Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste da Fonte de Alimentação Leadership Gamer Wireless 900 W

       
 110.434 Visualizações    Testes  
 218 comentários

Chegou a hora da verdade. Atendendo a inúmeros pedidos de nossos leitores colocamos em nosso testador de carga uma fonte da popular série Leadership Gamer Wireless. Será que ela sobrevive? Confira!

Teste da Fonte de Alimentação Leadership Gamer Wireless 900 W
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

Chegou a hora da verdade. Nós já desmontamos a fonte Gamer Wireless 700 W da Leadership, porém na época não tínhamos os equipamentos necessários para fazermos verdadeiros testes de fontes. A única coisa que pudemos constatar foi que os componentes usados internamente não poderiam chegar nem perto de 700 W, embora não pudéssemos provar, na prática, o que estávamos falando. Mas agora é diferente. Nós temos todos os equipamentos necessários e testaremos o modelo de 900 W tal qual testamos fontes de alimentação atualmente. E então, será que a Wireless de 900 W sobrevive? Vamos ver.

É interessante notar que a Leadership recentemente baixou as potências rotuladas de suas fontes da série Wireless. Os modelos atualmente disponíveis agora no mercado são de 560 W, 640 W e 720 W. Acreditamos que estes modelos sejam simplesmente os modelos que eram vendidos  anteriormente como sendo modelos de 700 W, 800 W e 900 W, respectivamente, com uma nova etiqueta. Mesmo com este “rebaixamento” ainda continuamos achando que essas fontes possuem potência rotulada muito acima da sua potência real (é claro que testaremos isso). Nós desconfiamos que todos esses modelos sejam iguais, com diferença apenas na etiqueta. É claro que só poderemos confirmar isso no dia em que desmontarmos todas essas fontes e compará-las, mas como nós já desmontamos o modelo de 700 W poderemos compará-lo ao modelo de 900 W para ver se há qualquer diferença interna entre eles.

Nós descobrimos o verdadeiro fabricante das fontes da Leadership: é uma empresa chinesa chamada Sun Pro. Curiosamente no site deles o modelo mais potente da Wireless é de 500 W, marotamente chamado “KY-600ATX” para você pensar que se trata de um modelo de 600 W. Pensamos em fazer uma piadinha com o “KY na frente”, mas achamos que não iria pegar bem. Deixamos a piada infame por conta da sua imaginação.

Descobrimos que o nome “Wireless” não foi criado pela Leadership, mas sim pela Sun Pro. Como já dissemos anteriormente, este é um nome extremamente infeliz, já que “Wireless” significa “sem fios”, sendo possivelmente uma má-tradução do Chinês para o Inglês. É óbvio que esta fonte possui fios. O que ela possui como característica especial é um sistema de cabeamento modular, que pode ser visto nas Figuras 2 e 3. A qualidade deste sistema é questionável, ainda mais se compararmos esta fonte com outros modelos de outras marcas contendo sistema similar.

Leadership Gamer Wireless 900 W
Figura 1: Fonte de alimentação Leadership Gamer Wireless 900 W.

Leadership Gamer Wireless 900 W
Figura 2: Fonte de alimentação Leadership Gamer Wireless 900 W.

Leadership Gamer Wireless 900 W
Figura 3: Fonte de alimentação Leadership Gamer Wireless 900 W.

O cabo de alimentação principal da placa-mãe usa um conector de 20/24 pinos e parte diretamente de dentro da fonte, usando uma proteção de nylon que também parte de dentro do produto.

A fonte vem com oito cabos para ser usado em seu sistema de cabeamento modular. Um cabo ATX12V, um adaptador de ATX12V para EPS12V, um cabo de alimentação para placas de vídeo com conector de seis pinos, um cabo com dois plugues de alimentação SATA, dois cabos contendo dois plugues de alimentação padrão para periféricos e um plugue de alimentação para unidades de disquete cada, um cabo com dois plugues de alimentação padrão para periféricos e um cabo com um plugue de alimentação padrão para periféricos e dois plugues de alimentação para ventoinhas.

De cara podemos perceber que a seleção de cabos é insatisfatória com fortes indícios que este produto não pode ser uma fonte de 900 W: apenas um cabo para placas de vídeo e apenas dois plugues de alimentação SATA.

Leadership Gamer Wireless 900 W
Figura 4: Cabos do sistema de cabeamento modular.

Nesta fonte todos os fios são 18 AWG, o que é muito bom de se ver.

Este fonte de alimentação não tem PFC ativo e, portanto, não há seleção automática de tensão. A caixa diz que esta fonte possui este recurso, mas isto não é verdade.

Outro detalhe sobre a caixa do produto é que há a logomarca do Inmetro, o que pode levar consumidores a acharem que este produto foi testado e certificado por este sério órgão, o que não é verdade. Somente o cabo de força é certificado pelo Inmetro.

Sua refrigeração é feita por uma ventoinha de 120 mm instalada em seu lado inferior. Como você já sabe, nós preferimos este tipo de solução em vez de o uso de uma ventoinha de 80 mm no lado traseiro da fonte.

Vamos agora dar uma olhada no interior desta fonte.

Editado por

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários




É impressionante como fontes chulas como estas são vendidas a um preço absurdo no mercado brasileiro sendo rotulada de forma indevida... Será que não existe um orgão capaz de evitar que tal coisa pare de acontecer ?! Um PROCON da vida... sei la...

Com o preço que se paga nessa, se pega uma Satellite 600W... que realmente fornece o que propõe...

Editado por Pierre C.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Tranbicagem das brabas, pelo que eu entendi, eles vendem a mesma fonte com etiquetas diferentes e preços mais altos??? O_O

Que absurdo isso, alguém tem que tomar uma providência, vem cá, como pode se fazer uma denúncia desse tipo? Não faço nem ideia.

Outra coisa, vocês podiam filmar quando a fonte for meio "perigosa", pode render algumas risadas depois =P

Falou!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Tranbicagem das brabas, pelo que eu entendi, eles vendem a mesma fonte com etiquetas diferentes e preços mais altos??? O_O

Que absurdo isso, alguém tem que tomar uma providência, vem cá, como pode se fazer uma denúncia desse tipo? Não faço nem ideia.

Outra coisa, vocês podiam filmar quando a fonte for meio "perigosa", pode render algumas risadas depois =P

Falou!

Procura pelo testa da Huntkey Green Star 450W... essa tem o video dela "Explodindo" :lol:

Quanto a essa Leadership.... nem vou comentar nada, pois seria banido do fórum, hehehe!

Vou esperar pelo teste dessa minha DR.Hank da assinatura, dizem ser uma "Bos.."(_(

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

E bom que sempre estes testes, como exemplo, seja qual for o meio de vinculação, que continue sempre divulgando esses "troços" que vendem por aqui, pois aqui e o país das porcarias que dão lucro maravilhosos; Vide os carros, eletrodomesticos...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eu só espero que o pessoal pare de vender esses "pesos de porta para Geeks" depois dos churrascos, digo, testes. (duro é que fonte quimada cheira mal..)

Ou que "caiam na real" e vendam produtos que sejam não só bonitinhos, mas também com qualidade, e com preço justo.

Ainda bem que o mercado não é só das fontes bem fortes (e caras) e que existem fontes baratas mas com boa qualidade.

Que venham as próximas ! :)

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Meu Deus, que absurdo, como podem enganar as pessoas assim, na cara dura, e o pior que ainda tem gente desinformada que compram essas porcarias. Tô pasmo, alguém deveria precessar essa Leadership.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

ridiculo...

totalmente *****...

só pra por a imaginaçao pra funciona:

KY

Keimo, Ydiota

Editado por Dragum

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

É impressionante. A leadership tem a cara de pau de vender produtos com arquiteturas iguais....

Sabe o que fazer? Comprar o produto e denunciar no PROCON, para o INMETRO e processar essa empresa.

Só assim ela sai do mercado...

Editado por Pierre C.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Só uma palavra resume a Leadership Gamer Wireless. E começa com a letra “M”.
"Maravilha"? Huahuahua

Mas que lixo de fonte! Até uma dessas mais simples de 350W da Seventeam/Coolermaster é melhor que esse troço.

E é caro! Aí o desavisado tem um PC bom e liga numa droga dessas... tem que processar essa empresa!

Editado por Pierre C.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
(...) Curiosamente no site deles o modelo mais potente da Wireless é de 500 W, marotamente chamado “KY-600ATX” para você pensar que se trata de um modelo de 600 W. Pensamos em fazer uma piadinha com o “KY na frente”, mas achamos que não iria pegar bem. Deixamos a piada infame por conta da sua imaginação.
Huahuahuhauuhauhauhuahuhauhaahua....

Será que na caixa dela vem um tubinho de KY também???? Hahuahuahuauhahuahuahuahua....

Vai precisar de uma lixa pra arredondar as quinas...uahuahuhauhahuahuuahuha......

Editado por wcrf

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Pessoal vamos no organizar!!!!!!! Será que ninguém tem algum parente advogado para orientar neste caso. Antigamente nós não tinhamos acesso as essas informações, agora só falta a nossa mobilização para tentar mudar um pouco está cultura da enrolação. Fontes iguais com etiquetas diferentes fala serio !!!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Pessoal vamos no organizar!!!!!!! Será que ninguém tem algum parente advogado para orientar neste caso. Antigamente nós não tinhamos acesso as essas informações, agora só falta a nossa mobilização para tentar mudar um pouco está cultura da enrolação. Fontes iguais com etiquetas diferentes fala serio !!!

Mas será que poderão processar a empresa sem uma metodologia padronizada pelo INMETRO ?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Mas será que poderão processar a empresa sem uma metodologia padronizada pelo INMETRO ?

Poder pode, só que tem que ser processos individuais, de propaganda enganosa, e seria necessário um laudo técnico demonstrando que a capacidade rotulada da fonte na realidade não é nem a metade do informado.

Daí viriam os complementos do processo, como indenizações e etc...(cabe aqui a imaginação do advogado). Isso na vara cívil.

