Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste da Fonte de Alimentação WiseCase WSNG-500-P4B2S-SK de 220 W

       
 113.476 Visualizações    Testes  
 33 comentários

Mais uma fonte “brasileira” de baixo custo em teste: desta vez colocamos uma WiseCase de 220 W em nosso testador. Será que ela sobreviverá?

Teste da Fonte de Alimentação WiseCase WSNG-500-P4B2S-SK de 220 W
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

Mais uma fonte “brasileira” de baixo custo em teste: desta vez colocamos uma WiseCase de 220 W em nosso testador. Será que ela sobreviverá?

WiseCase WSNG-500-P4B2S-SK
Figura 1: Fonte de alimentação WiseCase WSNG-500-P4B2S-SK de 220 W.

WiseCase WSNG-500-P4B2S-SK
Figura 2: Fonte de alimentação WiseCase WSNG-500-P4B2S-SK de 220 W.

A WSNG-500-P4B2S-SK segue o mesmo padrão das primeiras fontes de alimentação ATX, com 14 cm de profundidade e uma ventoinha de 80 mm em sua parte traseira. Sendo um produto de baixo custo, ela não possui circuito PFC e é baseada na topologia meia-ponte.

Nenhum cabo possui proteção de nylon e infelizmente todos os cabos usam fios muito finos (20 AWG no cabo ATX12V e 22 AWG nos demais cabos, sendo que o mínimo recomendado é 18 AWG). A fonte testada vem com os seguintes cabos e conectores:

  • Cabo principal da placa-mãe com conector de 20/24 pinos (32 cm).
  • Um cabo com um conector ATX12V (35 cm).
  • Um cabo com dois conectores SATA e um conector para periféricos (26 cm até o primeiro conector, 15 cm entre conectores).
  • Um cabo de alimentação para periféricos com dois plugues padrão e um conector de alimentação para unidades de disquete (27 cm até o primeiro conector, 10 cm entre conectores).

Como você pode ver, não há cabo para alimentar placas de vídeo e todos os cabos são extremamente curtos.

WiseCase WSNG-500-P4B2S-SK
Figura 3: Cabos.

Vamos agora dar uma olhada no interior desta fonte de alimentação.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários




Tá difícil hein. Faz quanto tempo (ou melhor, a quantas fontes BR) não aparece uma boa?

Não é possível... tem que aparecer alguma aí para salvar a pátria.

Quero ver quando aparecer uma baratinha que faça bonito. Acho que na hora os lojistas vão perceber o efeito CDH ao ver muita gente atrás da fonte.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Depois dessa varredura de porcarias pelo CDH, o mercado vai mudar, podem ter certeza disso, lojista que comprar porcaria vai morrer com ela no estoque, só vai vender mesmo para o cliente desinformado, infelizmente eles existem aos montes, mas isso que dá ficar vendo novela ou no msn, orkut, ao invés de usar a internet para aumentar o conhecimento, hehe...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

èeeeee edo Brasillllllll.... mais uma bomba bomba bomba bombastica..

A minha fonte é rotulada 180 pois é o modleo antigo com a etiqueta cinza.

Essa fonte é boa pra, queimar memoria. Dar erro no hd, quadricular sua prrraaca de video de 512 mergas.....

E o sucesso continua o brasil vai emplacar 20 a 1 ate o final do ano em fontes Bim Laden

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

De novo essa novela.... é verdade, é Brasil.

Tenho uma dessas....:(

o pc é fraquinho e ela da conta, mas não justifica ela ser ruim. hehhe

e mais uma vez o clube ajudando a sermos consumidores conscientes....

Parabéns novamente.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

isso é, em parte, culpa do consumidor... todos querem pagar o mínimo possivel e não se preocupam com qualidade, daí os fabricantes lançam esse produtos e vendem bem, pois sao muito procurados.

