Ir ao conteúdo

Placa-mãe ASRock H270 Performance

       
 16.824 Visualizações    Primeiras Impressões  
 4 comentários

Vamos dar uma olhada na ASRock H270 Performance, placa-mãe soquete LGA1151 baseada no chipset H270, voltada aos processadores Intel Core i de sexta e sétima geração.

Placa-mãe ASRock H270 Performance
Rafael Coelho Editor-chefe do Clube do Hardware

Periféricos on-board

O chipset Intel H270 é uma solução de apenas um chip, também conhecido como PCH (Platform Controller Hub ou hub controlador de plataforma). Esse chip oferece seis portas SATA-600, suportando RAID (0, 1, 10 e 5). Duas dessas portas são compartilhadas com os slots M.2.

As portas SATA são instaladas na extremidade da placa-mãe e são rotacionadas em 90 graus, de forma que a instalação de placas de vídeo não as bloqueie.

z270performance-06.jpg

Figura 6: as seis portas SATA-600

O chipset Intel H270 suporta 14 portas USB 2.0 e oito portas USB 3.0. A ASRock H270 Performance oferece sete portas USB 2.0, duas no painel traseiro e cinco disponíveis em três conectores localizados na placa-mãe. Há oito portas USB 3.0, todas controladas pelo chipset, sendo quatro delas no painel traseiro (três tipo A e uma tipo C) e quatro disponíveis em dois conectores.

A ASRock H270 Performance não traz portas USB 3.1, FireWire nem Thunderbolt.

Esta placa-mãe traz um circuito de áudio topo de linha. Ela utiliza um codec Realtek ALC1220, que fornece áudio 7.1 com relação sinal/ruído de 120 dBA nas saídas analógicas. Infelizmente nós não encontramos mais informações sobre este codec. Toda a seção de áudio é fisicamente separada dos outros circuitos, o que reduz a interferência e ajuda o circuito de áudio a atingir suas relações sinal/ruído nominais. Todos os capacitores desse circuito são modelos específicos para áudio do fabricante japonês Nichicon. As saídas de áudio são independentes e a placa-mãe também vem com saídas de áudio SPDIF óptica. Há ainda um aplificador operacional TI NE5532 para a saída frontal para fones de ouvido. Além disso, a placa vem com o software Creative Sound Blaster Cinema 3, que promete som 3D mais realista.

A placa-mãe analisada vem com uma porta Gigabit Ethernet controlada por um chip Intel I219V.

Na Figura 6, podemos ver o painel traseiro da placa-mãe, com um conector PS/2 compartilhado para teclado ou mouse, duas portas USB 2.0, uma saída VGA, uma saída DVI-D, uma saída HDMI, uma porta Gigabit Ethernet, uma porta USB 3.0 tipo C, três portas USB 3.0 tipo A, saída SPDIF óptica e os conectores de áudio analógico.

z270performance-07.jpg

Figura 7: painel traseiro

A H270 Performance possui LEDs em torno do dissipador do dissipador do chipset e no escudo plástico que cobre parte da placa-mãe. Esses LEDs podem ser programados para qualquer cor ou padrão de iluminação por meio de um software, ou selecionados no setup da placa-mãe. Há ainda um conector para instalação de LEDs RGB no gabinete.

Na Figura 9, podemos ver os acessórios que acompanham a ASRock H270 Performance.

z270performance-08.jpg

Figura 8: acessórios

Compartilhar

  • Curtir 2


  Denunciar Artigo

Artigos similares


Comentários de usuários


Muiti bacana a placa, nunca tinha visto uma com mais de um slot M.2 para SSDs e nunca reparei em placa com este slot para rede sem fio.

 

Ótima opção realmente, só espero que aqui ela não chegue muito cara, embora o preço se justifique.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Uma ótima opção para quem não se preocupa com overclock. Mesmo assim a placa possui 10 fases para o processador!

Fiquei apenas com um pouco de receio quanto à qualidade do escudo plástico, pois na figura 7 ele não está muito alinhado ao painel traseiro.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Gosto muito da ASRock, é uma empresa que possui um bom custo beneficio em seus produtos e tmb uma boa qualidade, com um designer muito bom, por um preço bacana.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Rafael, acho que tem um erro no começo da introdução.

 

"O chipset Z270 é o segundo modelo mais topo de linha da nova série da Intel para o soquete LGA1151, voltado aos processadores Core i de sexta (“Skylake”) e sétima (“Kaby Lake”) gerações. As principais diferenças do H270 em relação ao modelo mais topo de linha, o Z270"

valeu

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×