Se for no PROCON, talvez com esse laudo também se abra um processo. Se for pro Pequenas Causas anda rápido...senão, paciência.

Agora, eu penso que a maneira mais adequada à nossa realidade jurídica, seria um boicote por parte dos consumidores, mas é outro problema. Eu mesmo já cheguei a "defender" :eek::eek::eek: uma antiga LeaderSHIT Gamer de 700W, afirmando que era "boa":tantan:...só que na época não tinha nenhum teste demonstrando o contrário.

Convencer a galera primeiro a ler o artigo, e depois a não comprar o produto é que são elas.

Editado por Pierre C.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Mas será que poderão processar a empresa sem uma metodologia padronizada pelo INMETRO ?

Você fala da metodologia de teste?

Não sei.

Bom eu vou me informar melhor no inmetro e procon e posto aqui.

Seria interessante o Clube do Hardware formalizar a bandeira que vem levantando há tempos, criando uma área exclusiva para esses absurdos. Alertando o publico e mostrando os caminhos das pedras para formalizar a nossa indignação mudar um pouco o pensamento do mercado. Para finalmente termo produtos de qualidade, com preços justos, sem o famoso e ganancioso custo Brasil.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Poder pode, só que tem que ser processos individuais, de propaganda enganosa, e seria necessário um laudo técnico demonstrando que a capacidade rotulada da fonte na realidade não é nem a metade do informado.

Daí viriam os complementos do processo, como indenizações e etc...(cabe aqui a imaginação do advogado). Isso na vara cívil.

Se for no PROCON, talvez com esse laudo também se abra um processo. Se for pro Pequenas Causas anda rápido...senão, paciência.

Agora, eu penso que a maneira mais adequada à nossa realidade jurídica, seria um boicote por parte dos consumidores, mas é outro problema. Eu mesmo já cheguei a "defender" :eek::eek::eek: uma antiga LeaderSHIT Gamer de 700W, afirmando que era "boa":tantan:...só que na época não tinha nenhum teste demonstrando o contrário.

Convencer a galera primeiro a ler o artigo, e depois a não comprar o produto é que são elas.

Você fala da metodologia de teste?

Não sei.

Bom eu vou me informar melhor no inmetro e procon e posto aqui.

Seria interessante o Clube do Hardware formalizar a bandeira que vem levantando há tempos, criando uma área exclusiva para esses absurdos. Alertando o publico e mostrando os caminhos das pedras para formalizar a nossa indignação mudar um pouco o pensamento do mercado. Para finalmente termo produtos de qualidade, com preços justos, sem o famoso e ganancioso custo Brasil.

Ih.. vai dar dor de cabeça.. (_(

Bem, obrigado pelas respostas, legislação tá bem longe dos meus conhecimentos..

Criar uma área só pra reclamar disso é interessante, não sei se é viável juridicamente, mas vou repassar pro Gabriel, obrigado pela sugestão. :)

Editado por Pierre C.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

tenho pena de quem comprou ela. quem pegou confiando na etiqueta deve ter ligado um pc bem forte e se ela estourou com usuario imagina a dor de cabeça que teve :(

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Acho que o caminho mais fácil e barato seria entrarmos no Procon, posso até procurar o pessoal do Procon de Curitiba (Dra. Claudia, uma peça de mulher e chefe do órgão) para perguntar se com este laudo pode ser proibido a venda destas fontes.

Se quiserem eu irei precisar de uma cópia do teste, de maneira formal, demonstrando metodologia tudo bonitinho e impresso para poder encaminhar a ela.

A disposição da galera

Advogado é dureza, :)

Alguem tem dinheiro para eu tomar?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

tipo eu tenho uma de 900W

na epoca eu estava em macapá e precisava de uma fonte e so tinha ela para vender

mas é complicado na caixa ja fala q ela é bivolt automatico, da para processar sim

:lol:pra minha alegria a fonte ta parada faz tempo chegando em sampa comprei outra

se alguem conhecer algum advogado ajuda ae

Editado por Pierre C.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Isso ai pessoal, o Clube do Hardware poderia ter um selo do tipo "nunca compre isto".

Lista negra tambem seria viavel e muito util para todos, pois temos direito e deveres de saber e informar o publico em geral.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Citação:

Só uma palavra resume a Leadership Gamer Wireless. E começa com a letra “M”.

E não é que a cor da carcaça combina certinho? :D

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Depois de ler esse teste da Leadership Gamer Wireless 900W feito pelo nosso guru Gabriel, tenho que trocar a minha Zalman 600W ZM600-HP, afinal são 900W contra 600W :P

:tantan::wacko:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Realmente essa fonte, sem comentarios, só no brasil mesmo pra vende e eu que comprei ela na epoca não dava a importancia pra fonte, deêm só uma olhada na minha assinatura, meu pc corre risco de vida!!!!!!

Mais como não consigo ficar sem ele, já to juntando dinheiro pra traca essa fonte!!!!!

Ela ta fazendo barulho com 2 meses de uso!!!!

OBS: Troca sua fonte zalman 600W com a minha de 900W

rsrsrsrsrsrsrrs

900>600

Editado por Pierre C.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×