Eu mesmo tenho um pc em casa com uma coletk testada aqui, a velha generica tinha queimado e o preço das de potencia real aqui em curitiba é MUITO alto... tive que recorrer a outra generica. (queima uma fonte a cada 1 ano e meio +-, o pc usa só word). No outro pc, tenho uma thermaltake (antiga hehe), mas já ta aguentando o pc rodando forte a uns 3 anos (jogos e processador em full boa parte do tempo).

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Um detalhe interessante é que em nenhum lugar (etiqueta ou site do fabricante) está escrito que esta é uma fonte de “500 W”' date=' no entanto vemos vários vendedores comercializando esta fonte como se fosse de 500 W por causa do nome do modelo. Nós não gostamos disso pois isto induz o consumidor ao erro..[/quote']

Se esses vendedores fossem espertos, nem revendiam esses lixos.

:angry:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Agradeço por ouvir minha sugestão. Há pouco tempo enviei uma mensagem pedindo uma revisão desta fonte, e vejo que fui atendido. Meu pedido foi devido eu ter comprado esta fonte e não ter achado referências de testes. Pelo menos o sistema que estou usando demanda pouca energia, então não tive problemas na utilização desta fonte até hoje, já uso há desde agosto.

Grato novamente.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Depois dessa varredura de porcarias pelo CDH, o mercado vai mudar, podem ter certeza disso, lojista que comprar porcaria vai morrer com ela no estoque, só vai vender mesmo para o cliente desinformado, infelizmente eles existem aos montes, mas isso que dá ficar vendo novela ou no msn, orkut, ao invés de usar a internet para aumentar o conhecimento, hehe...

Infelizmente não sambaquy, nada vai mudar tão cedo. Nós, que acessamos o CdH, somos uma parcela muito seletiva do mercado. A imensa maioria é formada por gente que não entenderia uma vírgula do que foi escrito no teste. Foi exatamente pra isso que sugerimos o selo de produto bomba, pra dar impacto logo e já mostrar o que interessa logo de cara: não compre este produto.

É preciso ainda muita divulgação, sem falar na resistência dos vendedores desonestos que só querem vender seu peixe, mesmo que esteja estragado.

É brincadeira ver que nem uma mísera fonte de 220W os caras conseguem fazer direito!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

É brincadeira ver que nem uma mísera fonte de 220W os caras conseguem fazer direito!

Conseguem sim, mas não pelo preço de 36 reais, que é o que custa a fonte no meu distribuidor. Tem o mérito de ser ruim, mas honesta. Óbvio que nenhuma dessas fontes de 30, 40 ou 50 reais escapa a um triste resultado, mas seria interessante testar os modelos medianos da WiseCase.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Se no nosso "brasil brasileiro" não tivesse impostos sobre produtos eletrônicos importados, talvez teríamos fontes de qualidade melhor e mais barata. Mas infelizmente, temos que suportar essas "tralhas/retalhos" de fonte vagabunda fabricada em fundo de quintal na china.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Citação:

Um detalhe interessante é que em nenhum lugar (etiqueta ou site do fabricante) está escrito que esta é uma fonte de “500W”, no entanto vemos vários vendedores comercializando esta fonte como se fosse de 500W por causa do nome do modelo. Nós não gostamos disso pois isto induz o consumidor ao erro.

Quando é Mercado Livre, vá lá, já que o mercado é livre para todo tipo de trambique e propaganda enganosa. Mas quando se trata de lojas de conceito como Spon ou Oficina dos Bits, isto é realmente muito lamentável. Pior que tais lojas já receberam críticas em tal sentido, mas enquanto a lei não atuar não mudam de atitude.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O que mata no Brasil são os imposto sobre produtos eletrônicos importados, como o Marcelo gf disse se não poderiamos ter fontes de boa qualidade, sendo que na europa as fontes são obrigadas a ter circuito de pfc ativo, tinha que existe aqui no Brasil também.

