Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Cobertura do IDF Spring 2006

       
 28.808 Visualizações    Artigos  
 0 comentários

Melhores momentos da palestra de abertura de Justin Rattner, CTO da Intel, que falou sobre as novidades da Intel na área de processadores, incluindo a nova microarquitetura, chamada Core.

Cobertura do IDF Spring 2006
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

O Intel Developer Fórum (IDF) Spring 2006 foi realizado nesta semana mais uma vez em São Francisco, Califórnia, EUA. Na palestra de abertura, vários anúncios foram feitos sendo o mais importante os detalhes da nova microarquitetura da Intel, chamada agora Core, que será usada nos futuros processadores da empresa. Neste artigo você verá os principais pontos da palestra de Justin Rattner, executivo-chefe de tecnologia (CTO) da Intel, que falou sobre as novidades da Intel na área de processadores.

Rattner falou sobre sua preocupação com o consumo de energia e apresentou um gráfico muito interessante mostrando a relação entre energia por instrução vs. desempenho de vários processadores da Intel. Esta relação indica quanta energia uma dada instrução consome para ser processada e o seu desempenho. Como você pode ver no gráfico da Figura 1, esta relação aumentou rapidamente até o Pentium 4, mas caiu para o mesmo nível dos primeiros Pentium com o Pentium M. Foi por este motivo que a arquitetura do Pentium M foi escolhida para substituir a arquitetura Netburst (que é usada pelo Pentium 4). Esta relação ficou ainda melhor com a introdução dos processadores Duo Core (também conhecidos como Yonah).

Cobertura do IDF Spring 2006
Figura 1: Energia por instrução vs. desempenho.

O CTO da Intel também se gabou por estar um ano à frente dos concorrentes por disponibilizar no mercado processadores com tecnologia de 65 nm e nos mostrou alguns números interessantes. Processadores Intel com tecnologia de 65 nm oferecem um ganho de 20% de desempenho e consomem 30% menos energia do que processadores Intel com tecnologia de 90 nm. Os processadores Intel com tecnologia de 45 nm, que chegarão ao mercado no próximo ano, terão um aumento de desempenho de 20% e consumirão 30% menos energia comparados aos processadores de 65 nm.

Cobertura do IDF Spring 2006
Figura 2: Vantagens da tecnologia de 65 nm da Intel em relação à tecnologia de 90 nm.

Cobertura do IDF Spring 2006
Figura 3: Vantagens da tecnologia de 45 nm da Intel em relação à tecnologia de 65 nm.

Com isso, Ratter apresentou a nova microarquitetura da Intel, chamada Core.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×