Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Entendendo Todas as Configurações de Tensão da Placa-mãe

        110.994 Visualizações     12 comentários     Tutoriais   

Confuso em relação ao que cada configuração de tensão disponível no setup da placa-mãe significa? Aprenda todas elas neste tutorial. Atualizado.

Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

Um dos macetes mais antigos para aumentar a probabilidade de um overclock bem sucedido é aumentar a tensão de alimentação do componente que você quer fazer overclock. Atualmente até mesmo as placas-mães mais simples possuem alguns ajustes de tensão, com os modelos mais avançados vindo com várias delas. O problema é que até mesmo os usuários mais avançados têm dificuldade para entender o que cada opção realmente significa. Neste tutorial explicaremos o que cada uma delas significa em linguagem clara e acessível.

Os fabricantes de placas-mães são os responsáveis por esta confusão. Apesar de os fabricantes de processadores e chipsets terem nomes oficiais para todas as tensões usadas por seus componentes, cada fabricante de placa-mãe por alguma razão desconhecida chama a mesma coisa por nomes diferentes. Normalmente o manual não explica o significado de cada função – os manuais simplesmente repetem o nome da função na explicação (dã!) –, e a mesma coisa ocorre se você solicitar ajuda dentro do setup da placa-mãe.

As opções de tensão são modificadas dentro do menu de configuração da placa-mãe (setup), que é acessado pressionando a tecla Del (ou F2 em algumas placas-mães) após ligar o micro. Mas isso você já sabe, já que está interessado em um assunto bem específico.

Para entender as configurações de tensão, você precisará entender um pouco como cada fabricante de processador lida com as tensões em sua linha de produtos.

Editado por

Compartilhar



Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Comentários de usuários


Até que enfim alguma explicação sobre essas tensões malucas, até agora não tive coragem de alterar nenhuma delas além da Vcore, mas quem sabe agora me aventuro, o problema é saber o quanto podemos mexer e se realmente produzirão resultados melhores.

Utilizo o AMD overdrive que tem um visual bem legal no modo avançado sobre a regulagem das tensões e etc, poderiam usar ele para ilustrações do tópico.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

perfeito, eu ainda tinha algumas duvidas, mas depois dessa eu to bem mais por dentro do assunto. PS: quando se muda a tensão "VID", pelo menos na minha antiga msi a vltagem do processador também mudava. O que seria a tensão "Vid"? De acordo com meus testes ela ajudava a subir o controlador de mem. do processador, mas n tenho certeza: ALGUÉM SABE?

Editado por Dragum

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Legal, bem interessante, a tempo que tava buscando algum site pra me explicar isso e não tinha ate agora... :D

Mas surgiu uma duvida, o que siginifica CPU GTLREF voltage? Tem isso na minha mobo gigabyte g31m-s2l.

Abraços

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Fantástico o artigo. Ainda no início desta semana estava procurando exatamente as explicações postadas quando me deparei com um post antigo do PistolaoBR tentando saber as mesmas coisas e postando o que ele descobriu depois de muito esforço.

Foi muito útil mesmo, obrigado Gabriel e Cássio.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Parabéns pelo artigo!

Tirei muitas dúvidas ao lê-lo e agora ficará mais fácil melhorar o meu overclock!

Abraços

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

valeu pelo artigo!

Sai de uma placa mãe simples (asus a7v8x-mx) que não tinha nenhuma opção de overclock e fui pra uma asus P7P55D PRO que tem essas milhoes de configurações de voltagens.

Aindan não tive tempo de brincar com essas opções, mas assim que conseguir um tempinho e dinheiro pra um cooler melhor vou afinar o desempenho do core i7 860 hehe

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A tensão VTT é gerada a partir da tensão VCC, dentro do próprio processador? Por exemplo, a placa mãe só fornece o VCC à CPU e ela mesma pega essa tensão e gera a VTT?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Interessante o assunto, principalmente no que diz respeito as diferenças de nomes e ajustes para componentes de marcas diferentes, e inclusive para diferentes componentes da mesma marca.

Muitos "técnicos", por terem conhecimento sobre alguns componentes, acabam por achar que sabem tudo. EM TI o que voce sabe hoje vale até a hora do almoço, a tarde já mudou e se tornou obsoleto, pois a tecnologia é muito rápida.

Deixo aqui uma contribuição, um video onde apresenta vários erros de ajustes de tensão, mas mostra como corrigir os problemas de tensão na BIOS.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

fantástico!!

para ficar perfeito só faltou um botão de "imprimir" no artigo hahaha

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Bom dia

Muito interessante esse artigo, mais é complicado ainda saber o que deve aumentar porque as vezes você pode esta aumentando uma coisa mais na verdade é outra componente que esta precisando de mais vontagem para estabilizar o over.

Abs Frederico

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ah... se toda placa-mãe tivesse essas explicações detalhadas quando você tenta usar a "ajuda"...

Excelente artigo!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora