Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Por Dentro do Macintosh SE

       
 17.152 Visualizações    Tutoriais  
 2 comentários

Vamos dar uma olhada no hardware do Macintosh SE, o quarto Mac lançado, em 1987, como o sucessor do Macintosh Plus.

Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

Após o lançamento do Macintosh original (também conhecido como Macintosh 128K) em 1984, do Macintosh 512K em 1985 e do Macintosh Plus em 1986, a Apple lançou em 1987 o Macintosh SE. Várias versões deste computador foram lançadas. Vamos discutir este computador em detalhes.

O Macintosh SE era baseado no mesmo processador (Motorola 68000), tinha o mesmo tamanho e usava o mesmo tamanho de tela e resolução (nove polegadas, preto e branco com resolução de 512 x 342 pixels) que os modelos anteriores do Macintosh (com exceção do Macintosh SE/30, que usava um processador Motorola 68030). Ele herdou a porta SCSI externa, a unidade de disquete de 800 KB (posteriormente melhorada para um disquete de 1,44 MB, como discutiremos adiante) e 1 MB de memória RAM usando quatro módulos de memória SIMM-30 (permitindo que você aumentasse a memória para até 4 MB) do Macintosh Plus.

Este computador, no entanto, vinha com novos recursos, sendo o mais importante a adição de um disco rígido (de 20 MB ou 40 MB), conectado a uma nova porta SCSI interna. Este foi o primeiro computador Macintosh a vir com um disco rígido interno (o modelo com duas unidades de disquete não vinha com um disco rígido interno).

Outra diferença entre o Macintosh SE e os modelos anteriores foi a adição de um novo barramento para conexão de periféricos como teclado e mouse, chamado ADB (Apple Desktop Bus).

Além disso, o Macintosh SE foi o primeiro Mac a vir com um slot de expansão, chamado PDS (Processor Direct Slot). A propósito, “SE” significa “System Expansion” ou “Expansão do Sistema”. Na verdade, o Macintosh II, que foi lançado ao mesmo tempo, também vinha com slots de expansão; o Macintosh II era um computador de mesa com gabinete tipo “desktop”, diferentemente do SE e seus antecessores, que eram computadores compactos.

Outro recurso que foi adicionado no SE foi uma ventoinha de refrigeração. Os computadores anteriores da Apple não vinham com uma ventoinha, porque o Steve Jobs achava que ela era barulhenta e “deselegante”.

Na Figura 1, você pode ver um Macintosh SE com um teclado e um mouse.

Macintosh SE Tutorial
Figura 1: O Macintosh SE

A primeira coisa que você notará ao ver um Macintosh SE é como ele era pequeno. Na Figura 2, nós o comparamos com um monitor LCD de 21 polegadas.

Macintosh SE Tutorial
Figura 2: O Macintosh SE comparado com um monitor LCD de 21 polegadas

Diferentemente dos modelos anteriores, o computador não vinha com um teclado e você deveria comprá-lo separadamente. Naquela época, duas opções estavam disponíveis: o “Apple Keyboard” (modelo M0116), que era mais barato e, portanto, mais comum (mostrado nas Figuras 1, 2 e 3) e o “Apple Extended Keyboard” (modelo M0115), que era maior e mais caro. Nós mostramos este teclado na Figura 4. Já que o Macintosh SE usava uma porta ADB, qualquer teclado baseado nesta conexão poderia ser usado (por exemplo, você poderia usar o teclado Apple IIgs ou comprar um teclado de outro fabricante).

Macintosh SE Tutorial
Figura 3: Teclado “Apple Keyboard” (M0116)

Macintosh SE Tutorial
Figura 4: Tecladao “Apple Extended Keyboard”

O mouse que vinha com o Macintosh SE era diferente do que vinha com modelos anteriores do Macintosh, como você pode ver na Figura 5 (modelo A9M0331 ou G5431). Assim com o teclado, você poderia usar qualquer mouse baseado na conexão ADB.

Macintosh SE Tutorial
Figura 5: O mouse

Compartilhar



Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Comentários de usuários


Temos em mão um Macintosh SE 1/20 (1MB RAM e 20MB HD). A aparência dele é idéntica a foto no artigo. O número do modelo é M5011, FCC ID BCG6LWM5011, Assembled in Ireland, Serial number CK0220EHC70. Foi fabricado em 1988. Posteriormente a memória RAM foi aumentada para 4MB. Os HD foram substituidos por 40Mb, por 160Mb, por 512Mb, por 1Gb e por 4Gb. Quando o último parou de funcionar (há muito tempo) não tinha como comprar outro SCSI por um preço razoável. Originalmente SE foi comprado com System 6 com teclado em Alemão. O software tinha HyperCard 1(não HyperCard Player como nos posteriores!). Com actualizações chegou funcionar com System 7.5.3. Tinha época quando estava funcionando com um leitor de CD SCSI interno colocado para fora e conectado pela porta externa SCSI com cabo de alimentação via tampinha aberta na parte traseira. Usava a rede Apple Talk e se conectava com mundo via um modem externo. Hoje o leitor do disquete faz bastante barulho, o restante de carcaça sofreu com maresia. Entretanto a qualidade e durabilidade do plástico é incomparável.

Está ocupando um lugar na biblioteca do lado do livro Steve Jobs por Walter Isaacson, no momento está vivo e permite brincar com introdução gráfica e divertida via disquete demostrando o talento da equipe envolvida neste projeto.

Editado por Gabriel Torres
Quote desnecessário

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Muito legal o seu relato, Vladimir! Não se esqueça de ler o tutorial que postei sobre como restaurar a cor do plástico deste computador:

http://www.clubedohardware.com.br/artigos/Como-Restaurar-a-Cor-de-Computadores-Antigos/2766

Quanto ao HD SCSI, eu consegui comprar com preço razoável um lote de vários no eBay, de uma pessoa que não sabia o que eram e se estavam funcionando. De um lote de quase 10, a maioria estava quebrada, mas pelo menos consegui colocar para funcionar vários SEs da minha coleção.

Abraços,

Gabriel.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora