Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste da Fonte de Alimentação MyMax Cratus 500 W

       
 86.484 Visualizações    Testes  
 11 comentários

Vamos testar este modelo de 500 W da marca nacional MyMax e ver se ele sobrevive aos nossos testes.

Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

A MyMax oferece duas fontes de alimentação dentro da sua linha Enthusiast, a Cratus 500 W e a Cratus 600 W, ambas supostamente com a certificação 80 Plus. Vamos ver se o modelo de 500 W é uma boa opção de compra.

Essas duas fontes são fabricadas por uma obscura empresa chinesa chamada SAMA, e o modelo Cratus 500 W é o modelo “ATX12V 2.31” desta empresa, renomeado.

A MyMax afirma que a Cratus 500 W tem a certificação 80 Plus, no entanto esta informação não corresponde à realidade, visto que esta fonte não foi certificada, embora ela realmente consiga apresentar eficiência acima de 80% como veremos em nossos testes. De acordo com a MyMax, eles colocaram o selo 80 Plus nesta fonte porque o modelo original da SAMA tem esta certificação. Este expediente, porém, está incorreto; só porque a fonte original tem certificação 80 Plus, isso não dá à MyMax o direito de uso do selo 80 Plus: é necessário enviar a fonte para certificação e pagar uma taxa. Nós explicamos isso para a MyMax e colocamos a empresa em contato com o pessoal responsável pela certificação 80 Plus, e eles estão resolvendo este problema (inclusive eles tiraram a página do produto do site deles temporariamente, até a situação ter sido regularizada).

Além de usar o selo 80 Plus irregularmente, a MyMax usou o selo com características incorretas, com letras brancas sobre fundo preto, enquanto que o selo correto tem fundo branco com letras pretas. Ver Figura 1.

MyMax Cratus 500w
Figura 1: Caixa da fonte de alimentação MyMax Cratus 500 W

MyMax Cratus 500w
Figura 2: Fonte de alimentação MyMax Cratus 500 W

MyMax Cratus 500w
Figura 3: Fonte de alimentação MyMax Cratus 500 W

A MyMax Cratus 500 W mede 160 mm de profundidade, usando uma ventoinha de 140 mm em sua parte inferior (Boluo Xin Zhen Heng Electronics DF1402512SEMN).

MyMax Cratus 500w
Figura 4: Ventoinha

Esta fonte não traz sistema de cabeamento modular. Todos são protegidos por acabamentos em nylon, que partem de dentro da fonte. Esta fonte de alimentação vem com os seguintes cabos:

  • Cabo principal da placa-mãe com um conector 20/24 pinos, 48 cm de comprimento
  • Um cabo com dois conectores ATX12V que juntos formam um conector EPS12V, 50 cm de comprimento
  • Três cabos, cada um com dois conectores de seis/oito pinos para placas de vídeo, 50 cm de comprimento
  • Um cabo com quatro conectores de alimentação SATA, 49 cm até o primeiro conector, 15 cm entre os conectores
  • Dois cabos, cada um com dois conectores de alimentação SATA e um conector de alimentação para periféricos, 49 cm até o primeiro conector, 15 cm entre os conectores

Todos os fios são 18 AWG, que é a bitola mínima requerida.

A configuração dos cabos é excelente para uma fonte de 500 W. A adição de um terceiro conector de alimentação para placas de vídeo não é comum; em geral os fabricantes adicionam dois ou quatro conectores. A quantidade de conectores SATA (oito) é excelente.

MyMax Cratus 500w
Figura 5: Cabos

Vamos agora dar uma olhada no interior desta fonte de alimentação.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


A Corsair honra a garantia de 3 anos da linha CX para os consumidores brasileiros.

Então a mymax na verdade tem 1 ano a menos de garantia.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Um selo 'Produto Recomendado' do CDH certamente compensará, e muito, o custo que eles terão ao regularizar a certificação 80 Plus. Cabe à empresa fazer a coisa certa.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Primeiro foi dito:

"é uma fonte de alimentação boa para seu preço"

E depois:

"Outro problema dessa fonte é seu preço"

Afinal, o preço é bom ou não? No Mercado Livre, tem a CX 500 por R$ 195. Entre as duas fontes, com certeza ficaria com a da Corsair.

Resolver a questão 80 Plus não basta pra ganhar o selo de recomendação. A fonte queimou ao ser sobrecarregada - coisa que o usuário comum nunca iria fazer.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O preço é alto, está na média do preço da Corsair CX500 modelo atual com certificação 80Plus Bronze. Por isso eu particularmente não recomendaria. Não se testou os 39A que a fonte promete na linha +12V e mesmo assim a eficiência foi abaixo de 80%. Por outro lado é bom ver que a fonte não é nenhuma porcaria, como aqueles outros modelos da mesma marca. A regulação de tensão foi bem decente e o ripple bem controlado. O que se conclui é que marcas nacionais, por melhor que queiram fazer, não têm como competir hoje em dia com as grandes marcas. Deviam investir onde há carência: Modelos decentes de baixa potência com preço justo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

240 dilmas?? conheço um site confiável vendendo Seasonic 500w por 215 e ai como fica a situação?? Tem preço bom pra quem??

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
A Corsair honra a garantia de 3 anos da linha CX para os consumidores brasileiros.

Então a mymax na verdade tem 1 ano a menos de garantia.

Oi Jorno, eu não sabia disso. Vou corrigir o texto.

Vou clarificar também a parte que vocês dizem estar confusa nas conclusões, sobre eu dizer que o preço é ponto positivo no início e depois ponto negativo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Mymax com fonte próximo de ter selo produto recomendado... quem diria, espero que as coisas continuem assim.

E +1 pro comentário do Kayke, poderiam lançar uma fonte de 300 a 350 por uns R$ 100 hein?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Rapaz deveriam cobrar os 150 reais que sempre cobram, mas mesmo assim ainda é mediana. Essa mesma arquitetura numa fonte de 300W-350W daria mais certo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Preço alto demais, para uma marca brasileira que ainda não tem credibilidade.

já venho pendido a quase 2 anos para testarem o modelo MPSU/2S3I de 420, 500, 600w principalmente de 420 que são essas que estão vendendo a balde no Brasil devido ao seu preço acessível, ninguém em sã consciência vai pagar quase 250 dilmas tendo Corsair, Seasonic e OCZ como opção e com o preço mais em conta.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Realmente é uma boa, fonte, mas realmente por esse preço compensa pegar uma Corsair CX 500w. Se esta fonte estive custando até uns R$180,00, seria uma boa opção para uma configuração mediana.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×