Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste do Gabinete Sigma Unicorn

       
 35.619 Visualizações    Testes  
 1 comentário

O Unicorn da Sigma é um gabinete torre-média de aço com quatro baias de 5 ¼”, duas baias externas de 3 ½”, cinco baias internas de 3 ½”, porta de alumínio, quatro ventoinhas e um mecanismo de abertura diferente.

Teste do Gabinete Sigma Unicorn
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

O Unicorn da Sigma é um gabinete torre m&eacture;dia com janela lateral fumê e equipado com quatro baias de 5,25”, duas baias externas de 3,5”, cinco baias internas de 3,5” para discos rígidos (quatro disponíveis em uma gaiola removível), quatro ventoinhas (duas ventoinhas de 80 mm e duas de 120 mm) e porta de alumínio. Vamos dar uma olhada a fundo neste novo lançamento da Sigma.

Gabinete Sigma Unicorn
Figura 1: Gabinete Sigma Unicorn.

Gabinete Sigma Unicorn
Figura 2: Gabinete Sigma Unicorn.

Este gabinete tem uma porta frontal, mas apenas sua face mais frontal é feita de alumínio, a parte de trás é de plástico. Na parte superior desta porta você pode encontrar dois LEDs (o LED que indica que o micro está ligado e outro que indica a atividade do disco rígido) e dois botões (liga/desliga e reset).

Gabinete Sigma Unicorn
Figura 3: Porta frontal, metade de alumínio e metade de plástico.

Na Figura 4 você pode ver o painel frontal deste gabinete com a porta aberta. Ele tem quatro baias de 5,25”, duas baias externas de 3,5” e uma ventoinha de 120 mm para refrigerar a gaiola dos discos rígidos.

Gabinete Sigma Unicorn
Figura 4: Painel frontal.

O principal problema com este gabinete é que os conectores de áudio e USB só podem ser acessados quando a porta está aberta. Se você tiver um fone de ouvidos com microfone para usar enquanto joga online ou para conversar no Skype, você terá que deixar a porta permanentemente aberta – ou pelo menos aberta pela metade. Isto é simplesmente ridículo.

Este gabinete não tem uma porta eSATA ou uma porta FireWire, recursos facilmente encontrados em gabinetes concorrentes. Por outro lado as duas portas USB disponíveis estão afastadas uma da outra, permitindo a você usar dois dispositivos USB “gordinhos” (como memórias USB) sem que um interfira na instalação do outro.

Na Figura 5 você pode ver o painel traseiro deste gabinete, que tem um visual muito tradicional, com a fonte de alimentação instalada na parte superior, sete slots para placas de expansão e uma ventoinha de 120 mm.

Gabinete Sigma Unicorn
Figura 5: Painel traseiro.

Vamos agora dar uma olhada no interior do Unicorn.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Opa, muito bom ver que o gabinete que eu apostei - Raidmax Smilodon - foi bem visto pelo Clube do Hardware.

Como? Não é um Raidmax? Sigma?!

Ah, desculpem a confusão, mas é que esse Unicorn é uma CÓPIA DESCARADA desse Raidmax (se bem que eu não sei quem copiou quem, só sei que esse meu eu possuo já há um ano)! Incrível, tudo igual, desde os opcionais até o design interno. Tudo! Ou melhor, quase tudo. De diferente as cores e a frente do gabinete. De resto, igualzinho, sem tirar nem pôr.

Particularmente acho um bom gabinete, mas ele enche de poeira muito fácil.

Pra quem quiser ver como é o Smilodon.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×