Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste da Fonte de Alimentação Logisys PS600A12

       
 25.170 Visualizações    Testes  
 28 comentários

Uma análise detalhada desta fonte de alimentação com potência fantasiosa e certificação 80 Plus falsa que está sendo vendida nos EUA.

Teste da Fonte de Alimentação Logisys PS600A12
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

Nós resolvemos comprar uma porção de fontes que custam até USD 40 na Newegg.com, nos EUA, para verificar se elas são boas opções. A nossa primeira vítima é a Logisys PS600A12, um modelo de “600 W” que vem com uma etiqueta da 80 Plus falsa. Confira.

A fonte vem com um selo 80 Plus falso, como você pode ver na Figura 1. Nós afirmamos isto pois um dos requisitos para obter a certificação 80 Plus é apresentar fator de potência de pelo menos 0,90, e por isso é impossível para fontes de alimentação sem circuito PFC (como esta) obter qualquer tipo de certificação 80 Plus.

Logisys PS600A12
Figura 1: Selo 80 Plus falso

Parte da carcaça da fonte é verde, e os acabamentos em nylon usados nos cabos são verde limão, o que fazem dela a fonte mais feia que já vimos até hoje.

Logisys PS600A12
Figura 2: Fonte de alimentação Logisys PS600A12

Logisys PS600A12
Figura 3: Fonte de alimentação Logisys PS600A12

A Logisys PS600A12 tem 14 cm de profundidade e usa uma ventoinha de mancal de 120 mm em sua parte inferior (BaoDiKai BDH12025S). Esta fonte não possui circuito PFC e é baseada na obsoleta topologia meia-ponte.

Os cabos inclusos são:

  • Cabo principal da placa-mãe com um conector de 20/24 pinos, 40 cm de comprimento
  • Um cabo com um conector ATX12V, 43 cm de comprimento
  • Dois cabos, cada um com um conector de seis pinos para placas de vídeo, 43 cm de comprimento
  • Dois cabos, cada um com dois conectores de alimentação SATA, 42 cm até o primeiro conector, 15 cm entre os conectores
  • Dois cabos, cada um com dois conectores de alimentação para periféricos, 43 cm até o primeiro conector, 15 cm entre os conectores
  • Um cabo com três conectores de alimentação para periféricos e um conector de alimentação para a unidade de disquete, 43 cm até o primeiro conector, 15 cm entre os conectores

A boa notícia é que esta fonte tem dois conectores para placas de vídeo. A má noticia é que existem apenas quatro conectores SATA. Os fios usados nos conectores de alimentação para periféricos são 20 AWG, ou seja, mais finos do que o recomendado. Todos os outros fios são 18 AWG. O curioso é que o conector principal da placa-mãe tem um fio branco (-5 V), que removido da especificação ATX12V em janeiro de 2002, o que significa que esta fonte usa um projeto completamente obsoleto.

Logisys PS600A12
Figura 4: Cabos

Vamos agora dar uma olhada no interior desta fonte de alimentação.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários




Isso é triste por um lado mas bom por outro:

Triste pois a sem-vergonhice está generalizada.

Bom pois o pessoal não vai mais poder falar que é coisa do brasil.

E também gostei da frase "Nós resolvemos comprar uma porção de fontes que custam até USD 40", sinal que temos vários testes emocionantes pela frente. Coitado do testador ^_^

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Nossa, fiquei impressionado também em relação a esse produto bomba ser vendido nos EUA, e ainda mais por cima apresentando uma certificação falsa. Contudo o teste do CdH já começou a surtir efeito, pois ele já está sendo citado na Newegg em reviews de compradores dessa Bomba.

:D Parabéns por mais um teste importantíssimo!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A questão é que a filtragem lá com certeza é bem melhor, enquanto aqui não tem filtragem alguma. Como os xing-lings trazem produtos contrabandeados a rodo da China, e a nossa alfândega adora tarifar apenas produtos legalizados, a absurdez é muito por aqui.

.

Sei lá, deve ser paranóia de quem mexe com design e publicidade, mas quando eu vi a logomarca... hhhhhhhhhuuuuuuuuummmmmmmmm, já fiquei com o pé (muito) atrás. :lol:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Puxa, que lixo.:D

Até no EUA tem fonte bomba, com selo 80Plus falso, ai é pra ferrar né.

A parte que mais gostei foi quando o Gabriel descreve a aparência dela:"Parte da carcaça da fonte é verde, e os acabamentos em nylon usados nos cabos são verde limão, o que fazem dela a fonte mais feia que já vimos até hoje".

Ela é feia pra burro.

Mais um teste de grande importância.

Abraço...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Essa fonte tá pior que algumas fontes brasileiras, pelo menos aqui usam capacitores de marcas "obscuras" e não falsificados :)

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Parabéns pelo teste desse lixo tecnológico.

Não fico espantado de os EUA ter produtos vagabundos e selo falso, lixo tem no mundo todo.

A diferença de lá e cá é que lá rapidamente essa fonte sairá do mercado e o fabricante/importador será processado ou preso por falsificação.

Ao passo que por aqui esta fonte será vendida normalmente com selo falso mesmo e sites concorrentes do CDH vão dizer que ela é ótima.

E os vendedores da Sta Efigênia aqui em SP vão indicar também como ótimo custo beneficio é só aguardar.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Leadership Gamer Gringa :D

Realmente é isso mesmo, pior que as Leadership pelo menos são bonitinhas por fora, já o visual dessa fonte ta ligada diretamente a seu desempenho, rídiculo! :lol:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
já o visual dessa fonte ta ligada diretamente a seu desempenho, rídiculo! :lol:

Que isso... aquele sleeving verde-limão é o maior charme... :lol:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Os testes vieram em boa hora, já que diversos modelos da Logisys estão nas lojas do Paraguai e o que está lá não demora a aparecer aqui.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
"Esta fonte não possui circuito PFC e é baseada na obsoleta topologia meia-ponte."

Só não concordei com essa parte! ;)

:confused::confused::confused:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Que a fonte é muito ruim é de se concordar, mas chamar a topologia half-bridge de obsoleta é desconhecer o que se esta escrevendo.

Se hb é obsoleta, push-pull então... coitados dos amplificadores classe ab.

Por falar em PFC, normalmente essa correção é através de uma fonte boost, que é uma topologia mais "obsoleta" ainda :P!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Mais um lixo tecnológico, deveria servi de bomba no Iraque, além disso com um visual ridículo.

rsrsrsrsrs

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Que a fonte é muito ruim é de se concordar, mas chamar a topologia half-bridge de obsoleta é desconhecer o que se esta escrevendo.

Se hb é obsoleta, push-pull então... coitados dos amplificadores classe ab.

Por falar em PFC, normalmente essa correção é através de uma fonte boost, que é uma topologia mais "obsoleta" ainda :P!

É preciso compreender o contexto do que se lê. Push-pull é utilizado nos amplicadores AB para sanar problemas graves de distorção. Entre um amplificador e uma fonte de alimentação para PC vai longa a distância. Obsoleta significa anacrônica, fora de uso. A topologia meia-fonte saiu de uso faz tempo nas fontes ATX boas e modernas. Se eu lhe pedir para apontar uma única fonte com certificação 80Plus usando essa topologia, você não vai encontrar. Algumas fontes baratas sem PFC ativo também já abandonaram essa topologia. Você encontrará a topologia meia ponte nas antigas fontes AT, nas atuais fontes genéricas de pior qualidade e em algumas fontes que podem ser até decentes, mas têm projeto antigo e eficiência mínima abaixo da recomendada pela especificação ATX. Caso da Huntkey Green Star por exemplo. Ou da Dr. Hank 500. Sem modernidade, sem eficiência, sem PFC ativo, sem priorizar as linhas +12V. Bastante obsoletas.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Que a fonte é muito ruim é de se concordar, mas chamar a topologia half-bridge de obsoleta é desconhecer o que se esta escrevendo.

Se hb é obsoleta, push-pull então... coitados dos amplificadores classe ab.

Por falar em PFC, normalmente essa correção é através de uma fonte boost, que é uma topologia mais "obsoleta" ainda :P!

Sinto muito, mas você não tem a menor ideia do que você está falando. A topologia meia-ponte para fontes de computadores não consegue oferecer eficiência acima de 80% sendo, portanto, obsoleta.

O PFC é feito através de um circuito ativo ou passivo, e a fonte de computadores é do tipo "buck" e não "boost".

Seus conhecimentos de outra área não podem simplesmente ser aplicados para fontes de computadores. Estude mais para não falar besteira.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Como dizia aquele ditado com coisas que não prestam "pinta de verde e joga no mato"

Pelos menos nesse caso não vai se gastar dinheiro com a tinta... :D

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O pior de tudo é que algum importador picareta pode trazer essa fonte para o Brasil e cobrar mais de 200 reais nela, enchendo a embalagem com aquelas propagandas falsas que acostumamos a ver em fontes como Leadership e Powerstrike.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
O pior de tudo é que algum importador picareta pode trazer essa fonte para o Brasil e cobrar mais de 200 reais nela, enchendo a embalagem com aquelas propagandas falsas que acostumamos a ver em fontes como Leadership e Powerstrike.

Tenho certeza que isso vai acontecer em pouco tempo porque já tem no PY, e o preço vai se ums R$170, igual a leadership gamer, quem vir primeiro posta aqui.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×