Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Por Dentro do Macintosh 512K

       
 14.021 Visualizações    Tutoriais  
 13 comentários

Vamos dar uma olhada no hardware do Macintosh 512K, o segundo Mac, lançado em 1985.

Por Dentro do Macintosh 512K
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

Após o lançamento do Macintosh original em 1984, a Apple lançou o Macintosh 512K em 1985. A principal diferença entre eles era o aumento da memória (RAM) para 512 kB. O Macintosh original apresentava 128 kB de memória e passou a ser chamado 128K após planos para o lançamento do 512K terem sido revelados.

Assim como o Macintosh original, o Macintosh 512K vinha com uma unidade de disquete de 3,5” de 400 kB (naquela época, a maioria dos computadores usava unidades de disquete de 5,25” de 360 kB) e um monitor de vídeo preto e branco de nove polegadas com uma resolução de 512 x 342 integrado ao corpo do computador. Ele também era baseado no microprocessador 68000 da Motorola, que era um dos processadores mais poderosos da época.

Uma versão melhorada do 512K com uma unidade de disquete de 800 kB foi lançada em abril de 1986 e era chamada 512Ke (de “enhanced” ou “aprimorado”). Este modelo tinha como número de modelo o código “M0001E”.

No fim da vida do Macintosh 512K, a Apple cortou o seu preço, o renomeou para Macintosh ED e o direcionou ao mercado educacional. Este modelo tinha como número de modelo os códigos “M0001D” ou “M0001ED”.

O computador não vinha com um disco rígido, portanto o sistema operacional e os programas deveriam ser carregados através de disquetes. Nós vemos com frequência pessoas vendendo Macs no eBay dizendo que ele está com defeito porque o sistema operacional não está carregando e o computador mostra um ícone de um disquete e um ponto de interrogação (o cidadão vendendo o computador aparentemente não sabe que computadores antigos não vinham com disco rígido). No entanto, este é o comportamento normal do computador quando ele não encontra um disquete contendo o sistema operacional, e isto significa que o computador está funcionando como esperado.

O Macintosh 512K manteve a mesma cor do Macintosh 128K e do Apple IIe.

Macintosh 512K
Figura 1: O Macintosh 512K

A primeira coisa que você notará ao ver um Macintosh 512K é como ele era pequeno. Na Figura 2, nós o comparamos com um monitor LCD de 21 polegadas.

Macintosh 512K
Figura 2: O Macintosh 512K comparado com um monitor LCD de 21 polegadas

Diferentemente do Apple II e Apple III, o teclado não fazia parte do corpo do computador e estava conectado a ele através de um cabo espiralado semelhante aos usados em telefones. O teclado era mecânico, sendo quase idêntico ao usado no Apple lle, exceto que as teclas “Open Apple” e “Solid Apple” foram substituídas pelas teclas “Command” e “Options”, respectivamente. Este teclado era idêntico ao usado no Macintosh 128K. Posteriormente, a Apple lançou uma versão do 512Ke com o mesmo teclado usado no Macintosh Plus, chamada 512Ke/800. Este modelo tinha como número de modelo o código “M0001D”.

Macintosh 512K
Figura 3: O teclado

O mouse era retangular com um único botão (por muitos anos os mouses da Apple tinham apenas um botão). Ele estava conectado ao computador através de um conector DE-9 idêntico ao usado nas portas seriais do Macintosh, mas a porta do mouse usava um padrão próprio.

Macintosh 512K
Figura 4: O mouse

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Bem que podia ter uma análise dos computadores Commodore Amiga como o A500, eram ótimos computadores pra sua época(e acredito q eram superiores a esses MAC) e quase ninguém conhece :(

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Olá, nosso objetivo é fazer uma análise de todos os computadores antigos em nossa seção "museu", portanto não se preocupe.

Não sei quais equipamentos vocês tem mas se eu puder ajudar, tenho um Commodore Amiga A500 com HD, expansão de memória, modems BBS e algumas coisas a mais além de muitos disquetes(mais de 300) com programas e jogos. :)

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Felipe,

Obrigado pela a oferta. O "problema" é que estamos fisicamente localizados nos EUA. O que de certa forma ajuda, pois compramos esses "brinquedos" no ebay a preços módicos... ;)

Abraços,

Gabriel Torres

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Mais uma matéria magnifica, o legal de ver a evolução do hardware, é que podemos acompanhar também a evolução da programação para esses hardwares.

Ps. esse monitor da AOC é excelente, muito fino também...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ótima matéria. Só uma adição: todos os mouses e touchpads, ainda hoje, tem apenas um botão. Seja Magic Mouse ou Trackpad.

No mighty mouse (o branco, com rodinha 360º), tinha um sensor capacitivo para "sentir" se o clique era direito ou esquerdo (para ser direito, tinha que tirar o dedo esquerdo, e ainda é assim com o Magic Mouse). Nos modelos anteriores (e ainda funciona), é só clicar com a tecla control pressionada.

Outra coisa, esse Mac ainda funciona?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Oi Fernando, obrigado por clarificar. Todos os computadores antigos que temos aqui ainda funcionam e pretendemos escrever um ou mais tutoriais sobre como colocá-los para funcionar, pois requer baixar as imagens dos disquetes do site da Apple.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Oi Fernando, obrigado por clarificar. Todos os computadores antigos que temos aqui ainda funcionam e pretendemos escrever um ou mais tutoriais sobre como colocá-los para funcionar, pois requer baixar as imagens dos disquetes do site da Apple.

Bacana! É o máximo ver estes pedaços de história funcionando!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Olá, nosso objetivo é fazer uma análise de todos os computadores antigos em nossa seção "museu", portanto não se preocupe.

:bandeira:

Vai comentar ate dos clones brasileiros da epoca? Se for,por favor, não esqueça do TK85...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Pessoal, acabei de fazer um vídeo do Macintosh 512 K dando boot por disquete, e carregando dois programas, o MacPaint e o MacWrite. Divirtam-se. Obs: as barras pretas são causadas pelo fato da frequencia vertical do monitor ser de 60 Hz e a camera estar filmando em 60 quadros por segundo, obviamente no produto tais barras não são visíveis:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Pessoal, acabei de fazer um vídeo do Macintosh 512 K dando boot por disquete, e carregando dois programas, o MacPaint e o MacWrite. Divirtam-se. Obs: as barras pretas são causadas pelo fato da frequencia vertical do monitor ser de 60 Hz e a camera estar filmando em 60 quadros por segundo, obviamente no produto tais barras não são visíveis:

nóóóóóóóssa cara, valeu, curti o MacPaint...

quanto as faixa, volto ao tempo, pois, a muito tempo atrás, quando faziam reportagens e mostravam tela (todos CRTs, lógico) apareciam essas faixas

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×