Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Kit Patriot DDR2-1150/PC2-9200 2 GB

       
 51.227 Visualizações    Testes  
 2 comentários

Nosso teste do kit Patriot PDC22G9200ELK, um kit de memória PC2-9200 de 2 GB rotulado para trabalhar a 1.150 MHz com temporizações 5-5-5-12. Confira.

Kit Patriot DDR2-1150/PC2-9200 2 GB
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

O PDC22G9200ELK é um kit de memória PC2-9200 de 2 GB da Patriot capaz de trabalhar a até 1.150 MHz mantendo suas temporizações programadas (5-5-5-12), sendo voltado para o pessoal que faz overclock. Nós testamos este kit e veremos se ele realmente é capaz de trabalhar a 1.150 MHz e quais são as vantagens de se usar memórias PC2-9200/DDR2-1150 no lugar de memórias convencionais.

Muita gente acha que os módulos de memória sempre trabalham com o clock rotulado. Isto não é verdade. Quem decide a velocidade na qual os módulos de memória irão trabalhar é a placa-mãe (no caso dos processadores da Intel) ou o processador (no caso dos processadores da AMD). Se você trocar suas memórias DDR2-533 por DDR2-800 não é garantido que suas novas memórias trabalharão a 800 MHz. Em algumas situações, devido a problemas de configuração, elas ainda trabalharão a 533 MHz (você precisa entrar no setup da placa-mãe e configurar o novo clock da memória). Em outros casos, você pode estar usando uma placa-mãe antiga que reconhece apenas memórias DDR2-667 e suas memórias DDR2-800 estarão rodando a 667 MHz, não a 800 MHz. Processadores da AMD utilizam um esquema de divisão de clock engraçado onde sua memória pode rodar com um clock menor (por exemplo, com o Athlon 64 X2 5000+ memórias DDR2-800 trabalham a 742 MHz – clique aqui para saber mais sobre este assunto).

Uma boa maneira de verificar o clock real dos seus módulos de memória é rodando um programa chamado CPU-Z e clicar em sua guia Memory. Este programa pode ser baixado em nossa seção de download.

Mas por que estamos falando tudo isso? Porque se você comprar este módulo de memória da Patriot achando que ele automaticamente funcionará a 1.150 MHz está equivocado. Se você não configurar qualquer overclock em seu micro este módulo trabalhará a 800 MHz (ou um pouco menos, caso você tenha um processador da AMD) ou a 1.066 MHz, caso você tenha um processador da Intel e sua placa-mãe seja capaz de configurar sua memória DDR2 a 1.066 MHz (por exemplo, em placas-mães com chipset Intel P965 e nForce 680i). Neste caso você precisa entrar no setup da placa-mãe e configurar a memória para 1.066 MHz ou ela funcionará a 800 MHz.

Qual é o uso afinal de módulos de memória DDR2-1150? Overclock. Se você não curte overclock esta memória não serve para você.

Se você faz overclock, então este módulo de memória pode ser um excelente produto para você expandir a capacidade de overclock do seu micro.

Deixe-nos explicar isto mais a fundo. Na maioria das placas-mães disponíveis no mercado não existe um gerador de clock separado para os módulos de memória e o gerador de clock usado pelo o processador também é usado pela memória (uma boa exceção são as placas-mães com chipset nForce 680i, onde existe um gerador de clock separado para as memórias).

O overclock é feito aumentando o clock externo do processador. Como o clock da memória é amarrado ao clock externo do processador, você automaticamente fará um overclock na memória do micro quando faz um overclock no processador.

Vamos dar um exemplo real. Digamos que você tenha um processador Core 2 Duo com um clock externo de 1.066 MHz. O clock externo real deste processador é de 266 MHz. Como os processadores da Intel transferem quatro dados por pulso de clock, eles são rotulados com um clock quatro vezes maior do que o clock real sendo usado. Digamos ainda que temos dois módulos de memória DDR2-800 trabalhando a 800 MHz. O clock real desses módulos é de 400 MHz. Como as memórias DDR2 e DDR transferem dois dados por pulso de clock, elas são rotuladas com um clock duas vezes maior do que o clock real.

Em uma placa-mãe usando um único gerador de clock (como a maioria das placas encontradas no mercado) o clock da memória rotulado de 400 MHz será gerado multiplicado o clock externo do processador por 1,5 x (relação 3:2).

Dessa forma o que acontece com sua memória quando você faz um overclock no clock externo do seu processador de 266 MHz para 290 MHz? Elas trabalharão a 435 MHz (870 MHz). Ou seja, elas também estarão em overclock.

Digamos que o clock externo do processador seja aumentado para acima de 290 MHz e o micro fique instável. Você tira a conclusão de que este é o clock máximo que o seu micro consegue alcançar.

Porém, uma questão ainda fica no ar: quem foi que limitou o micro de ir além dos 290 MHz? O processador ou a memória?

Substituindo suas memórias DDR2-800 por memórias mais rápidas você consegue verificar isto. Por exemplo, se você substituí-las por memórias DDR2-1066 – onde o fabricante garante que a memória pode trabalhar até 1.066 MHz – e se seu micro funcionar bem quando você aumenta o clock externo do processador acima de 290 MHz, isto significa que sua memória DDR2-800 era a responsável por limitar a obtenção de um overclock maior. Porém se você não conseguir colocar o clock acima de 290 MHz isto significa que um outro componente está limitando o seu overclock (talvez o próprio processador).

Esses módulos da Patriot são garantidos a trabalharem a 1.150 MHz, portanto você pode ser capaz de obter um overclock maior com o seu processador em casos onde a memória é o fator limitante.

É claro que quando a memória trabalha a um clock maior a sua taxa de transferência também é maior, mas o objetivo principal de usar essas memórias é permitir que você obtenha um maior clock do processador – o desempenho adicional da memória será conseqüência.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Engraçado... aparentemente minha mensagem postada sumiu...

Bom, minha dúvida é: para que 2 geradores de clock? Se o barramento é síncrono, então ter 2 clocks diferentes é muito ruim para a comunicação, correto? Qual a vantagem desse chipset nForce 680i trabalhar com 2 clocks diferentes? Mesmo em uma situação de overclock, se não tiver casado não vai ficar bom. O desempenho será abaixo do esperado, se é que o sistema não vai travar!

Bom... pelo que aprendi na faculdade, um barramento síncrono tem que compartilhar o mesmo clock... estranho isso...

Alguma sugestão?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Comprei um Kit 2 GB da Patriot de 1066MHZ e uma ASUS P5B Deluxe Wi-Fi, mas tá havendo algum problema porque as memórias sao reconhecidas apenas como 533 com Overclck, ou 400 na opção AUTO da BIOS.

Alguém pode me ajudar?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×