Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Teste do mouse Black Torment da X-Trike

       
 16.621 Visualizações    Testes  
 3 comentários

Modelo ambidestro de mouse para jogos com seis funções programáveis e 4.000 dpi de resolução chega ao mercado como opção barata. Confira o teste.


Introdução

Nem sempre um jogador está disposto a empenhar a casa para comprar um mouse topo de linha, com vários balangandãs supérfluos. Mirando esse público, a X-Trike lança o Black Torment, um produto com quase tudo que um fã de games necessita – funções programáveis, gravação de perfis e macros –, a não ser pela baixa resolução máxima do mouse, que para nos 4.000 dpi de resolução. O preço sugerido é de R$ 89,00, bem abaixo dos modelos de ponta de marcas mais famosas. Vamos descrevê-lo para depois avaliar as características e o desempenho.

Black Torment
Figura 1: mouse Black Torment

O Black Torment é um mouse médio com corpo baixo, sem lombada acentuada, e design ambidestro. Há dois botões na lateral esquerda do periférico, e rodas fixas e iluminadas que tem função meramente estética em ambos os lados. O polegar e o mindinho ficam apoiados em um suporte de alumínio que brota de um detalhe metálico da parte inferior.

Black Torment
Figura 2: lateral esquerda

Black Torment
Figura 3: lateral direita

O corpo é emborrachado, com vários detalhes iluminados. Na ponta, há a roda de navegação (também iluminada) e, logo abaixo, o tradicional botão para ajuste de sensibilidade.

Black Torment
Figura 4: visão inferior e cabo azulado

Na parte inferior estão localizados o sensor A5050 da Avago que chega a 4.000 dpi de resolução e quatro pés de Teflon para deslize preciso, instalados em uma borda metálica que forma os apoios laterais. O cabo de 1,80 metro é envolto em tecido azulado e termina em um conector USB folheado a ouro. Não há sistema de ajuste de peso.

Editado por

Compartilhar



Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Comentários de usuários


Gosto muito dos teste do CdH.

 

Porém, os testes de periféricos são uma verdadeira piada! Contradizem tudo que o CdH sempre prezou. Chega-se ao ridículo de chamar de teste e dar selo de produto recomendado a um produto que nem sequer foi aberto.

Não informa a qualidade e o tipo dos switches do mouse, não informa se o mouse usa interpolação para atingir a DPI informada, e nem sequer informa se o sensor é óptico ou laser.

Até aqueles videos de unboxing do youtube feito por moleques dão mais informação do que esses "testes".

 

Sinto falta dos testes de fontes por serem muito detalhados e manterem uma metodologia padrão para os testes.

Os testes de HD's e SSD's também são muito bons!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eu sei que isso e uma analise!
Comprei esse mouse hoje, estou testando aqui e ja quebrei a cabeça e não consigo fazer os ficarem na cor que eu quero, sera que tem como você me ajudar

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Esse mouse não possui base em aluminio.Não fala do chip avago, pra um mouse de R$ 60,00 e um otimo chip.
Dpi nem sempre e sinônimo de qualidade posso citar o razer imperator que tem mais de 5600dpi, e não e essas mil maravilha.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora