Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste da Fonte de Alimentação Rosewill FORTRESS-650

       
 17.457 Visualizações    Testes  
 3 comentários

A FORTRESS é a mais nova série de fontes de alimentação da Rosewill, que vem com a cobiçada certificação 80 Plus Platinum. Vamos ver se vale a pena comprar o modelo de 650 W.

Teste da Fonte de Alimentação Rosewill FORTRESS-650
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

A nova série de fontes de alimentação FORTRESS da Rosewill apresenta versões de 450 W, 550 W, 650 W e 750 W, todas com certificação 80 Plus Platinum certification. Vamos verificar se o modelo de 650 W é um bom produto.

As fontes de alimentação FORTRESS são fabricadas pela ATNG, sendo que a FORTRESS-650 é a ATNG ATM-650SERIES-P renomeada.

Rosewill Fortress 650w
Figura 1: Fonte de alimentação Rosewill FORTRESS-650

Rosewill Fortress 650w
Figura 2: Fonte de alimentação Rosewill FORTRESS-650

A Rosewill FORTRESS-650 mede 165 mm de profundidade e tem uma ventoinha de 135 mm com rolamento de esferas em sua parte inferior (Rosewill RL4ZB1352512M, que é fabricada pela Globe Fan).

Rosewill Fortress 650w
Figura 3: Ventoinha

A fonte testada não tem sistema de cabeamento modular. Todos os cabos são protegidos por acabamentos em nylon que vêm de dentro da fonte. Esta fonte vem com os seguintes cabos:

  • Cabo principal da placa-mãe com um conector de 20/24 pinos, 54 cm de comprimento
  • Um cabo com dois conectores ATX12V que juntos formam um conector EPS12V, 64 cm de comprimento
  • Dois cabos, cada um com dois conectores de seis/oito pinos para placas de vídeo, 60 cm até o primeiro conector, 15 cm entre os conectores
  • Dois cabos, cada um com quatro conectores de alimentação SATA, 50 cm até o primeiro conector, 15 cm entre os conectores
  • Um cabo com três conectores de alimentação para periféricos, 50 cm até o primeiro conector, 15 cm entre os conectores
  • Um cabo com dois conectores de alimentação para periféricos e um conector de alimentação para unidades de disquete, 50 cm até o primeiro conector, 15 cm entre os conectores

O cabo principal da placa-mãe, o cabo de alimentação EPS12V/ATX12V e os cabos para placas de vídeo utilizam fios mais grossos (16 AWG), enquanto que os demais fios são 18 AWG, que é a bitola mínima recomendada.

A configuração dos cabos é excelente para um modelo de 650 W com oito conectores de alimentação SATA e quatro conectores de alimentação para placas de vídeo, permitindo a instalação de duas placas de vídeo topo de linha sem a necessidade de uso de adaptadores.

Rosewill Fortress 650w
Figura 4: Cabos

Vamos agora dar uma olhada no interior desta fonte de alimentação.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Artigos similares


Comentários de usuários


Parece que o projeto da ATNG utilizado pela Rosewill é muito bom, muito bom mesmo. A regulação de tensão é uma das melhores que uma fonte pode oferecer atualmente e o ripple que era meu maior temor neste projeto antes dos testes deixou de ser um motivo de preocupação. Parecem que todas as fontes dessa série são bem recomendáveis, só o modelo de 550W que pode sofrer com a concorrência da Kingwin AP-550 que tem quatro conectores PCIe.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×