Essas fontes genéricas além de ter pouca durabilidade, com a queima poder danificar periféricos do seu computador. Vale a pena investi em fontes com uma potência real, e de boa qualidade, difilcilmente você vai ter problemas.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Alguém reparou que o que é indicado como a capacidade da fonte é aproximadamente o que a fonte esta consumindo da rede elétrica dentro do limite "aprovada" pelos testes exemplo desta "Potência CA 232,6 W" um pouco mais e ela sai fora da faixa aprovada.

Será que eles testam ou que ela puxa da rede elétrica dentro dos "padrões aceitáveis"

Parabéns ao CDH por toda ajuda, testes e informativos.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

as fontes genéricas são divididas em 5 grupos: as dá pro gasto, as ruins, as péssimas, as terríveis e as terroristas.

acho que essa wisecase, dentre varias outras genéricas comuns de 450/500w nominais que geralmente tem 200w + ou -, essa wisecase não é tãããão ruim assim, ela se enquadra em dá pro gasto, visto que tem coisa muito pior. poderia ser melhor se não faltasse componentes, pelo menos os capacitores eletroliticos e alguma coisinha a mais no estagio de filtragem ajudaria muito. além dos fios extremamente finos também, poderia ser pelo menos 20AWG, e 18AWG para o ATX 12V como ja vi numa coletek 450W.

creio que a fonte tenha arriado a linha de 12v no teste 7 porque foi puxado muito da mesma. no rotulo diz 2 linhas 12v cada uma com 7A. acho que se fosse respeitado esse limite e os testes fossem feitos respeitando os limites das linhas, os resultados seriam melhores. Tudo bem que é certo puxar mais das linhas de 12V pois os pcs de hoje puxam muito desta linha. Mas ai o teste é feito sobrecarregando os 12V e por isso o ruído alto ou queimam muitas fontes nos testes, sendo qualificadas como produtos-bomba quando na verdade, se o teste respeitasse os limites da fonte, muito provavelmente não seria BOMBA.

Editado por WMoreira

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Pelo contrário, de todas as fontes, as wise são as piores! Qualquer vantagem técnica que ela possa ter sobre outras genéricas desaparece em 3 meses, pois o cooler de todas, não de uma ou outra, mas de todas TRAVA nesse tempo. E o pior, a fonte geralmente não desliga com o cooler travado, ela aquece até torrar tudo, já vi até um caso de incêndio provocado por essas wise!

Portanto, fujam dela, caso tenha uma dessas em seu PC, troque rapidamente!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Pelo contrário, de todas as fontes, as wise são as piores! Qualquer vantagem técnica que ela possa ter sobre outras genéricas desaparece em 3 meses, pois o cooler de todas, não de uma ou outra, mas de todas TRAVA nesse tempo. E o pior, a fonte geralmente não desliga com o cooler travado, ela aquece até torrar tudo, já vi até um caso de incêndio provocado por essas wise!

Portanto, fujam dela, caso tenha uma dessas em seu PC, troque rapidamente!

Só porque o cooler dela trava com "x" meses não quer dizer que a fonte é ruim, aliás ela até foi muito melhor nos testes do que muita fonte por aí. Eu ja tive essa fonte wise 220W e o cooler dela travou com 2 meses, inclusive eu tava jogando GTA e o pc desligou por superaquecimento rsrs. Mas ai eu levei na garantia e eles colocaram outra igual, que continuou por 1 ano até eu colocar a braview 500w lc-8500 mas sem problemas com o cooler.

pode ser problema com o lote, ou com algum modelo específico (tipo, existe P4B2S-SK e P4B1S-SK, entre outras).

no mais, um coolerzinho sleeve bearing, da própria wisecase, custa 5 reais e qualquer um que tenha algum conhecimento sobre fiação/eletricidade/informática pode trocá-lo sem problemas. eu já troquei o fan de uma coletek que fazia muito barulho. comprei um novo e silencioso e coloquei no lugar, ficou uma beleza, e ainda cobrei 15 reais do cliente.

