Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

IDF Spring 2004: Apresentação Pré-IDF

       
 24.050 Visualizações    Artigos  
 0 comentários

Veja a cobertura da Apresentação Pré-IDF Spring 2004, leia sobre a tecnologia do Modulador Óptico de Silício e LCOS: Cristal Líquido Sobre Silício.

IDF Spring 2004: Apresentação Pré-IDF
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Modulador Óptico de Silício

Fomos mais uma vez convidados a participar do IDF, Intel Developer Forum, evento que ocorre duas vezes por ano e é onde a Intel apresenta as tecnologias que está desenvolvendo no momento e que pode até mesmo demorar anos para chegar ao mercado. Por este motivo, o IDF é, para nós, o evento mais importante do mundo em termos de tecnologias de hardware, pois estamos vendo tecnologias em seu berço, muitos anos antes de elas chegarem ao mercado. O evento da primavera norte-americana deste ano será realizado dos dias 17 a 19 de fevereiro, desta vez em San Francisco, na Califórnia (até o IDF passado o evento era realizado em San José). Nós publicaremos aqui no Clube do Hardware uma descrição completa e detalhada do que vimos neste IDF ao longo dos próximos dias.

IDF Spring 2004: Apresentação Pré-IDF
Figura 1: Moscone Center West em San Francisco, Califórnia, palco do IDF Spring 2004.

Para esta edição do IDF são esperados mais de 4.000 participantes e mais de 600 jornalistas do mundo todo. Este ano as sessões de treinamento foram divididas em dois grupos principais: sistemas, onde as sessões são voltadas a engenheiros e correlatos, onde serão feitas apresentações técnicas em nível aprofundado, e soluções, onde as sessões são voltadas a gerentes de TI das empresas, focadas em soluções de tecnologia wireless para as empresas. Até o IDF passado não havia estas sessões de soluções. Serão 130 sessões de treinamento de sistemas e 20 sessões de treinamento de soluções. Paralelamente ao IDF ocorre, no mesmo pavilhão de exposições, uma feira de informática, que nesta edição contará com mais de 200 expositores, tais como ATI, NVIDIA, ALi, Fujistu, Broadcom, Analog Devices, Samsung, Seagate e Hynix, só para citarmos alguns.

Apesar de o IDF só começar oficialmente amanhã, hoje tivemos algumas apresentações reservadas apenas a jornalistas.

Nossa primeira apresentação foi conduzida pelos doutores Kevin Kahn, diretor do laboratório de tecnologias de comunicação da Intel, e Mario Paniccia, diretor do laboratório de pesquisas em fotônica, que mostram o desenvolvimento da tecnologia de transmissão óptica. Há um ano atrás, no IDF Spring 2003, a Intel fez a primeira apresentação pública de um modular óptico 100% baseado em silício. Esta tecnologia progrediu bastante nos laboratórios da Intel, e foi apresentado um modulador óptico de 1 GHz. Até então, a freqüência máxima de moduladores ópticos já criados era de 20 MHz.

Um modulador óptico permite que dados digitais sejam convertidos (ou modulados, como é o termo correto) em impulsos ópticos (luz infravermelha), fazendo com que a transmissão dos dados seja feita através de fibra óptica. Isto não chega a ser nenhuma inovação. A inovação está no fato deste modulador ser totalmente feito de silício, isto é, ser um chip usado em qualquer equipamento eletrônico. Até a Intel ter anunciado este progresso no ano passado, os moduladores eram formados por outros materiais. Como este modulador desenvolvido pela Intel é totalmente feito de silício, ele poderá estar, no futuro, integrado a chips comuns, tais como processador, memórias, chipsets e muito mais, substituindo a atual comunicação elétrica feita através de fios de cobre em comunicação óptica.

A comunicação óptica já é usada em comunicações de longa distância (como as fibras ópticas que sustentam a Internet ou são usadas na conexão entre centrais telefônicas digitais, por exemplo) e até mesmo em comunicações de distância mais curta, como a conexão de computadores em rede. Com esta nova tecnologia será possível ligar um processador à memória ou ao chipset usando fibras ópticas. Um exemplo mais realista para que você entenda a importância desta tecnologia é na conexão de um notebook a seu monitor de cristal líquido. Em vez de serem usados vários fios, seria usado apenas uma única fibra óptica, ocupando menos espaço no interior do notebook.

Houve uma apresentação prática desta tecnologia. Dados digitais foram modulados pelo chip, enviados através de um rolo de 5 Km de fibra óptica, e depois demodulados pelo chip. Depois, os apresentadores aumentaram a velocidade de transmissão a fim de mostrar, na prática, que o sistema funcionava a 1 GHz (1 Gbps de taxa máxima teórica) sem problemas.

IDF Spring 2004: Apresentação Pré-IDF
Figura 2: Sistema usado na demonstração. Repare, à esquerda, o rolo conendo 5 Km de fibra óptica.

IDF Spring 2004: Apresentação Pré-IDF
Figura 3: Modulador óptico feito de silício.

IDF Spring 2004: Apresentação Pré-IDF
Figura 4: Transmissão sendo feita a uma baixa velocidade.

IDF Spring 2004: Apresentação Pré-IDF
Figura 5: Transmissão sendo feita a 1 Gbps, sem problemas.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×