Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Qual é o futuro do técnico em manutenção de micros?

       
 110.467 Visualizações    Editoriais  
 5 comentários

Opiniões pessoais de Gabriel Torres sobre o mercado de trabalho.

Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Recebi o e-mail abaixo de um leitor de nosso site, que me estimulou a escrever esse editorial explicando um pouco mais sobre o que eu acho do futuro do mercado de manutenção de micros - assunto que acredito interessar a todos os visitantes do Clube do Hardware.

Olá, galera! Me chamo João Paulo e gostaria de parabenizar o Clube do Hardware pela vasta fonte de conhecimento na área de hardware que adquiro visitando este site. Parabéns a todos que trabalham em função disso. Estou terminando o curso de hardware no SENAC e gosto muito da área em que atuo e sempre tento me aperfeiçoar. O problema é o seguinte: o SENAC pediu para que a gente fizesse uma pesquisa para ver como está essa área de trabalho e encontrei, em uma fonte de pesquisa, um trecho que dizia o seguinte: "Devido à evolução e à sofisticação com que as empresas de informática vêm produzindo periféricos para computadores, dentro de 2 a 3 anos, no máximo, não será mais necessário a presença de técnicos em hardware no mercado." Esta pesquisa me deixou muito surpreso e por isso resolvi enviar este e-mail para vocês para saber o que vocês acham desta pesquisa.

Obrigado.

João Paulo

Não sei se vocês já perceberam, mas temos como linha editorial não praticarmos futurologia. Nós não temos o hábito (e pretendemos continuar a não ter) de ficar "chutando" o que vai acontecer no mercado. O motivo é muito simples: a maioria das "previsões" que vemos são infundadas e "furadas". Basta aguardar alguns anos para ver o que aconteceu com as previsões de vários "futurólogos" desses que adoram aparecer em revistas com sua foto em tamanho extra grande. Aliás, basta também ver o que ocorreu com os próprios "futurólogos": a maioria deles simplesmente cai no esquecimento - talvez justamente porque erram feio nesse tipo de previsão.

É impossível prever o que ocorrerá com o mercado de hardware. Simplesmente porque muitos projetos são lindos e maravilhosos mas a compra do produto depende mais das pessoas do que da empresa que está lançando o produto. Conhecemos inúmeras histórias de produtos excelentes e inovadores que simplesmente as pessoas não compravam! Ou de programas e sistemas operacionais sem adeptos! Alguém aí se lembra, por exemplo, da tecnologia Push? Na época de seu lançamento todas as revistas publicaram vários artigos exaltando a "tecnologia da onda". O que foi feito do Push? Apesar de a idéia dele ser boa, as pessoas simplesmente não se interessaram.

Ainda há o fato de que muitos projetos não são sequer lançados no mercado. Eu mesmo já paguei esse mico. Basta ver em meu livro Hardware Curso Completo 3ª Edição onde falo do processador M3 (nome-código Jalapeño) da Cyrix. A Cyrix foi comprada pela VIA nesse meio tempo e esse projeto foi enterrado e esse processador foi sequer lançado. Outro exemplo é novamente da própria Cyrix/VIA, onde o processador Cyrix III foi lançado com uma arquitetura interna totalmente diferente do que a Cyrix havia anunciando. Assim, todos estavam esperando um excelente processador chegar e quando ele foi lançado: surpresa! O processador era uma verdadeira "bomba" (de ruim)!

Mas uma coisa podemos afirmar com certeza: o mercado de técnicos nunca acabará! Afirmar que esse mercado acabará é tão esdrúxulo quanto dizer que não precisaremos mais dirigir carros porque os carros estão vindo com piloto automático e GPS ou então dizer que os carros não precisam mais de mecânico só porque ele possui um computador de bordo que dá automaticamente um diagnóstico completo do veículo.

Indo mais a fundo nessa nossa comparação, o que ocorreu com o mercado de mecânicos de automóveis quando os veículos começaram a vir com injeção eletrônica? E agora, que todos os veículos possuem injeção? Eles tiveram de se atualizar, passaram a ser ainda mais especialistas. Quem não se atualizou, ficou marginalizado, consertando somente carros antigos ou passando a ser especialista em somente assuntos que não envolvam a injeção eletrônica.

É mais ou menos o que ocorre com o mercado de hardware. Quem não se atualiza e não busca meios de melhorar cada vez mais os seus serviços, ficará marginalizado.

Na pior das hipósteses, o que ocorrerá com o mercado é uma migração. Hoje está cada vez mais evidente a necessidade de um técnico em hardware saber mais sobre outros assuntos, tais como redes. Assim, atualização também tem a ver com estar de olho no que está ocorrendo no mercado, para conseguir visualizar oportunidades antes dos outros - ou antes que seja tarde demais.

Compartilhar



Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Comentários de usuários


Teoricamente aqueles que fizerem um bom trabalho forem honestos com todos os clientes esses sim serão bem remunerados

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Caro Gabriel Torres, você está completo de razão, realmente o mercado de técnicos de informática nunca vai acabar.

Eu afirmo, que o mercado vai evoluir, no futuro bem próximo, quem é técnico vai ganhar muito dinheiro, pois cada vez mais pessoas tem computador em casa, e cada dia mais as pessoas estão adquirindo conhecimento e condições para comprar um equipamento tecnológico.

No futuro próximo, quem quiser ser técnico vai ter que fazer curso superior, vai ter que tirar certificações e comprovar suas qualificações.

Cada vez que o mercado evolui, evolui também a exigência dos

usuários. Ao mesmo tempo que os equipamentos de informática evoluem, as pessoas vão ter a necessidade de contratar alguém ou uma empresa para acessorár-la na utilização e manutenção destes equipamentos.

Lógico que os técnicos que não se qualificarem , não se especializarem, não vão ter futuro nesta área e nem em qualquer outra.

Quem prevalecer lógico que são os melhores vão se transformar em verdadeiros "Personal" em Informática.

"Quem pode, pode." "Quem não pode se sacode."

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Pessoal, nós temos uma profissão que simplesmente nunca podemos parar de estudar e de se aperfeiçoar, e daqui para frente isso tem que acontecer ainda com mais rigidez, a evoluçào tecnológica anda numa velocidade espantosa e para que possamos acompanhar isso temos sim, que estudar a aprender sempre.

Penso que a figura do técnico de informática nunca será desnecessária, visto que ainda exite muita gente leiga no assunto.

Abraços a todos.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

tem muito tecnico ai vagabundo que entra mostrando que quer receber menos mas recebre

deveria haver uma fiscalização para ver como estão os tecnicos que estão trabalhando

porque os que eu ja vi dando até martelada para a parte de trás sair e puxando pelos fios para retirar o pino 12v do placa-mãe e até forçando para entrar os pinos da fonte

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora