Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Chipset VIA P4X266

       
 29.554 Visualizações    Artigos  
 0 comentários

Conheça esse novo chipset da VIA.

Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

A VIA, segundo maior fabricante de circuitos para placas-mães do mundo, lançou recentemente o seu primeiro chipset para o processador Pentium 4: o P4X266. A grande vantagem deste chipset é que ele aceita memórias DDR-SDRAM, ao contrário dos chipsets da Intel. Como vimos na semana passada, o Intel 845 aceita memórias PC100 e PC133 tradicionais, enquanto que o Intel 850 só aceita as memórias Direct Rambus, extremamente caras.

As memórias DDR-SDRAM são memórias do tipo SDRAM que conseguem transferir dois dados por pulso de clock, em vez de apenas um, como é o normal. Com isso, conseguem obter o dobro de desempenho de uma memória SDRAM operando sob um mesmo clock. Por exemplo, enquanto que uma memória PC100 possui uma taxa máxima de transferência de 800 MB/s, uma memória DDR200 obtém uma taxa máxima de 1.600 MB/s (sendo também chamada PC1600). Já uma memória PC133 tem uma taxa máxima de transferência de 1.064 MB/s, e uma memória DDR266 obtém uma taxa máxima de 2.128 MB/s, sendo também chamada PC2100.

Dessa forma, pelo menos em teoria, um micro equipado com uma placa-mãe contendo o chipset VIA P4X266 possui o dobro do desempenho de um micro equipado com uma placa-mãe contendo o chipset Intel 845. Igualmente analisando sobre os números teóricos, uma placa-mãe com chipset Intel 850 e memórias do tipo Rambus é capaz de atingir o dobro de desempenho de um micro com uma placa-mãe usando o chipset VIA P4X266 e quatro vezes mais desempenho de um micro equipado com uma placa-mãe usando o chipset Intel 845.

Em outras palavras, mesmo usando o VIA P4X266 o micro equipado com o processador Pentium 4 estará trabalhando abaixo do desempenho máximo do processador, já que o Pentium 4 é capaz de transferir quatro dados por pulso de clock para a memória, e as memórias DDR-SDRAM são capazes de transferir apenas dois dados por clock. Em compensação, essa situação de subutilização é muito melhor do que a que ocorre com o chipset Intel 845, onde o processador Pentium 4 é capaz de transferir quatro dados por pulso de clock, mas as memórias SDRAM tradicionais são capazes de transferir apenas um único dado por clock.

Não podemos nos esquecer que a grande vantagem da utilização das memórias DDR-SDRAM é o custo/benefício. Além de dobrarem o desempenho em relação às memórias SDRAM, possuem um preço muito mais acessível do que as memórias Rambus.

Em relação às outras características dos chipsets Intel 845, Intel 850 e VIA P4X266, elas são muito parecidas. Todos eles aceitam discos rígidos ATA-100 e um máximo de 5 slots PCI. Os chipsets da Intel possuem quatro portas USB, enquanto que o da VIA tem seis portas USB. Outra diferença entre esses chipsets é em relação à quantidade máxima de memória RAM que eles aceitam: o Intel 850 aceita até 2 GB de RAM, o Intel 845 aceita até 3 GB de RAM e o VIA P4X266 aceita até 4 GB de RAM.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário







Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×