esses teste para comparovar a a má qualidade desses produtos. Um bom exemplo é as fontes da Huntkey vendidas aqui, antes do teste era vendida em quase todas lojas de informatica, agora raramente se ve. Espero que algum dia essas "marcas", sumam de nosso país e que os produtos de qualidades barateem, tomando o lugar dessas porcarias.

falo bonito

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Não entendi uma coisa na página 1, em relação ao sistema de cabeamento modular. O autor falou que: "...a qualidade deste sistema é questionável, ainda mais se compararmos esta fonte com outros modelos de outras marcas contendo sistema similar".

Ele entende que: este sistema não é adequado (em geral), ou que os componentes usados na fonte em questão são ruins?

Pergunto porque não vejo este comentário em outras análises, sem ser as fontes da "Leader"ship.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Não entendi uma coisa na página 1, em relação ao sistema de cabeamento modular. O autor falou que: "...a qualidade deste sistema é questionável, ainda mais se compararmos esta fonte com outros modelos de outras marcas contendo sistema similar".

Ele entende que: este sistema não é adequado (em geral), ou que os componentes usados na fonte em questão são ruins?

Pergunto porque não vejo este comentário em outras análises, sem ser as fontes da "Leader"ship.

Pra mim ele quis dizer que a qualidade da fonte Leadership não é compatível com um sistema modular de cabeamento.

Em outras palavras, a fonte já é vagabunda e ainda inventa de enfeitar. Aí fica a m**** completa.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Não entendi uma coisa na página 1, em relação ao sistema de cabeamento modular. O autor falou que: "...a qualidade deste sistema é questionável, ainda mais se compararmos esta fonte com outros modelos de outras marcas contendo sistema similar".

Ele entende que: este sistema não é adequado (em geral), ou que os componentes usados na fonte em questão são ruins?

Pergunto porque não vejo este comentário em outras análises, sem ser as fontes da "Leader"ship.

Além do que o Danelon disse eu acho que ele quis dizer que o sistema modular dela não é lá essa coisas.

Olhe nas fotos e você vai ver que ele é meio estranho.

Compare as fotos com as de outras fontes testadas e aprovadas e você vai me entender ;)

É perfumaria pra disfarçar o cheiro ruim das outras partes.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

É perfumaria pra disfarçar o cheiro ruim das outras partes.

huahauahauahau... falou e disse , XITA!!!!! adorei essa sua frase...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×