Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Teste da Fonte de Alimentação Scythe Kamariki 4 550 W

       
 34.392 Visualizações    Testes  
 14 comentários

A Scythe, fabricante japonês conhecido pelos seus coolers topo de linha, também vende fontes de alimentação. Hoje nós iremos testar o seu mais novo lançamento, a fonte Kamariki 4.

Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

A Scythe, fabricante japonês conhecido pelos seus coolers topo de linha para processadores, também vende fontes de alimentação. Sua mais nova série de fontes de alimentação é chamada Kamariki 4 e é formada por modelos de 450 W, 550 W, 650 W e 750 W. Hoje nós testaremos o modelo de 550 W, também conhecido como KMRK4-550A. Vejamos se esta fonte superará nossas expectativas.

Esta série de fontes de alimentação está atualmente disponível apenas na Europa e Japão (o modelo de 750 W está disponível apenas no Japão) e nós acreditamos que a Scythe começará vender essas fontes no mercado norte-americano em breve.

Para os nerds de plantão, “kamariki” significa “poder da foice” em japonês, lembrando que a logomarca da Scythe tem duas foices.

Nós não descobrimos quem é o verdadeiro fabricante da fonte de alimentação testada, mas sabemos que outras séries de fontes da Scythe são fabricadas pela Topower (um leitor nos avisa que esta fonte é fabricada pela Sirtec).

Fonte de alimentação Scythe Kamariki 4 550 W
Figura 1: Fonte de alimentação Scythe Kamariki 4 550 W.

Fonte de alimentação Scythe Kamariki 4 550 W
Figura 2: Fonte de alimentação Scythe Kamariki 4 550 W.

A Scythe Kamariki 4 550 W mede 16 cm de profundidade, tem uma pequena ventoinha de 100 mm em sua parte inferior (esta é a primeira vez que vimos uma fonte de alimentação usar uma ventoinha deste tamanho) e circuito PFC ativo, é claro. O que é realmente único nesta fonte é a presença de três conectores para ventoinhas externas, como você pode ver na Figura 2. Com isso você pode conectar até três ventoinhas instaladas em seu gabinete diretamente à fonte para que elas sejam controladas através do sensor de temperatura da fonte, que muda a velocidade de rotação das ventoinhas de acordo com a temperatura no dissipador de calor do secundário. Esta fonte vem com três cabos para você estender o comprimento dos cabos das suas ventoinhas para que você não tenha problema ao conectar uma ventoinha muito distante da fonte a um dos conectores disponíveis.

A Kamariki 4 não tem sistema de cabeamento modular. Todos os cabos são protegidos por um acabamento de nylon, mas apenas o acabamento do cabo da placa-mãe parte de dentro da fonte, como você pode ver na Figura 2.

Os cabos inclusos são:

  • Cabo principal da placa-mãe com um conector de 20/24 pinos.
  • Um cabo com dois conectores ATX12V que juntos formam um conector EPS12V.
  • Dois cabos de alimentação auxiliar para placas de vídeo com um conector de seis/oito pinos cada.
  • Dois cabos de alimentação SATA com quatro conectores cada.
  • Dois cabos de alimentação para periféricos com três plugues padrão e um plugue para a unidade de disquete cada.
  • Três cabos para estender o comprimento do cabo de alimentação da ventoinha.

Todos os cabos são relativamente longos para um produto de 550 W, medindo 51 cm entre a carcaça da fonte e o primeiro conector no cabo (os extensores de cabos das ventoinhas também medem 51 cm). Nos cabos com mais de um conector há 16 cm entre os plugues, um pouco a mais do que a distância convencional, o que é excelente.

Todos os fios são 18 AWG, que é a bitola correta a ser usada. A quantidade de cabos é suficiente para montar um micro simples com uma placa de vídeo topo de linha ou duas placas de vídeo intermediárias. O destaque aqui é a grande quantidade de plugues de alimentação SATA (oito).

Fonte de alimentação Scythe Kamariki 4 550 W
Figura 3: Cabos.

Vamos agora dar uma olhada no interior desta fonte de alimentação.

Editado por

Compartilhar



Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Comentários de usuários


Não entendi porque esta fonte não recebeu o selo de produto recomendado. Foi aprovada em todos os testes, suportou uma carga bem maior que o rotulado e manteve os 80% de eficiencia mesmo com 100% da carga rotulada. Não tenho esta fonte, não conheço ninguem que tenha mais pelo simples fato de manter uma eficiencia acima de 80% e suportar bem mais que o rotulado acho que merecia o selo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

tambem nao entendi porque ela nao levou o selo de produto recomendado

excelente produto ainda mais pra um fabricante que esta começando agora no segmento.

ao contrario de uma tal de "leadership" que mesmo depois de tempo no mercado continua enganando os consumidores.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Não entendi porque esta fonte não recebeu o selo de produto recomendado. Foi aprovada em todos os testes, suportou uma carga bem maior que o rotulado e manteve os 80% de eficiencia mesmo com 100% da carga rotulada. Não tenho esta fonte, não conheço ninguem que tenha mais pelo simples fato de manter uma eficiencia acima de 80% e suportar bem mais que o rotulado acho que merecia o selo.

Acho que a recomendação dela ou não dependerá do preço... ultimamente o CdH tem testado fontes em que a eficiência não cai abaixo de 83% seja lá em que carga for (em alguns casos até acima de 85%), e isso tem aumentado o critério pra recomendar.

Se você pode pegar uma fonte com potência similar e eficiência 4-7% maior em todos os níveis de carga, por um preço melhor ou igual, não tem como recomendar. Então é arriscado recomendar essa fonte sem saber seu preço.

Se a fonte tivesse ficado perto dos 90% de eficiência em 2 testes pelo menos, tenho certeza que já estaria recomendada independente do preço.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Acho que a recomendação dela ou não dependerá do preço... ultimamente o CdH tem testado fontes em que a eficiência não cai abaixo de 83% seja lá em que carga for (em alguns casos até acima de 85%), e isso tem aumentado o critério pra recomendar.

Se você pode pegar uma fonte com potência similar e eficiência 4-7% maior em todos os níveis de carga, por um preço melhor ou igual, não tem como recomendar. Então é arriscado recomendar essa fonte sem saber seu preço.

Se a fonte tivesse ficado perto dos 90% de eficiência em 2 testes pelo menos, tenho certeza que já estaria recomendada independente do preço.

Creio que não seja este o critério, se não, fontes testadas anteriormente a 1 ano atrás por exemplo teriam que ter seus selos retirados.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O selo de produto recomendado não é retirado depois de um tempo, só ver que tem umas placas de vídeo beeem antigas e tem o selo ainda, mas é que naquela época elas eram boas.

Eu perguntei pro Gabriel ontem o porque de não ter selo, assim que tiver resposta eu coloco aqui. ;)

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Simplesmente uma excelente fonte, e o teste de sobrecarga impressionante! Só falta o selo de recomendação, que com certeza darão a ela.

Parabéns ao fabricante novato no mercado de fontes, fabricando um produto exemplar.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A falta de selo foi um pequeno erro de edição, já corrigido, obrigado por avisarem ^_^

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

mas e ai as proteções dessa fonte estão desligadas, pelo teste a ponte de retificação aquenta 736 W sem que queime, em sobrecarga ela chegou a 731,4 W

e pelo que eu entendi só parou ai porque o testador chegava apenas em 33 A, se subisse ate os 35 A onde a empresa disse que era o ponto das proteções ativarem a ponte de retificação ia pro espaço.

Se Eu tiver errado foi mau, mas foi o jeito que eu entendi.

Valeu.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Olhando o teste podemos ver um pequeno equivoco na linha de testes numero 5 onde a fonte esta apresentando apenas 504 W dos 550 que deveriam, com isso acredito que a fonte teria caido no quesito eficiência e com isso não deveria receber o selo.

Os testes são otimos. Gostaria de ver apenas isto corrigido.

Alias ninguém reparou nisto...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Olhando o teste podemos ver um pequeno equivoco na linha de testes numero 5 onde a fonte esta apresentando apenas 504 W dos 550 que deveriam, com isso acredito que a fonte teria caido no quesito eficiência e com isso não deveria receber o selo.

Os testes são otimos. Gostaria de ver apenas isto corrigido.

Alias ninguém reparou nisto...

Certamente é um erro de digitação, pois logo abaixo da tabela de testes aparece a citação:

A Scythe Kamariki 4 550 W pode realmente fornecer sua potência rotulada a 47º C, o que é excelente.

E quanto ao selo, este já foi colocado!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Oi pessoal,

Realmente a tabela está errada, erro do meu ajudante que a testou como se fosse uma fonte de 500 W e não de 550 W... O chicote vai comer aqui hoje... :chicote:

Estamos retestando a fonte e estarei corrigindo o teste até o final do dia de hoje. Peço paciência e desculpas.

Abraços,

Gabriel Torres

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Se o preco a ser praticado dessa fonte for parecido com o do japao pode por o selo de recomendado,achava que essa fonte nao era estão boa pelo fato dela ser barata demais em relação as outras encontradas por aqui como seasonic, antec ,corsair etc custa cerca de 30 dolares a de 450w! hora de revisar meus conceitos

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Meu pai comprou no Japão a mesma fonte, só que com cabeamento modular (kmrk4-p) e 650 watts por 170 reais....se esse for o preço nos EUA e conseguirem importar, nao tem o que pensar duas x!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora