Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste do Gabinete NZXT Tempest EVO

       
 58.183 Visualizações    Testes  
 7 comentários

A NZXT acaba de renovar seu gabinete torre-média Tempest para incluir alguns detalhes estéticos bacanas. Será que ele é uma boa opção de compra? Confira.

Teste do Gabinete NZXT Tempest EVO
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

A NZXT acaba de renovar seu gabinete torre m&eacture;dia Tempest para incluir alguns detalhes estéticos bacanas. Como já testamos o Tempest original poderemos fazer uma comparação detalhada entre os dois. Será que o Tempest EVO é uma boa opção de compra? Confira.

O Tempest EVO segue o mesmo desenho do Tempest original. Externamente as principais diferenças são o uso de uma janela lateral de acrílico fumê em vez de uma janela transparente, tampas dos slots gradeadas e o painel traseiro, que agora está pintado de preto e tem quatro furos para a passagem de mangueiras de sistemas de refrigeração líquida em vez de apenas dois. Todos os outros recursos externos continuam os mesmos.

NZXT Tempest EVO
Figura 1: Gabinete NZXT Tempest EVO.

NZXT Tempest EVO
Figura 2: Gabinete NZXT Tempest EVO.

O painel esquerdo é equipado com uma ventoinha de 120 mm que usa um conector de alimentação de três pinos, o que permite a você instalá-la na placa-mãe para monitorar sua velocidade de rotação. Esta ventoinha produz um fluxo de ar de 42 cfm e nível de ruído de 21 dBA, além de brilhar em azul quando ligada.

Na Figura 3 você pode ver o painel frontal deste gabinete. Ele tem nove baias de 5,25”, com as três baias superiores disponíveis para dispositivos de 5,25” e as seis baias inferiores usadas por duas gaiolas removíveis para discos rígidos (falaremos mais sobre isto depois). Todas as tampas dos slots são gradeadas e equipadas com filtros de ar. As bordas do painel frontal brilham em azul (a parte inferior da borda esquerda brilha em verde) quando o micro é ligado (se você conectar os LEDs à fonte de alimentação, é claro).

NZXT Tempest EVO
Figura 3: Painel frontal.

O painel frontal é equipado com duas ventoinhas de 120 mm, que são idênticas à ventoinha localizada no painel lateral (42 cfm, 21 dBA, brilha em azul), mas tendo também a opção para usar um plugue de alimentação padrão para periféricos, permitindo a você conectá-las diretamente à fonte  de alimentação. Essas ventoinhas também têm filtros de ar individuais. Desta forma o Tempest EVO apresenta duas camadas de proteções contra poeira, já que as tampas das baias também têm filtros de ar, como mencionamos.

NZXT Tempest EVO
Figura 4: Gabinete sem o painel frontal plástico.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Artigos similares


Comentários de usuários


O Ponto forte é que vem com Ventoinhas: Uma ventoinha de 120 mm no painel lateral (42 CFM, 21 dBA), uma ventoinha de 120 mm no painel esquerdo (42 CFM, 21 dBA), duas ventoinhas de 120 mm no painel frontal (42 CFM, 21 dBA) e duas ventoinhas de 140 mm na parte superior. pelo que entendi , mas o ponto fraco é por tratar-se de uma torre média... , de qualquer forma trata-se um excelente produto , muito bem avaliado. Preço medio , interessante , .

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ideal para um pc com proc Core i5, placa mãe correspondente, placa de video da série gtx2xx, mem ram em dual channel??? ou e precisaria de uma "full tower"????

E fazendo uma comparação entre esta, a CM 690 e a kandalf, qualseria a melhor pra este tipo de pc???

abraços

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Realmente o gabinete é show, na minha opinião só faltou um conversor de baia para SSD e um sistema anti-vibração para a fixação dos HD's. Mais essas duas faltas não desabonam todos os benefícios do gabinete.

Agora estou em dúvida entre o HAF 922 e o Tempest Evo. 80% de chance de pegar o EVO agora.

Só uma correção, no review está nas medidas 56cm de altura e 52cm de profundidade. Na verdade são 52cm de altura e 56cm de profundidade.

Até tomei um susto quando vi isso, só 52cm de profundidade sacrificaria muito o espaço para VGA.

Outra correção, no review fala que o espaço para VGA são 28cm e na verdade são 33cm. Outro susto, 28cm para VGA mataria o case.

Respondendo a dúvida do colega, entre o Kandalf, CM 690, e o Tempest Evo com certeza o EVO.

Mais claro que o CM 690 é bem mais barato e isso deve ser levado em consideração. O CM 690 não deixa de ser uma excelente opção e para a sua faixa de preço é a melhor opção em todos os aspectos. Já se acha CM690 por R$230,00.

Editado por zEro[DF]

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O design externo desse case nao me agrada....porém é indiscutível o belo acabamento interno e as funcionalidades.

estou montando um pc essa semana, e pela demora no CM690 II advanced..q era minha preferência, acho q acabarei optando por esse NZXT Temp.Evo

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Tenho uma M4A785TD-M EVO a qual tem apenas 1x power e 1x fan conector, além disso tenho uma corsair 430cx a qual tem 3 conectores molex.

Como faço para fazer funcionar todos os fans desse gabinete??

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Estou quase pegando o Tempest EVO. Será que alguém poderia me dizer como seria pra instalar um dual rad de 240mm no teto dele?

Ele tem as furacoes todas pra fan de 120mm no teto além das de 140 ?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×