é isso ai.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Nos últimos tempos estou usando somente notebook, mais se tivesse que montar um pc poderia ser simples que for não usaria uma dessas fontes, por 2 motivos primeiro somente o trabalho de trocá-las em pouco tempo é um pé no saco, e outra uma fonte boa não é tão cara assim, por exemplo a Fonte OCZ StealthXStream 400W - OCZ400SXS Você encontra por volta de R$ 170,00 essa fonte foi testanda aqui no CDH é uma ótima fonte conseguindo no teste de sobrecarga 450w com 80% de eficiência, você pode usar tranquilamente uma configuração atípica com por exemplo uma vga mediana que ela não vai te dar problema, agora coloca uma Geforce 250 GTS em uma wisecase da vida, tomara que nem ligue.

Editado por Evandro
trocando a fonte pra facilitar leitura. ;)

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Nos últimos tempos estou usando somente notebook, mais se tivesse que montar um pc poderia ser simples que for não usaria uma dessas fontes, por 2 motivos primeiro somente o trabalho de trocá-las em pouco tempo é um pé no saco, e outra uma fonte boa não é tão cara assim, por exemplo a Fonte OCZ StealthXStream 400W - OCZ400SXS Você encontra por volta de R$ 170,00 essa fonte foi testanda aqui no CDH é uma ótima fonte conseguindo no teste de sobrecarga 450w com 80% de eficiência, você pode usar tranquilamente uma configuração atípica com por exemplo uma vga mediana que ela não vai te dar problema, agora coloca uma Geforce 250 GTS em uma wisecase da vida, tomara que nem ligue.

Mas também ninguem vai inventar de ligar GTS250 em fonte genérica né? Todo mundo sabe que a partir da 9800GT ja precisa de mais de 200W, e ai é perigoso usar fonte barata. Mas sabemos que tem fontes piores que a Wisecase, como a Coletek, que não aguenta uma 9600GT com um E7500.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Cara, eu tinha uma Coletek 450W LC, terrivel a fonte, suportou meu PC até eu colocar um segundo HD SATA 2, no computador, antes de colocar este novo componente, uma única vez o computador desligou e não ligou mais, troquei novamente a fonte pelo mesmo modelo, a fonte funcionou normalmente, mas eu vi que estava colocando os meus componentes da placa mãe e demais peças em risco, e no futuro me traria problemas, acabei comprando uma nova fonte uma SEVENTEAM, paguei um preço relativamente alto, mas agora posso expandir o computador e colocar mais peças, evidentemente, respeitando o limite das tensões e potencias da fonte.

Obs: Eu tinha um placa de video FX 5200, jamais colocaria um X1650pro AGP Radeon, com essa fonte.

Editado por knraf
Placa de Video

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Hahahaha a coletek é mesmo ruim o pc do meu colega tava reiniciando com ela, num pc C2D E7500 e 9600GT que consomem 190W de pico + ou -.

Mas de qualquer forma, por mais que existam genéricas melhores ou piores, TODAS devem ser evitadas.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
(repare na Figura 12 como as bobinas foram substituídas por um pedaço de fio desencapado, componentes marcados como L4 e L7)! Também não foram instalados todos os capacitores eletrolíticos necessários (os capacitores marcados como EC3 e EC28 não estão presentes).
Todos os valores são de pico-a-pico. Esse alto nível de ruído é explicado pela inexistência das bobinas de filtragem (ver Figura 12).

Gostaria de saber quais são os capacitores usados no EC3 e EC28 da fonte? E se possível, também sobre as bobinas, irei colocar estes componentes que estão faltando na minha fonte.

Grato pela atenção.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Gostaria de saber quais são os capacitores usados no EC3 e EC28 da fonte? E se possível, também sobre as bobinas, irei colocar estes componentes que estão faltando na minha fonte.

Grato pela atenção.

Não tenho como responder isso, nós jogamos a fonte no lixo após o teste.

Abraços,

Gabriel.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Não tenho como responder isso, nós jogamos a fonte no lixo após o teste.

Abraços,

Gabriel.

Lugar de LIXO é no LIXO.

Mas jogar eletrônicos no lixo comum não é ruim?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×